• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2014.tde-10102014-144648
Documento
Autor
Nome completo
Patricia Elizabeth Souza Matos
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2014
Orientador
Banca examinadora
Lauris, José Roberto Pereira (Presidente)
Bastos, Roosevelt da Silva
Carvalho, Suzana Papile Maciel
Casotti, Cezar Augusto
Dalben, Gisele da Silva
Título em português
Análise da atenção em saúde bucal sob a ótica do sistema de informação da atenção básica
Palavras-chave em português
Atenção primária à saúde
Saúde bucal
Sistemas de informação em saúde
Resumo em português
No começo do século XXI o Brasil iniciou mudanças importantes para o desenvolvimento de políticas de saúde bucal voltadas para necessidade da população brasileira, até então negligenciadas. A inserção das equipes de saúde bucal (ESB) na Estratégia de Saúde da Família (ESF) e a Política Nacional de Saúde Bucal constituíram-se importantes medidas em busca da transformação e do avanço das ações de saúde bucal no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Contudo, configura-se a necessidade em estabelecer uma estratégia de Vigilância em Saúde Bucal, com a institucionalização de meios de monitoramento e avaliação, através da inclusão de alguns indicadores de saúde bucal na atenção básica do SUS. Este estudo tem o propósito de fazer uma análise da saúde bucal no Brasil, a partir da coleta de dados secundários oficiais de 27 capitais brasileiras, disponíveis no Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB), no período entre 2012 e 2013. Trata-se de um estudo do tipo ecológico de caráter descritivo, onde foram calculados indicadores de saúde, como cobertura estimada de equipes de saúde bucal na Estratégia de Saúde da Família, e alguns indicadores de saúde bucal da Atenção Básica, que neste caso, devido a falhas no SIAB, a análise ficou restrita a 18 capitais. Os resultados mostraram grande variação na cobertura de ESB da ESF, de 1,23% (Belém) em 2012 a 87,68% (Teresina) em 2013. E em se tratando da análise dos indicadores de saúde bucal na Atenção Básica das 18 capitais, a média da ação coletiva escovação dental supervisionada foi 30,13% em 2012, e 29,03% em 2013; a cobertura média da primeira consulta odontológica programática foi de 10,35% em 2012, e 11,27% em 2013; e a média de atendimentos de urgência odontológica por habitante foi a mesma (0,03) em 2012 e 2013. Já o indicador que mede a capacidade do serviço em concluir os tratamentos odontológicas iniciados, o pior resultado foi encontrado em João Pessoa (0,06 e 0.11) e o melhor em Palmas (0,79 e 0,74); enquanto que a média de instalações de próteses dentárias foi baixa em todas as capitais, sendo as maiores (0,06) em João Pessoa e Campo Grande, no ano de 2012. No geral, houve pouca variação dos indicadores entre 2012 e 2013. A identificação de problemas na obtenção e registro de dados no SIAB compromete a utilização dos indicadores, e interfere na produção de informações consistentes e confiáveis que permitam a análise da atenção em saúde bucal no país.
Título em inglês
Analysis of oral health from the standpoint of Primary Health Information System
Palavras-chave em inglês
Health information systems
Oral health
Primary health care
Resumo em inglês
In the early 21st century, Brazil initiated important changes to the development of oral health policies targeted to the needs of the Brazilian population, which were neglected until then. The inclusion of oral health teams in the Family Health Strategy and the National Oral Health Policy were important measures in the search for transformation and advancement of oral health actions in the Brazilian Public Health System (SUS). However, there is the need to establish a strategy of Oral Health Surveillance, with the establishment of means for monitoring and evaluation, by the inclusion of some oral health indicators in the basic care of SUS. This study aimed to analyze the oral health in Brazil, based on collection of official secondary data from 27 Brazilian capitals, available in the Primary Health Information System (SIAB), in the period between 2012 and 2013. This was an ecological descriptive study and involved calculation of health indicators, including the estimated coverage of oral health teams in the Family Health Strategy, and some oral health indicators in Basic Care, in which case the analysis was restricted to 18 capitals due to failures in SIAB. The results revealed great variation in the coverage of ESB in the ESF, from 1.23% (Belém) in 2012 to 87.68% (Teresina) in 2013. Concerning the analysis of oral health indicators in Basic Care of the 18 capitals, the mean of collective action of supervised toothbrushing was 30.13% in 2012, and 29.03% in 2013; the mean coverage of the first programmatic dental consultation was 10.35% in 2012, and 11.27% in 2013; and the mean number of dental emergency attendances per inhabitant was the same (0.03) in 2012 and 2013. With regard to the indicator that assesses the service capacity to complete initiated dental treatments, the worst outcome was observed in João Pessoa (0.06 and 0.11) and the best in Palmas (0.79 and 0.74); while the mean number of placement of dental prostheses was low in all capitals, being the highest (0.06) in João Pessoa and Campo Grande, in the year 2012. In general, there was little variation in the indicators between 2012 and 2013. The identification of problems in data achievement and registry in SIAB compromises the utilization of indicators and interferes with the production of consistent and reliable information that may allow the analysis of oral health care in the country.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-10-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.