• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2005.tde-09022007-101521
Documento
Autor
Nome completo
Safira Marques de Andrade e Silva
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2005
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Ricardo Marins de (Presidente)
Atta, Maria Teresa
Costa, Josimeri Hebling
Título em português
Avaliação in vitro dos efeitos da aplicação de sistemas adesivos, do oxalato de potássio, ou a combinação de ambos, na permeabilidade dentinária
Palavras-chave em português
adesivos dentinários
permeabilidade da dentina
Resumo em português
A tendência atual de simplificação de sistemas adesivos transformou-os em polímeros altamente hidrofílicos e prontamente susceptíveis à permeação de água através de sua estrutura. Estudos recentes têm demonstrado que os sistemas adesivos simplificados se comportam como membranas semipermeáveis, permitindo o movimento de fluidos através da sua estrutura. Soluções a base de oxalato de potássio são efetivos agentes de redução da condutividade hidráulica dentinária. Quando são aplicados na dentina após o condicionamento ácido, podem ser utilizados em associação com os sistemas adesivos sem o comprometimento da adesão. Este trabalho objetivou avaliar os efeitos dos sistemas adesivos AdheSE, One Up Bond F e Single Bond, associados ou não a uma solução a base de oxalato de potássio, na condutividade hidráulica da dentina. Foram realizados preparos de coroas totais em terceiros molares humanos que tiveram suas raízes secionadas e a polpa coronária removida. Os segmentos coronários obtidos foram conectados ao ?Medidor de Fluxo? (Flodec?System, De marco Engineering, Switzerland). A condutividade hidráulica dos espécimes foi mensurada antes e após a aplicação dos sistemas adesivos Single Bond -3M ESPE, One UP Bond F -Tokuyama Inc, AdheSe- Ivoclar- Vivadent. Os adesivos foram aplicados seguindo as recomendações do fabricante (grupos SBF, ADF e OBF), de forma experimental (grupos ADE e OBE), e em combinação com uma solução a base de oxalato de potássio (grupos SBO, ADO e OBO). Cada espécime teve seu valor de permeabilidade original ( smear layer) e máxima (após condicionamento ácido) medidos anteriormente, os quais serviram como parâmetros para o cálculo das respectivas alterações frente aos tratamentos, expressas em porcentagem. Após a determinação da condutividade hidráulica, os preparos foram moldados para obtenção de réplicas em resina, as quais foram examinadas em MEV (JEOL 2800, Japão) para qualificar a permeação de fluido através do adesivo. A Análise de variância a 2 critérios mostrou que apesar dos procedimentos adesivos causarem uma redução significante (p< 0.05) na condutividade hidráulica da dentina condicionada, nenhum foi capaz de eliminar completamente a passagem de fluidos através do adesivo polimerizado. Para os três adesivos testados, o tratamento com o oxalato de potássio foi o tratamento mais eficaz na redução da permeabilidade dentinária e esta diferença foi estatisticamente significante quando comparada aos outros tratamentos (p<0,05). Não houve diferença entre os três sistemas adesivos estudados com relação à redução da permeabilidade dentinária (p> 0,05). A análise das réplicas em MEV mostrou que mesmo após a polimerização do adesivo, a transudação de fluidos pôde ser identificada na superfície de todas réplicas examinadas. Nenhum dos sistemas adesivos testados foi capaz de eliminar a permeação de fluidos através da dentina, contudo a associação destes adesivos com uma solução a base de oxalato de potássio reduziu de forma significante a permeabilidade dentinária.
Título em inglês
Effects of a potassium oxalate gel/adhesive agent combined application on dentin permeability: an in vitro study
Palavras-chave em inglês
dentin adhesives
dentin permeability
potassium oxalate
Resumo em inglês
There is an ongoing trend to move away from classical multi-component bonding systems toward simplified adhesives. An immediate consequence of adhesive simplification is the intrinsic permeability to water that result from their increase in hydrophilicity. Current studies have demonstrated that single-step adhesives may act as semi-permeable membranes that allow water diffusion through its structure. Oxalate desensitizers are effective in reducing the hydraulic conductance of dentin. When oxalates are used after acid- etching they do not interfere with subsequent resin bonding. The objective of this study was to test the effects of adhesives systems with or without the application of an oxalate desensitizer on dentin permeability. Crown preparations were made from human extracted teeth. After the roots were sectioned and the coronal pulp removed, the crown segments were connected to an automatic flow-recording device (Flodec-System, De Marco Engineering, Switzerland). Fluid conductance was measured before and after the bonding procedures with the adhesives Single Bond -3M ESPE, One UP Bond F -Tokuyama Inc and AdheSe- Ivoclar Vivadent. Specimens were prepared and tested after the surface had been bonded according to manufacturer?s instructions (SBF,ADF and OBF groups) , in a experimental way (ADE and OBE groups) or integrating with a oxalate desensitizer gel (SBO, ADO and OBO groups). For each specimen, fluid flow across the smear-layer and bonded dentin was expressed as a percentage of acidetched dentin, which was assigned a value of 100% flow rate. After the hydraulic conductance measures, impressions were taken from the crown segments and epoxy resin replicas were produced for SEM examination. Two-Way ANOVA reveled that the adhesive systems reduced dentin permeability significantly (p< 0.05) compared to acid etched dentin, but no bonding system was able to eliminate the fluid flow though dentin. For the three bonding systems tested, treating the acid-etched dentin with potassium oxalate prior to the application of the adhesive was the most effective in reducing the hydraulic conductance of the specimens, and this difference was significant (p< 0.05) when comparing to the other treatments. There were no significant differences among the adhesives in their ability to reduce dentin permeability (p> 0.05). SEM micrographs of resin replicas showed that transudation of dentinal fluid droplets could be identified on the surfaces of all replicas examined.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Safira.pdf (2.87 Mbytes)
Data de Publicação
2007-06-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.