• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.25.2001.tde-06082002-194937
Documento
Autor
Nombre completo
Rosa Maria Viana de Braganca Garcez
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Bauru, 2001
Director
Tribunal
Araujo, Paulo Amarante de (Presidente)
Buzalaf, Marilia Afonso Rabelo
Freitas, Cesar Antunes de
Título en portugués
Avaliação da liberação de flúor de resinas compostas em água e ciclagem de pH
Palabras clave en portugués
ciclagem de pH
Flúor
resinas compostas
Resumen en portugués
O flúor tem um papel importante na estrutura dentária diminuindo a desmineralização e potencializando a remineralização. É fundamental conhecer o comportamento dos materiais restauradores no que diz respeito a liberação de flúor, não só em água deionizada, mas também em condições de desafio ácido. O objetivo desse trabalho foi avaliar a liberação de flúor de 6 materiais restauradores, em dois meios de imersão, água deionizada e sistema de ciclagem de pH entre, por 15 dias. Os materiais utilizados foram o Vitremer(VIT), o Dyract (DYR), o Ariston (A), o Tetric Ceram (TET), o Definite (DEF) e o Z 100. Para cada material foram confeccionados 16 corpos-de-prova na forma de discos (11 mm de diâmetro e 1,5 mm de espessura), os quais foram armazenados individualmente em 4 ml de cada solução, sendo 8 para cada meio de imersão. Na ciclagem de pH, o material era mantido 6 horas na solução desmineralizante e 18 horas na solução remineralizante. As soluções foram trocadas diariamente e os espécimes armazenados durante 15 dias. A liberação de flúor foi medida em 0,5 ml de solução adicionada a igual volume de TISAB II. Para os materiais Z 100, DEF e TET em água deionizada, a liberação de flúor foi obtida pela técnica da difusão facilitada por HMDS, nos períodos de 1, 7 e 15 dias. A análise da concentração de flúor foi medida por eletrodo específico para flúor, acoplado ao aparelho analisador de pH/F¯. Todos os materiais liberaram mais flúor no sistema de ciclagem de pH, exceto o Ariston. O pico de liberação foi maior no 1º dia, declinando do 2º dia em diante, e alcançando níveis baixos e constantes a partir do 7 º ao 15º dia. Os resultados foram submetidos a análise de variância a 3 critérios e ao teste de Tukey (p<0,05), para as comparações múltiplas. A liberação total no período do experimento em ordem decrescente, em água deionizada, em µgF¯/mm2 , foi A (3,6603), VIT (1,7529), DYR (0,2481), TET (0,0140), DEF (0,0086) e Z 100 (0,0020) e em ciclagem de pH, VIT (3,4366), A (2,1422), DYR (1,0691), TET (0,0297), Z 100 (0,0067) e DEF (0,0063). Assim concluímos que os materiais apresentaram padrão semelhante de liberação de flúor, exceto o Ariston, que mostrou comportamento estável e liberação constante durante os 15 dias, nos dois meios de imersão. Na ciclagem de pH, houve uma tendência de liberação de flúor de todos os materiais.
Título en inglés
Evaluation of the fluoride release from composed resins in water and in pH - cycling system.
Palabras clave en inglés
composite resins
Fluoride
pH cycling.
Resumen en inglés
The fluoride has an important function in the dental structure reducing the desmineralization and increase the remineralization. It is fundamental to know the behavior of the restoratives materials relative the fluoride release, not only in deionized water, but also in conditions of acid challenge. The aim of the present study was to determine the fluoride release from 6 restoratives materials, in two storage solutions: deionized water and pH-cycling system solution over 15 days. 16 discs (11 mm diameter and 1,5 mm thickness) of materials, Vitremer (VIT), Dyract (DYR), Ariston pHc (A), Tetric Ceram (TET), Definite (DEF) and Z 100 were prepared and suspended individually in 4 mL of each solution, in number of 8 for each medium which was changed every 24 hours. In the pH-cycling system the specimens were immersed 6 hours in the demineralizing solution (pH 4,3) and 18 hours in remineralizing solution (pH 7,0). The solutions were changed daily during a period of 15 days. The fluoride release was determined after buffering the solutions with an equal volume of TISAB II. For the materials Z 100, DEF, TET in deionized water, the fluoride concentration was obtained by the microdiffusion method (Taves) in the periods of 1, 7 and 15 days. The analysis of the fluoride ion concentration in the solutions was measured using a fluoride ion sensitive electrode and a potent iometer ion-analyzer pH/F¯. The results of fluoride concentration in solutions eretransformed into released fluoride amount per material area (µgF¯/mm 2 ). All the materials released more fluoride in the pH-cycling system, exception Ariston. The release peak was larger in the 1st day, dropped at the 2nd and then remained constant from 7º to 15th day. The Ariston showed stable behavior, with small variations along the experiment. The results were submited to statistical analysis by ANOVA and the diferences between the treatments by the Tukey test (p<0,05). In deionized water, fluoride release in mgF¯/mm 2 was A(3,6603), VIT(1,7529), DYR (0,2481), TET (0,0140), DEF (0,0086) and Z 100 (0,0020) and, in pH-cycling system VIT (3,4366), A (2,1422), DYR (1,0691), TET (0,0297), Z 100 (0,0067) and DEF (0,0063), during the whole experimental period.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
TESE.pdf (1.32 Mbytes)
Fecha de Publicación
2004-11-12
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.