• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2010.tde-09112010-105526
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Jun Furuyama
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Frigerio, Maria Luiza Moreira Arantes (Presidente)
Lucchesi, Ligia Mendonça
Machado, Marco Antonio Cardoso
Marson, Lilian Chrystiane Giannasi
Tamaki, Regina
Título em português
Influência do uso de prótese total durante o sono na Síndrome de apnéia obstrutiva do sono
Palavras-chave em português
Boca edentada
Prótese Total
Síndrome da Apnéia-Hipopnéia Obstrutiva do Sono
Resumo em português
A necessidade do uso da prótese total durante o sono ainda não está bem definida pela literatura, apenas algumas evidências sobre a relação entre a presença de estomatite protética e o uso contínuo das próteses. O objetivo do estudo clínico randomizado foi avaliar se o uso da prótese total durante o sono interfere ou não nos eventos obstrutivos respiratórios durante o sono. Pacientes idosos edentulos com suspeita de Síndrome da Apnéia-hipopnéia Obstrutiva do Sono (SAOS) foram selecionados. Novas próteses totais foram confeccionadas seguindo o protocolo da FOUSP. A cavidade oral foi avaliada com relação ao exame de Mallampati e a presença de reabsorção óssea. A qualidade do sono foi avaliada pelo PSQI (Pittsburgh Sleep Quality Index) e pela Escala de Sonolência Diurna de Epworth (ESS), as polissonografias foram efetuadas em laboratório especializados durante duas noites em duas situações cruzadas: pacientes dormindo com as próteses e sem as mesmas. Vinte e três pacientes foram avaliados e a média de idade foi de 69,6 ± 5,1 anos e 74% eram do sexo feminino. Os pacientes com severidade leve, apresentaram um índice de apnéia-hipopnéia (IAH) significantemente menor quando os dormiram sem as próteses totais (8,9 ± 2,4 eventos por hora) comparado quando dormiram com as próteses (16,6 ± 6,9 eventos por hora). Os pacientes do grupo moderado a severo, não apresentaram diferença estatisticamente significante entre os IAHs quando dormiram com e sem as próteses. Em uma avaliação separada na posição supina, os pacientes do grupo leve, apresentaram uma média do IAH na posição supina menor quando dormiram sem as próteses do que quando dormiram com elas, apresentando uma média de 12,7 ± 8,4 eventos por hora e 51,9 ± 28,6 eventos por hora respectivamente. Pode-se concluir que os pacientes edentulos com severidade leve de SAOS apresentaram um menor índice de apnéia-hipopnéia obstrutiva quando dormiram na posição supina sem as próteses totais.
Título em inglês
Influence of complete denture wear during sleep in OSAS patients
Palavras-chave em inglês
Complete denture
Mouth edentulous
Obstructive sleep apnea syndrome
Resumo em inglês
Summary: There is no evidence based in the literature about complete denture use during sleep, only some evidences about denture stomatits association and the change in apneic events. The goal of this randomized clinical study was to asses if the complete denture wear during sleep influence apneic events and quality of sleep. Elderly edentulous Obstructive Sleep Apnea Syndrome (OSAS) patients from a complete denture clinic were enrolled and received new complete dentures. The oral condition was evaluated according to bone resorption and Mallampati exam. The sleep quality was assed by the Pittsburgh Sleep Quality Index, the Epworth Sleepiness Scale and the polysomnographys were performed at the sleep laboratory for the patients sleeping with and without dentures the dentures. Twenty-three patients were evaluated with mean age 69.6 (SD±5.1) years and 74% female. In the mild (5AHI<30) OSAS group the apnea-hypopnea index decreased significantly when patients slept without dentures (8.9±2.4) compared when patients slept with the dentures (16.6±6.9). In a separated analysis, mild group in supine position presented a mean apnea-hypopnea index significant lower when patients slept without dentures from 12.7 (SD ± 8.4) to 51.9 (SD ± 28.6) sleeping with dentures. There was no significant difference in moderate to severe patients variables. This study shows that mild OSAS edentulous patients had a lower apnea-hypopnea index when sleeping without dentures in supine position.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RicardoJunFuruyama.pdf (828.91 Kbytes)
Data de Publicação
2011-05-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.