• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2009.tde-26052009-111223
Documento
Autor
Nome completo
Carine Ervolino de Oliveira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2009
Orientador
Banca examinadora
Lara, Vanessa Soares (Presidente)
Carvalho, Izabel Maria Marchi de
Rosa, Odila Pereira da Silva
Título em português
Candida albicans e estomatite por dentadura: avaliação da presença do fungo na lesão, na prótese total superior e no sangue
Palavras-chave em português
Candida albicans
Estomatite sob prótese
Resumo em português
Existem poucos estudos a respeito da presença de constituintes fúngicos na circulação sanguínea de indivíduos com estomatite por dentadura (ED) (AHMAD et al., 2002), considerada uma forma localizada de candidose; o que poderia caracterizar o poder de invasão sistêmica do fungo nesta condição local, bem como um prévio reconhecimento desses antígenos por células presentes na circulação sanguínea do hospedeiro, o que poderia explicar aspectos específicos da resposta imune localizada e sistêmica. Assim sendo, este trabalho teve por objetivo avaliar a presença do fungo Candida albicans (C. albicans) no palato, na superfície interna das próteses totais superiores e no sangue de pacientes com ED, em dois momentos distintos. A população de estudo foi composta por indivíduos usuários de prótese total superior (PTS), com e sem estomatite por dentadura, avaliados e selecionados nas clínicas de graduação e pós-graduação da Disciplina de Prótese, do Departamento de Prótese, da Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo (FOB USP). Indivíduos não usuários de próteses removíveis constituíram o grupo controle. Assim o trabalho foi constituído por três grupos, cada um com 14 pacientes. As lesões de estomatite por dentadura foram diagnosticadas clinicamente e por meio de confirmação microbiológica em CHROMAgar Candida, a partir de material biológico coletado da mucosa palatal e da superfície interna da PTS. A PCR foi realizada quando da ocorrência do crescimento de colônias verdes para diferenciação das espécies C. albicans e C. dubliniensis. As amostras de sangue foram analisadas para a detecção de fragmentos de DNA responsáveis pela codificação da proteína da parede da hifa1(Hwp1) de C. albicans, utilizando a técnica da PCR. Os resultados demonstraram que nem os usuários de PTS, independentemente da presença de ED, nem os voluntários não usuários apresentaram a proteína Hwp1 no sangue, em nenhuma das amostras coletadas. A presença de fungos do gênero Candida foi mais frequente (p 0,005) entre os usuários de PTS com ED quando comparado com os outros indivíduos. Além disso, pudemos constatar que os pacientes com diagnóstico clínico e microbiológico de ED não apresentaram distribuição sanguínea de C. albicans.
Título em inglês
Candida albicans and denture stomatitis: evaluation of the presence of yeast in the lesion, upper denture and blood
Palavras-chave em inglês
Candida albicans
Denture stomatits
Resumo em inglês
There are few studies about the presence of yeast constituents in the bloodstream of patients with denture stomatitis (DE), a localizated kind of candidiasis; what could characterize the yeast systemic invasion power in this local condidition, and also previous acknowledgement of these antigens by cells of the entertainer bloodstream, and explain specific features of the immune located and systemic answer. So being, this work had as a goal to evaluate the presence of the yeast Candida albicans (C. albicans) at the palate, at the internal surface of the upper denture and in the blood of patients with DE, at two different moments. The population of study was composed by individuals both with and without upper denture, with and without stomatitis, assessed and selected in the clinics of graduation and postgraduation of the Discipline of Prosthesis, of the Department of Prosthesis, of the Faculdade de Odontologia de Bauru of the University of São Paulo (FOB USP). Individuals who are not users of removable dentures constituted the group control. So the work was constituted by three groups, each one with 14 patients. The injuries of stomatitis were diagnosed clinically and through microbiological confirmation in CHROMAgar Candida, from biological collected material of the palatal mucosa and of the internal surface of the upper denture. The PCR was carried out when the growth of green colonies for differentiation of the stain C. albicans and C. dubliniensis happened. The samples of blood were analyzed for the detection of fragments of DNA responsible for the codification of the hyphal wall protein (Hwp1) of C. albicans. The results demonstrated that not even the users of upper denture, independently of the presence of the DE, not even the volunteers who are not users presented the protein Hwp1 in the blood, in none of the collected samples. The yeast Candida presence was more frequent (p 0,005) in the group 1 when compared with the other groups. Morever, we can conclude that patients with clinic and microbiologic diagnostic have not presented bloodstream distribution of C. albicans.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-06-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.