• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2016.tde-30092016-165040
Documento
Autor
Nome completo
Tadeu Evandro Mendes Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Paiva, João Batista de (Presidente)
Cunha, Tereza Cristina Rodrigues
Rino Neto, José
Rodrigues Filho, Leonardo Eloy
Título em português
Análise do decaimento de força dos elásticos ortodônticos intermaxilares
Palavras-chave em português
Borracha
Elasticidade
Elastômeros
Látex
Ortodontia
Polímeros
Resumo em português
Os elásticos ortodônticos intermaxilares são dispositivos auxiliares importantes para o tratamento ortodôntico. Os objetivos dessa pesquisa foram: comparar a intensidade de força dos elásticos informada pelos fabricantes com a força após estiramento de três vezes o diâmetro interno e avaliar o decaimento de força dos elásticos ortodônticos de várias empresas comerciais (Uniden, Morelli, Orthometric, Aditek, Rocky Mountain, TP Orthodontics e GAC Dentsply) de quatro tamanhos diferentes de diâmetro interno (1/8"; 3/16"; 1/4" e 5/16") com intensidade de força leve e média. Para esta pesquisa foi desenvolvido um dispositivo para simular os movimentos mandíbulo-maxilar durante a fala. Os elásticos foram submetidos a teste dinâmico e estático, por um período de 24 horas. Durante o teste, os elásticos, foram estirados ao comprimento de três vezes o diâmetro interno, de acordo com o índice de extensão padrão informado pelos fabricantes. Em seguida, iniciou-se o teste dinâmico, no qual, os elásticos eram alongados por mais 11mm correspondendo a distância maxilo-mandibular durante a fala, a uma frequência de 5 Hz. Esse ciclo repetiu-se por 10 minutos a cada hora durante 10 horas. Em três períodos os elásticos não participaram de nenhum teste, ou seja, foram removidos do dispositivo, simulando os horários das refeições. Completando assim o tempo de 12 horas do período diurno. Nos períodos restantes, 12 horas, os elásticos permaneceram em teste estático, ou seja, mantiveram estirados a 3 vezes o diâmetro interno, correspondendo ao período noturno do paciente no qual não apresenta movimento mandibulares significativos. As leituras das tensões-força geradas pelos elásticos foram realizadas por meio de um dispositivo de leitura de força modificada para mensurar elásticos quando estirados a distância de três vezes o lúmen. A leitura ocorreu a cada ciclo durante as primeiras 12 horas, uma inicial e a última ocorreu 24 horas após o início do teste, totalizando 14 leituras. Em função das características da amostra o teste estatístico utilizado foi o teste t de Student, ANOVA e teste Scott-Knott. A maior parte dos elásticos apresentaram diferença entre a força encontrada nesta pesquisa e a força informada pelo fabricante. Os elásticos com diâmetro interno de 1/8" apresentaram ruptura durante os testes. Nos elásticos com diâmetro 3/16" de intensidade de força leve, as empresas com melhores desempenhos foram: Morelli, Aditek, Uniden, GAC Dentsply, Orthometric, Rocky Mountain e TP Orthodontics. Nos elásticos com mesmo diâmetro, porém com intensidade de força média, a empresa com menor decaimento de força foi a Uniden, seguido por Morelli, GAC Dentsply, Rocky Mountain, Aditek, Orthometric, TP Orthodontics. Nos elásticos 1/4" com intensidade de força leve, as empresas com menores decaimentos de forças formaram: Uniden, GAC Dentsply, Morelli, Rocky Mountain, TP Orthodontics, Aditek e Orthometric. Os elásticos 1/4" com intensidade de força média, as empresas com menores decaimentos de forças foram: Uniden, seguido por Rocky Mountain, Morelli, Aditek, TP Orthodontics, GAC Dentsply e Orthometric. Os elásticos 5/16" com intensidade de força leve, os elásticos da empresa Uniden apresentaram menores decaimentos de forças, seguido por GAC Dentsply, Aditek, Morelli, Rocky Mountain, Orthometric e TP Orthodontics. Nos elásticos 5/16" de intensidade de força média, as empresas com menores decaimentos de forças foram: Uniden, Rocky Mountain, Morelli, GAC Dentsply, Aditek, Orthometric e TP Orthodontics. Em seguida à análise dos resultados, conclui-se que o maior decaimento de força dos elásticos ocorreram na primeira hora de teste, em média 12,78%, em seguida, a esse período, ocorre um decaimento de menor intensidade de força, em média de 6,95%, durante o período de 24 horas. Sendo indicado as trocas dos elásticos diariamente.
Título em inglês
Analysis of force decay of intermaxillary orthodontic elastics
Palavras-chave em inglês
Elasticity
Elastomers
Latex
Orthodontics
Polymers
Rubber
Resumo em inglês
Intermaxillary latex orthodontic elastics are important auxiliary devices for orthodontic treatment. This study aimed to assess force decay of several commercial brands (Uniden, Morelli, Orthometric, Aditek, Rocky Mountain, TP Orthodontics, and GAC Dentsply) and four sizes (1/8"; 3/16"; 1/4"; and 5/16") with low and median force intensity. A device that simulates mandibular and maxillary speech movement of patients was developed for this research. The elastics were simultaneously subjected to dynamic and static tests for 24 hours. During the static test, the elastics were stretched three times the distance of the inner diameter, as recommended by the manufacturers. Next, the dynamic test began, where the elastics were stretched by an additional 11 mm, which corresponds to the maxillary and mandibular distance during speech, at a 5 Hz rate. This cycle was repeated for 10 minutes every 10 hours. In three periods, the elastics did not participate of any test, meaning they were removed from the device to simulate meal times; thus, the 12-hour daytime was completed. Over the 12 hours remaining, the elastics were maintained in static test, meaning they were stretched three times the inner diameter, which corresponds to the night time of the patient, who did not present significant mandibular movements. Force readings were performed at each cycle over the first 12 hours, and the last reading was performed 24 hours after the beginning of the test. Due to the characteristic of the sample, the statistical tests used were Student t test, ANOVA, and Scott-Knott test. Most of the elastics presented difference between the force found in this research and the one informed by the manufacturer. The 1/8" (3.2 mm) elastics showed rupture during tests. In the 3/16" (4.8 mm) elastics with low force intensity, the best-performing brands were Morelli, Aditek, Uniden, GAC Dentsply, Orthometric, Rocky Mountain, and TP Orthodontics over 24 hours of testing. In elastics with the same diameter but median force intensity, the brand with less force decay was Uniden, followed by Morelli, GAC Dentsply, Rocky Mountain, Aditek, Orthometric, and TP Orthodontics. In the 1/4" elastics with light force intensity, the brands with less force decay were Uniden, GAC Dentsply, Morelli, Rocky Mountain, TP Orthodontics, Aditek, and Orthometric. In the 1/4" elastics with medium force intensity, the brand with less force decay was, again, Uniden, followed by Rocky Mountain, Morelli, Aditek, TP Orthodontics, GAC Dentsply, and Orthometric. In the 5/16" (7.9 mm) elastics with light force intensity, the brand Uniden presented better performance, followed by GAC Dentsply, Aditek, Morelli, Rocky Mountain, Orthometric, and TP Orthodontics. In the 5/16" elastics with median force intensity, the brands with less force decay were Uniden, Rocky Mountain, Morelli, GAC Dentsply, Aditek, Orthometric, and TP Orthodontics. After the analysis of results, it was concluded that the greatest force decay of elastics occurred in the first hour of testing with 12.78% in average; after this period, there was a reduced force decay of 6.95% in average, over 24 hours. Daily changes of elastics are recommended.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-10-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.