• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2010.tde-02062011-155115
Documento
Autor
Nome completo
Tassiana Mesquita Simão
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2010
Orientador
Banca examinadora
Janson, Guilherme dos Reis Pereira (Presidente)
Conti, Ana Claudia de Castro Ferreira
Dainesi, Eduardo Alvares
Henriques, Jose Fernando Castanha
Raveli, Dirceu Barnabé
Título em português
Avaliação das alterações dentoesqueléticas e tegumentares do tratamento da má oclusão de Classe II com extrações de dois pré-molares superiores, quatro pré-molares e sem extrações
Palavras-chave em português
Cefalometria
Má Oclusão de Classe II
Protocolos de tratamento
Resumo em português
O objetivo do estudo foi avaliar as estruturas dentoesqueléticas e tegumentares finais, principalmente, a posição dos incisivos superiores de pacientes submetidos ao tratamento sem extrações, com extrações de 2 pré-molares superiores e 4 pré-molares no tratamento da má oclusão de Classe II, divisão 1. Um grupo de oclusão normal também foi utilizado. A amostra de 120 indivíduos foi dividida em quatro grupos, sendo três grupos experimentais e um grupo controle. O grupo 1 constituiu-se de 30 pacientes (19 feminino e 11 masculino), com idade média inicial e final de 12,38 e 14,95 anos, respectivamente, tratados sem extrações. O grupo 2 constituiu-se de 30 pacientes (17 feminino e 13 masculino), com idade média inicial e final de 12,68 e 15,28 anos, respectivamente, tratados com extrações de 2 pré-molares superiores. O grupo 3 constituiu-se de 30 pacientes (15 feminino e 15 masculino), com idade média inicial e final de 13,10 e 15,55 anos, respectivamente, tratados com extrações de 4 pré-molares. O grupo 4 foi constituído de 30 indivíduos (15 feminino e 15 masculino), com idade média de 14,93 anos e oclusão normal derivado do Burlington Growth Centre, Departamento de Ortodontia da Faculdade de Odontologia, Universidade de Toronto, Canadá. As condições oclusais inicial e final dos grupos experimentais foram avaliadas nos modelos de gesso utilizando o Índice Peer Assessment Rating (PAR), e as variáveis cefalométricas finais da amostra foram obtidas em telerradiografias norma lateral e comparadas pelo teste Análise de Variância (ANOVA). Os resultados demonstraram que, o grupo 3 apresentou comprimento maxilar menor do que aquele dos grupos 1 e controle; padrão de crescimento mais vertical, incisivos superiores e inferiores mais extruídos do que nos outros grupos. Os grupos experimentais apresentaram maxila e mandíbula retruídas em relação ao grupo controle. Os incisivos superiores apresentaram-se semelhantes entre os grupos experimentais, porém mais verticalizados nos grupos 2 e 3 em relação ao grupo controle e os inferiores mais vestibularizados no grupo 1 do que nos três grupos. O trespasse horizontal foi menor nos grupos tratados do que no grupo controle e o trespasse vertical foi menor no grupo 2 em relação aos grupos 3 e 4. Os perfis ósseo e tegumentar mostraram-se semelhantes entre os 4 grupos. Portanto, os três protocolos de tratamento foram capazes de restringir o deslocamento anterior da maxila e apresentaram efeitos semelhantes no componente mandibular, trespasse horizontal e, principalmente, na posição dos incisivos superiores. Além disso, esses grupos demonstraram um ótimo relacionamento entre as bases apicais, sem prejudicar o perfil facial em relação ao grupo de oclusão normal.
Título em inglês
Evaluation dentoskeletal and soft-tissue changes of class II malocclusion treatment with two maxillary premolar, four premolar and nonextraction protocols
Palavras-chave em inglês
Cephalometric
Class II malocclusion
Treatment protocols
Resumo em inglês
The objective of this investigation was to evaluate the posttreatment dentoskeletal and soft-tissue characteristics, mainly, the maxillary incisor position of Class II, division 1 patients treated nonextraction, with two maxillary premolar and with four premolar extraction protocols. A control group of normal occlusion was also employed. The sample of 120 subjects was divided into four groups, three experimental groups and one control group. Group 1 comprised 30 patients (19 girls, 11 boys) with initial and final mean age of 12.38 and 14.95 years, respectively, and treated without extraction. Group 2 comprised 30 patients (17 girls, 13 boys) with initial and final mean age of 12.68 and 15.28 years, respectively, treated with extraction of 2 maxillary premolars. Group 3 comprised 30 patients (15 girls, 15 boys) with initial and final mean age of 13.10 and 15.55 years, respectively, treated with extraction of 4 premolars. Group 4 comprised 30 individuals (15 girls, 15 boys) with a mean age of 14.93 years and with normal occlusion from the Burlington Growth Centre, Orthodontics Department of the University of Toronto Dental School, Canada. The initial and final occlusal features of the experimental groups were evaluated on dental casts by Peer Assessment Rating (PAR) and the final cephalometric characteristics of the sample were obtained in lateral cephalogram and compared using ANOVA. The results demonstrated that the maxillary showed a smaller length in group 3 than in group 1 and control group; greater vertical growth pattern and greater maxillary and mandible incisors extrusion in group 3 than in the other groups. The experimental group showed maxillary and mandible retrusion regarding the control group. The maxillary incisors were similar among the experimental groups; however they showed greater upright position in groups 2 and 3 than in the control group. The mandibular incisor presented greater buccal displacement in group 1 than the three groups. The overjet was smaller in experimental groups than in control group and the overbite was smaller in group 2 than in groups 3 and 4. The hard- and soft- tissue were similar in all groups. Therefore, the three treatment protocols were able to restrict the anterior displacement of the maxillary and were similar regarding the mandibular component, overjet, mainly, the maxillary incisor position. Besides that, these groups showed a satisfatory maxillomandibular relationship without impairing the facial profile regarding the normal occlusion group.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-06-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.