• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2011.tde-28092011-091706
Documento
Autor
Nome completo
Patricia Danieli Campos
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2011
Orientador
Banca examinadora
Ferrari, Deborah Viviane (Presidente)
Blasca, Wanderléia Quinhoneiro
Wen, Chao Lung
Título em português
Telessaúde: sistematização e avaliação da eficácia da teleconsulta na programação e adaptação de aparelho de amplificação sonora individual
Palavras-chave em português
Audiologia
Auxiliares de audição
Consulta remota
Perda auditiva
Telemedicina
Transtornos da audição
Resumo em português
Uma sistemática de teleconsulta para o processo de programação, verificação e adaptação dos aparelhos de amplificação sonora individuais (AASI) foi desenvolvida e sua eficácia avaliada por meio de um estudo prospectivo, randomizado e cego. Participaram do estudo 50 deficientes auditivos (30 homens; 20 mulheres) candidatos ao uso do AASI, com idades variando entre 39 e 88 anos e média ISO dos limiares audiométricos entre 30 e 68,75dB. Os participantes foram alocados em dois grupos (randomização estratificada): controle (n=25), submetidos aos procedimentos face a face (F) e experimental (n=25) submetidos à teleconsulta (T). O procedimento F foi realizado pelo avaliador 1 em todos os participantes, incluindo: programação do AASI, medidas com microfone sonda (equipamento Unity PC Probe, estímulo speech noise, apresentado em 50, 65 e 80dBNPS) e orientação quanto ao uso e cuidados com o AASI. Para a teleconsulta o participante e um facilitador se posicionaram na sala junto aos equipamentos (ambiente de teste). O avaliador 1 posicionou-se em outra sala (ambiente remoto) com um notebook conectado à LAN USP. Webcams e headsets capturaram áudio e vídeo, transmitidos em tempo real pelo software Polycom PVX (384 kbps), também utilizado para compartilhamento de aplicativos. Por meio desse compartilhamento o avaliador 1 realizava todos os procedimentos diretamente no participante, com auxílio do facilitador. O tempo despendido para as consultas F e T foi cronometrado. Após as consultas o avaliador 2, cego quanto aos grupos, realizou a avaliação de percepção da fala (Hearing in Noise Test - HINT Brasil) para obter o limiar de reconhecimento de fala no silêncio (LRF) e a relação sinal/ruído (S/R) em que os participantes reconheciam 50% das sentenças apresentadas. Aproximadamente um mês após as consultas foi realizada (avaliador 2) a análise do tempo diário de uso do AASI (via datalogging do dispositivo) e do benefício e satisfação em vida diária (questionário International Outcome Inventory for Hearing Aids - IOI-HA). Maior tempo para a programação e verificação e menor tempo para orientação foi observado para o grupo experimental, sendo este estatisticamente significativo (teste t de Student). Não houve diferença entre grupos no tempo total do atendimento em minutos (82,2 controle e 81,3 experimental). A equiparação das medidas com microfone sonda aos respectivos targets foi similar para os dois grupos. Não houve diferença significativa (teste t) entre as médias do LRF no silêncio (56,24 controle e 51,78 experimental) e da relação S/R (4,94 controle e 4,17 experimental), o tempo médio de uso do AASI em horas (7,26 controle e 7,44 experimental) e das pontuações total e dos itens do questionário IOI-HA. Houve correlação (Spearman) positiva forte e significativa entre o tempo de uso do AASI e o tempo de uso informado pelo participante, para ambos os grupos. Para alguns participantes durante a teleconsulta houve interrupção da transmissão de áudio e vídeo que foi prontamente solucionada. Concluiu-se que a teleconsulta é um procedimento eficaz para a realização da programação, verificação do AASI e orientação de usuários quando, por algum motivo, serviços face a face não estiverem disponíveis.
Título em inglês
Audiology telehealth: systematization and evaluation of teleconsultation efficacy for hearing aid programming and fitting
Palavras-chave em inglês
Audiology
Hearing aids
Hearing disorders
Hearing loss
Remote consultation
Telemedicine
Resumo em inglês
A teleconsultation system for hearing aid (HA) programming, verification and fitting has been developed and its efficacy assessed through a prospective, randomized and blind study. Fifty hearing impaired individuals (30 men; 20 women), HA candidates, in the age range 39 - 88 years and ISO mean of audiometric thresholds between 30 and 68.75dBNA, participated in the study. The participants were divided into two groups (stratified randomization): control (n=25), submitted to face to face procedures (F) and experimental (n=25), submitted to teleconsultation (T). Procedure F was performed by evaluator 1 in all participants: HA programming, probe microphone measures (Unity PC Probe equipment, speech noise stimulus presented at 50, 65 and 80dBSPL) and HA use and care orientation. For the teleconsultation, the participant and a facilitator positioned themselves in the room with the equipment (test environment). Evaluator 1 stayed in another room (remote environment) with a notebook connected to the LAN USP. Webcams and headsets captured audio and video, transmitted in real time by software Polycom PVX (384 kbps), utilized as well for application sharing, through which evaluator 1 performed all the procedures directly in the patient, aided by the facilitator. The time spent for consultations F and T was recorded. Following the consultations, evaluator 2, blind to the groups, performed the speech perception assessment (Hearing in Noise Test - HINT Brazil) so as to obtain the speech reception threshold (SRT) in silence and the signal/noise ratio (S/N) in which the participants recognized 50% of the sentences presented. Nearly a month following the consultations the evaluator 2 carried out the analysis of daily time of HA use (via datalogging of the device) as well as benefit and satisfaction (questionnaire International Outcome Inventory for Hearing Aids - IOI-HA). An statistically significant (Students t test) greater time for the programming and verification and a smaller one for HA orientation were observed for the experimental group. No difference was found between the groups for the total consultation time in minutes (control: 82.2; experimental: 81.3). The real ear measures matching to targets were similar for the both groups. No significant difference was observed (Students t test) between the means of SRT in silence (56.24 control and 51.78 experimental) as well as the S/N ratio (4.94 control and 4.17 experimental), the daily amount HA use in hours (7.26 control and 7.44 experimental) and the IOI scores. For both groups there was a positive, strong and significant correlation (Spearman) between the daily amount of HA use (datalogging) and the reported HA use. For some participants, during the teleconsultation, the transmission of audio and video was interrupted, but readily restored. Conclusion: teleconsultation is an effective procedure for hearing aid programming, verification and fitting when face to face services are not available.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-10-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.