• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.25.2014.tde-09092014-101931
Documento
Autor
Nombre completo
Nayara Salomão Barini
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Bauru, 2014
Director
Tribunal
Hage, Simone Rocha de Vasconcellos (Presidente)
Fukuda, Marisa Tomoe Hebihara
Herrera, Simone Aparecida Lopes
Título en portugués
Características linguísticas de crianças com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade
Palabras clave en portugués
Comunicação
Testes de linguagem
Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade
Vocabulário
Resumen en portugués
O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é o diagnóstico dado a indivíduos que apresentem quadros de desatenção, hiperatividade e impulsividade. As crianças diagnosticadas com TDAH apresentam uma população heterogênea, com graus variáveis e com a possibilidade de outros transtornos ocorrerem em associação. Existe uma correlação importante entre o diagnóstico de TDAH e a ocorrência de baixo rendimento escolar, distúrbios de aprendizagem e distúrbios de linguagem. Vários trabalhos vêm confirmando dificuldades psicolinguísticas e linguísticas em crianças com TDAH, sendo elas consideradas de risco para alterações de linguagem. Este trabalho investigou as características linguísticas de crianças com TDAH, comparando esta população com seus pares sem alteração quanto ao vocabulário receptivo, compreensão verbal e habilidades pragmáticas, e ainda, comparando as classificações dos resultados dos testes de vocabulário receptivo e compreensão verbal dos indivíduos com TDAH e com desenvolvimento tipico de Linguagem (DTL). Foram selecionados 40 sujeitos, em idade escolar, cuja faixa etária varia entre 7 e 10 anos e 11 meses, de ambos os sexos, sendo 20 deles com diagnóstico interdisciplinar de TDAH (Grupo Experimental GE) e 20 com DTL (Grupo Controle GC), que foram pareados quanto a idade cronológica, gênero e nível de escolaridade. Foram aplicados o TVF-usp, Token Test e Protocolo de Avaliação das Habilidades Pragmáticas. Foi encontrado diferença estatística significante do desempenho de crianças com TDAH quando comparadas aos seus pares (DTL) em relação ao vocabulário receptivo, compreensão verbal e habilidades pragmáticas. Nos testes que possibilitaram uma classificação, TVF-usp e Token Test (avaliação do vocabulário e compreensão verbal, respectivamente) há uma diferença estatisticamente significante nos resultados obtidos, mas metade das crianças do GE apresentou desempenho dentro da média para o vocabulário receptivo. Nas habilidades pragmáticas encontramos que as crianças do GE fazem turnos simples com a mesma frequência do que as do GC, porém apresentam dificuldades na narrativa, com alterações de coesão e coerência. Desta forma, o estudo aponta que crianças com TDAH apresentam maiores dificuldades linguísticas, e que a avaliação de linguagem deve ser sempre realizada. Concluindo, as crianças com TDAH evidenciaram vocabulário receptivo mais limitado, dificuldades de compreensão verbal e pragmáticas nos procedimentos aplicados, apresentando pior desempenho quando comparado com seus pares normais em todas as habilidades testadas. Por outro lado, a comparação das classificações dos testes de vocabulário receptivo e compreensão verbal evidenciou que o desempenho de metade das crianças com TDAH do grupo estudado foi dentro da média, sugerindo que quando as crianças são comparadas uma a uma com seus pares podem mostrar maior defasagem que não é confirmada quando a amostra de crianças normais é maior.
Título en inglés
Linguistic characteristics of children with attention deficit hyperactivity disorder
Palabras clave en inglés
Attention deficit disorder with hyperactivity
Communication
Language tests
Vocabulary
Resumen en inglés
Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD) is the diagnostic given to individuals that present a profile of lack of attention, hyperactivity and impulsiveness. Children diagnosed with ADHD constitute a heterogeneous group, with variable degrees and the possibility that other disorders may be present in association. There is an important correlation between the ADHD diagnosis and the occurrence of low scholar performance, learning disorders, and language disorder. Scientific studies point evidences that determine failure in cognitive function, what may explain on high scale the low scholar performance of ADHD children compared to regular children. Given the presented context, this work seeks to investigate the language characteristics of children with ADHD by comparing this population with their unaltered pairs, regarding receptive vocabulary, verbal comprehension, and pragmatic abilities, and by comparing the classification of results of tests regarding receptive vocabulary and verbal comprehension on ADHD individuals and the control group. On this study 40 subjects were selected on scholar age, between 7 years and 10 years and 11 months, from both genders, of which 20 had been interdisciplinary diagnosed for ADHD (experimental group GE) and 20 with TLD (control group GC), that were paired according to chronological age, gender and scholar level. TVF-usp, Token Test, and Protocol of Evaluation of Pragmatic Abilities were employed. Based on the results, we found a considerable statistical difference on the performance of ADHD children compared to their pairs (TLD) related to receptive vocabulary, verbal comprehension, and pragmatic comprehension. On tests that make classification possible, TVF-usp and Token Test (evaluation of vocabulary and verbal comprehension, respectively) there is statistically considerable difference on observed results, where half the children from the GE demonstrated average performance for receptive vocabulary. On pragmatic resting we found that children from the GE make simple turns with the same frequency of children from the GC, however presented hardships on the narrative, with cohesion and coherency alterations. This way it becomes evident that children with ADHD present more linguistic difficulties, and that language evaluation must be always performed. In conclusion, children with ADHD showed more limited receptive vocabulary and verbal comprehension evidenced that the performance of half the children with ADHD from the studied group was within an average, suggesting that when the children are compared one by one to their pairs, they may present higher deficit that is not confirmed when the sample group of TLD children is larger.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2014-09-10
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.