• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2011.tde-07072011-090055
Documento
Autor
Nome completo
Amanda Amaral Vassoler
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2011
Orientador
Banca examinadora
Henriques, Jose Fernando Castanha (Presidente)
Almeida, Renato Rodrigues de
Chiqueto, Kelly Fernanda Galvão
Título em português
Comparação das alterações cefalométricas no tratamento da má oclusão de Classe II, 1ª divisão, com os aparelhos MARA e Bionator, seguidos do aparelho fixo
Palavras-chave em português
Aparelhos Ativadores
Má Oclusão de Angle Classe II
Ortodontia Corretiva
Resumo em português
A proposta deste estudo consistiu em avaliar, cefalometricamente, as alterações dentárias e esqueléticas promovidas pelos aparelhos MARA e Bionator, seguidos do aparelho ortodôntico fixo, no tratamento da má oclusão de Classe II, 1ª divisão. A amostra foi composta por 40 pacientes, divididos em dois grupos. O Grupo MARA foi composto por 18 jovens, 12 do gênero masculino e 6 do gênero feminino, sendo que, 22,22% apresentavam ½ Classe II, 38,89% ¾ de Classe II e 38,89% Classe II completa nos molares. A idade inicial variou entre 10,29 anos e 14,99 anos (média de 11,96 anos). Estes pacientes foram selecionados prospectivamente entre os jovens que procuraram tratamento ortodôntico na clínica de Ortodontia da Faculdade de Odontologia de Bauru Universidade de São Paulo, durante o ano de 2006 e tratados por meio do aparelho MARA seguido do aparelho ortodôntico fixo, por um período médio de 3,47 anos. O Grupo Bionator, composto por 22 jovens, sendo 13 do gênero masculino e 9 do gênero feminino, com idade inicial média de 11,38 anos, apresentavam 27,27% dos indivíduos com ½ Classe II, 27,27% ¾ de Classe II e 45,45% Classe II completa nos molares. Foram selecionados retrospectivamente a partir do acervo da Disciplina de Ortodontia da Faculdade de Odontologia de Bauru Universidade de São Paulo e tratados por meio do aparelho Bionator seguido do aparelho ortodôntico fixo, por um período médio de 3,95 anos. Para cada paciente foram utilizadas duas telerradiografias em norma lateral, uma na fase inicial e outra ao término do tratamento ortodôntico fixo. Utilizou-se o teste t de Student, para amostras independentes, a fim de se comparar as idades iniciais e finais, o tempo de tratamento, as variáveis cefalométricas iniciais e finais e as alterações médias reais na comparação intergrupos. O gênero dos jovens e a severidade da má oclusão entre os grupos foram avaliados pelo teste do Qui-quadrado. Para avaliar as alterações iniciais e finais dentro de cada grupo tratado, realizou-se o teste t para amostras dependentes. Os resultados revelaram que ambos os aparelhos proporcionaram alterações semelhantes no desenvolvimento maxilar e mandibular, na relação maxilomandibular, no padrão de crescimento, bem como no arco superior e nas relações dentárias. No arco inferior, os molares sofreram uma angulação distal significante do seu longo eixo nos dois grupos, porém com maior quantidade de angulação no Grupo Bionator.
Título em inglês
Comparison of cephalometric changes on the treatment of Class II, Division 1 malocclusion with the MARA and Bionator appliances followed by fixed appliances
Palavras-chave em inglês
Activator Appliances
Angle Class Malocclusion II
Orthodontics Corrective
Resumo em inglês
This study aimed to evaluate, cephalometrically, dental and skeletal changes promoted by the MARA and Bionator, followed by fixed appliances on the treatment of Class II, Division 1 malocclusion. The sample comprised 40 young subjects, divided into two groups. MARA Group, was comprised 18 patients, 12 males and 6 females, among which 22.22% exhibited ½-cusp Class II, 38.89% ¾-cusp Class II, and 38.89% full-cusp Class II malocclusions (molar relationship). The initial age ranged from 10.29 years to 14.99 years (mean of 11.96 years). These patients were prospectively selected among young subjects who seek orthodontic treatment at the Orthodontic Department at Bauru Dental School, University of São Paulo, Brazil, during 2006 and treated with the MARA appliance followed by fixed appliances for a mean period of 3.47 years. Bionator Group, consisted of 22 patients, 13 males and 9 females, with initial mean age of 11.38 years; 27.27% exhibited ½-cusp Class II, 27.27% ¾-cusp Class II and 45.45% full-cusp Class II malocclusions (molar relationship). These patients were retrospectively selected from the files of the Orthodontic Department at Bauru Dental School, University of São Paulo, Brazil and treated with the Bionator followed by fixed appliances for a mean period of 3.95 years. The initial and final lateral cephalograms of individuals in the two groups were evaluated. The Student t test for independent samples was applied to compare the initial and final ages, the period of treatment, the initial and final cephalometric variables and the actual mean changes between the two groups. The distribution of genders and the severity of malocclusion between the groups were evaluated by the chi-square test. The changes between the initial and final stages of each group were evaluated by the t test for dependent samples. The results showed that, for both appliances, there was no significant change in maxillary and mandibular development, in the maxillomandibular relationship, the growth pattern, as well as in the maxillary arch and dental relationships. The mandibular molars presented significant distal angulation in both groups, with greater angulation in the Bionator Group.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-07-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.