• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2013.tde-13042013-124410
Documento
Autor
Nome completo
Suzana Papile Maciel Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Rogerio Nogueira de (Presidente)
Bicudo, Lucilene Arilho Ribeiro
Crosato, Edgard Michel
Paiva, Luiz Airton Saavedra de
Silva, Ricardo Henrique Alves da
Título em português
Estudo estimativo do sexo em crânios da região de Guarulhos-SP utilizando antropologia física e DNA
Palavras-chave em português
Antropologia física
Antropologia forense
Biologia molecular
Caracteres sexuais
Diferenciação sexual
DNA
Odontologia forense
Resumo em português
A investigação do sexo é uma das análises mais importantes na identificação humana. Este trabalho teve como objetivo a determinação do sexo em crânios humanos utilizando três métodos de Antropologica Física, duas quantitativas (Forensic Data Anthropolgy Bank, FDB, 1986 e Oliveira, 1995) e uma qualitativa, (Walker, 2008), e a análise genética pela amelogenina. A amostra foi composta de 66 crânios (34 homens e 32 mulheres) do Centro de Estudo e Pesquisa em Ciências Forenses, Guarulhos, SP. As metodologias foram aplicadas por duas pesquisadoras, que desconheciam o sexo dos crânios. Para o estudo estatístico realizaram-se análise descritiva, média, desvio padrão, análise discriminante linear e logística e regressão logística. A metodologia quantivativa apresentou um acerto de 89,52%. O Método FBD teve uma acurácia de 92,31%, com a elaboração de uma fórmula utilizando as medidas Largura Bizigomática, Altura Nasal, as quais apresentaram o maior dimorfismo entre os sexos, e Altura Básio-bregma e Máximo Comprimento do Crânio. A metodologia de Oliveira et al. (1995) necessitou de ajuste para a população estudada (nova fórmula com acurácia de 76,47% em homens e 78,13% em mulheres). Para o DNA, foi possível determinar o sexo em 86,15% da amostra. Pode-se afirmar que as diferentes metodologias comportaram-se de modo semelhante e com alta acurácia para determinação do sexo. A antropologia física apresenta as vantagens de facilidade de aplicação, reprodutibilidade e baixo custo, porém, necessita de ajustes populacionais. O DNA é mais complexo, necessita de infraestrutura e insumos específicos e pode ter interferência da condição ambiental, fatores que dificultam as análises, entretanto, não precisa ser ajustado á população.
Título em inglês
Estimative study of the sex in skulls from the region of Guarulhos-SP using physical antropology and DNA
Palavras-chave em inglês
DNA
Forensic Odontology
Molecular Biology
Physical Anthropology
Sex characteristics
Sex differentiation
Resumo em inglês
The investigation of the sex is one of the most important analyzes in the human identification. This study aimed to determine the sex in human skulls using three methodologies of Physical Anthropology, two quantitative (Forensic Data Anthropology Bank, FDB, 1986 e Oliveira, 1995) and one qualitative (Walker, 2008) and genetic analysis by amelogenin. The sample was composed by 66 skulls (34 men and 32 women) from the Center for Study and Research in Forensic Science, Guarulhos, SP. The methodologies were applied by two researchers who were unaware of the craniums sexes. For the statistical analysis, there were performed descriptive analysis, average, standard deviation, linear discriminant analysis and logistic and logistic regression. The quantitative methodology presented an accuracy of 89.52%. The FBD method had an accuracy of 92.31%, with the development of a mathematical model using the measures Bizygomatic breadth, Nasal heigh, which showed the biggest dimorphism between the sexes, and Basion-bregma height and Maximum Cranial Length. The Oliveiras et al. (1995) methodology required adjustment for the studied population (new formula with an accuracy of 76.47% in men and 78.13% in women). For the DNA, it was possible to determine the sex in 86.15% of the sample. The different methodologies behaved similarly and with high accuracy in sex determination. Physical anthropology has the advantages of being easy to use, reliability and low cost, but needs population adjustments. The DNA is more complex, requires specific reagents and structure and may have interference from environmental condition, however, does not need to be adjusted to the population.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-05-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.