• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Rubens Caliento
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Gallottini, Marina Helena Cury (Presidente)
Borba, Alexandre Meireles
Motta, Ana Carolina Fragoso
Ortega, Karem Lopez
Título em português
Reparação alveolar pós-exodôntica em indivíduos transplantados renais
Palavras-chave em português
Antibioticoprofilaxia
Cicatrização
Conduta
Exodontia
Transplante renal
Resumo em português
A literatura apresenta vários artigos que estudam o tipo e a frequência de alterações bucais em pessoas transplantadas renais, mas é escassa em pesquisas que proporcionem evidências científicas sobre o risco de tratamento odontológico invasivo induzir infecção local ou à distância em receptores de transplante. A escassez de estudos que abordam manejo clínico em procedimentos odontológicos invasivos em pacientes transplantados reflete o empirismo e a falta de homogeneidade nas recomendações das equipes transplantadoras em relação ao manejo odontológico ideal do indivíduo receptor de transplante renal. Este volume apresenta um compilado de três trabalhos científicos que abordaram manejo do indivíduo transplantado renal e a avaliação do desfecho clínico após procedimentos odontológicos invasivos. As pesquisas foram executadas no Centro de Atendimento a Pacientes Especiais (CAPE) da Faculdade de Odontologia da USP. Todas tiveram aprovação do comitê de ética em pesquisa. A primeira pesquisa buscou conhecer, por meio de questionário, as condutas dos cirurgiões dentistas frente ao tratamento odontológico de pacientes transplantados renais. O segundo estudo avaliou retrospectivamente a incidência de complicações após exodontias em pacientes transplantados renais, realizadas no CAPE, por diferentes dentistas, que foram precedidas ou não por antibioticoterapia profilática. O terceiro estudo teve por objetivo avaliar a reparação alveolar após extrações de dentes erupcionados de forma prospectiva, em pacientes transplantados e controles, sem receberem antibioticoterapia profilática. Os resultados mostraram que a maioria dos dentistas entrevistados se sentem inseguros em realizar tratamento odontológico em pacientes transplantados renais e prescrevem antibiótico profilático excessivamente, e com posologia empírica. Foi constatado por meio do estudo retrospectivo que o uso ou não de antibiótico profilático antes de exodontias em indivíduos transplantados renais não afeta o desfecho pós-operatório. Por fim, os resultados do terceiro estudo evidenciaram que não há diferença na epitelização e no reparo alveolar pós-exodôntico entre indivíduos transplantados renais e não transplantados, quando submetidos à exodontias simples, sem o uso de antibiótico profilático.
Título em inglês
Post-extraction socket healing among renal transplant recipients
Palavras-chave em inglês
Antibiotic prophylaxis
Attitude
Renal transplantation
Tooth extraction
Wound healing
Resumo em inglês
The literature presents several papers regarding type and frequency of oral manifestations in renal transplant recipients, but there is a lack of studies that give scientific evidence about the risk of invasive dental treatment to induce local or distant site infection in renal transplant individuals. The lack of studies that focus on clinic management in invasive dental procedures reflects the empiricism and lack of standardization on the recommendations given by the transplant team regarding the ideal dental management of the renal transplant recipient. This volume presents a compilation of three scientific papers that approach the management of renal transplant recipient and the assessment of clinical outcomes after invasive dental procedures. The researches were performed at the Special Care Dentistry Center (SCDC), of School of Dentistry, University of Sao Paulo. All studies had ethical approval. The first study sought to know, through a questionnaire, the conducts of dentists regarding dental treatment on renal transplant recipients. The second was a retrospective study, that assessed post-operative complications following dental extractions performed at SCDC, that was preceded or not by antibiotic prophylaxis. The third was a prospective study, which assessed the socket healing after dental extractions of erupted teeth, on renal transplant recipients and control individuals, without antibiotic prophylaxis. The results show that most dentists interviewed feel insecure on performing dental treatment on renal transplanted patients as these practitioners prescribe prophylactic antibiotics excessively and based on empirical therapeutic posology. It was verified through the retrospective study that the antibiotic prophylactic prescription or non-prescription preceding an invasive dental procedure does not affect the post-operative outcome for renal transplant recipients. Finally, the results of the third study evidenced that there is no difference in post-extraction epithelization and thus healing between renal transplant recipients and non-transplanted individuals, without using antibiotic prophylaxis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-06-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.