• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Henriques Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Corrêa, Luciana (Presidente)
Bezinelli, Letícia Mello
Ortega, Karem Lopez
Pereira, Andrea
Título em português
Análise das alterações de paladar durante o transplante de célulastronco hematopoiéticas
Palavras-chave em português
Disgeusia
Papilas gustativas
Transplante de medula óssea
Resumo em português
As alterações do paladar durante o transplante de células tronco hematopoiéticas (TCTH) são frequentemente descritas em períodos após a finalização do transplante, porém pouco se conhece sobre quais sabores e que tipo de alterações de percepção são vivenciadas pelos pacientes durante o transplante. O objetivo deste trabalho foi caracterizar as alterações do paladar e de despapilação presentes no período de neutropenia do TCTH, bem como verificar se há associação entre essas alterações e variáveis clínicas relacionadas ao transplante e à toxicidade na mucosa oral. Também se avaliou o impacto das alterações do paladar e da mucosa oral na qualidade de vida dos pacientes. Foram selecionados 52 pacientes de TCTH autólogo e alogênico, que realizaram testes de acuidade do paladar antes do condicionamento e durante a neutropenia. Os pacientes foram ainda submetidos a oroscopia para avaliação de mucosite oral e despapilação no dorso da língua. Foi também realizado inquérito quanto a xerostomia e a alterações no paladar. Foi realizado teste de acuidade na percepção dos sabores doce, amargo, azedo e salgado, ofertados em soluções contendo concentrações baixas e altas de substâncias estimuladoras desses sabores. A qualidade de vida foi avaliada pelo questionário EORTC QLQ-C30 e QLQ-H&N35. Detectou-se que os 46,1% dos pacientes exibiram alterações do paladar antes do condicionamento do TCTH, mas que essa frequência aumentou para 90,5% durante a neutropenia (teste do c2, p=0.042). O tipo de alteração mais comum foi a hipogeusia dos sabores de concentração mais forte, principalmente do amargo. Alta frequência de pacientes (72,0%) foi detectada exibindo despapilação no período de neutropenia, porém essa despapilação não foi associada às alterações de percepção de cada tipo de sabor. Não houve associação entre alterações do paladar e tipo de transplante, tipo de condicionamento e variáveis relacionadas à toxicidade na cavidade oral e no trato gastrointestinal. Houve associação significativa entre despapilação e duração da mucosite oral >=8 dias (OR= 5,62, IC95% = 0,98-60,30, p=0.039). As alterações salivares e do paladar reduziram significativamente na qualidade de vida durante a neutropenia em comparação ao período que antecedeu o condicionamento. Concluiu-se que as alterações do paladar já estão presentes antes do TCTH, mas há aumento da frequência dessas alterações, principalmente de hipogeusia. A despapilação na língua ocorreu após o condicionamento, e foi associada a maior tempo de duração da mucosite oral. O impacto das alterações salivares e do paladar na qualidade de vida do paciente durante a neutropenia é alto e devem ser minimizados mediante a adoção de estratégias mais abrangentes, que incluam manutenção da integridade da mucosa oral.
Título em inglês
Analysis of taste alterations during hematopoietic cell transplantation
Palavras-chave em inglês
Bone marrow transplantation
Dysgeusia
Taste buds
Resumo em inglês
Taste changes during hematopoietic cell transplantation (HCT) are often described after the end of transplantation, however little is known about which flavors and what type of perception changes are experienced by patients during transplantation. The aim of this study was to characterize the taste alterations and taste buds atrophy present in the period of neutropenia of HCT, as well as to verify if there is association between these alterations and clinical variables related to transplant and oral mucosal toxicity. The impact of taste and oral mucosal changes on patients' quality of life was also evaluated. We selected 52 patients undergoing autologous and allogenic HCT, who underwent taste acuity tests prior to conditioning and during neutropenia. Patients were also submitted to oroscopy for evaluation of oral mucositis and taste buds atrophy. An investigation was also conducted on xerostomia and taste changes. It was carried out an acuity test in the perception of sweet, bitter, sour and salty flavors, offered in solutions containing low and high concentrations of substances stimulating these flavors. Quality of life was assessed by the EORTC questionnaire QLQ-C30 and QLQ-H & N35. It was found that 46.1% of the patients exhibited taste alterations before the conditioning of the HCT, but that this frequency increased to 90.5% during neutropenia (c2 test, p = 0.042). The most common alteration was the hypogeusia of the strongest concentrations, especially bitter. High frequency of patients (72.0%) were detected with taste buds atrophy in the period of neutropenia, but this taste buds atrophy was not associated with alterations in the perception of each type of taste. There was no association between changes in taste and type of transplant, type of conditioning, and variables related to toxicity in the oral cavity and in the gastrointestinal tract. There was a significant association between taste buds atrophy and oral mucositis duration >=8 days (OR = 5.62, 95% CI = 0.98-60.30, p = 0.039). Salivary and taste changes significantly reduced quality of life during neutropenia compared to the pre-condition period. It was concluded that taste alterations are already present before HCT, but there is an increase in the frequency of these alterations, mainly hypogeusia. The tongue taste buds atrophy occurred after conditioning, and was associated with a longer duration of oral mucositis. The impact of salivary and taste changes on patient quality of life during neutropenia is high and should be minimized through the adoption of more comprehensive strategies that include maintenance of oral mucosal integrity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-04-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.