• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2011.tde-13072011-163042
Documento
Autor
Nome completo
Renata Biella de Salles Oliveira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2011
Orientador
Banca examinadora
Janson, Guilherme dos Reis Pereira (Presidente)
Freitas, Marcos Roberto de
Navarro, Paula Vanessa Pedron Oltramari
Título em português
Confiabilidade e validade do Índice de prioridade de tratamento
Palavras-chave em português
Má oclusão
Reprodutibilidade
Validade
Resumo em português
O presente trabalho teve como objetivo estimar a confiabilidade e validade do Índice de Prioridade de Tratamento (IPT) na avaliação das alterações oclusais, através da análise de 200 modelos selecionados do Arquivo de Ortodontia da Faculdade de Odontologia de Bauru, apresentando os diferentes tipos de má oclusão. Estes modelos foram avaliados em dois momentos, o primeiro, por uma comissão formada por 16 experientes ortodontistas que os avaliou subjetivamente quanto à severidade da má oclusão, dificuldade e duração do tratamento necessário. Em um segundo momento, os modelos foram avaliados através do IPT por dois ortodontistas previamente calibrados para a utilização do índice. A confiabilidade intraexaminador foi testada a partir da reavaliação de 50 pares de modelos e foi calculada pelo coeficiente de correlação intraclasse (CCI), além do teste t dependente. A confiabilidade interexaminador foi estimada sobre os 200 pares de modelos de estudo, sendo calculada pelo CCI e pelo teste t independente. Por fim, a validade do índice foi avaliada pelo comparando-se as médias dos valores obtidos pelo IPT e as percepções subjetivas através do coeficiente de correlação de Pearson. Por motivos comparativos, os modelos também foram analisados através do índice PAR (Peer Assessment Rating), que é um instrumento válido e amplamente aceito na avaliação dos resultados oclusais. Os resultados mostraram que o IPT, assim como o PAR, é um índice altamente reprodutível, uma vez que revelou altos níveis de concordância inter (ICC=0,97) e intraexaminador (ICC1=0,97 e ICC2= 0,96), e válido para investigar a severidade da má oclusão (R=0,25), dificuldade do tratamento (R=0,24) e duração do tratamento (R=0,29). No entanto, apesar de significantes, as correlações encontradas pelo IPT durante a validação foram muito fracas, principalmente em comparação com o índice PAR. Conclui-se, portanto, que o IPT apesar de reprodutível, possui pouca validade como um instrumento de avaliação das alterações oclusais.
Título em inglês
Reliability and validity of the Treatment Priority Index (TPI)
Palavras-chave em inglês
Malocclusion
Reproducibility
Validity
Resumo em inglês
The present study sought to estimate the reliability and validity of the Treatment Priority Index (TPI) for assessment of occlusal changes through analysis of 200 dental casts from the files of the Department of Orthodontics at Bauru Dental School, selected as a representative sample of the various types of malocclusion. These casts were evaluated twice: first, by a panel of 16 experienced orthodontists, who carried out subjective assessments of the severity of malocclusion and predicted the difficulty and duration of the required treatment. In another moment, the casts were assessed with the TPI by two orthodontists calibrated beforehand. The intrarater reliability was tested by means of reassessment of 50 pairs of models, with an intraclass correlation coefficient (ICC) and the dependent t-test. The inter-rater reliability was estimated considering all 200 casts, through the ICC and the independent t-test. Finally, the validity of the index was assessed by comparison between average TPI scores and subjective perceptions through Pearsons correlation coefficient. For comparative purposes, dental casts were also analyzed using the PAR (Peer Assessment Rating) index, a valid and widely accepted instrument for assessment of occlusal outcomes. Results showed that the TPI is a highly reproducible index, as is the PAR, with high levels of inter-rater (ICC=0.97) and intra-rater reliability (ICC1=0.97, ICC2=0.96), and is a valid instrument for assessment of malocclusion severity (R=0.25), treatment difficulty (R=0.24) and treatment duration (R=0.29). However, despite their statistical significance, the TPI correlations were very weak, particularly on comparison with the PAR. Despite its reproducibility, the TPI has very limited validity for assessment of occlusal changes provided by the orthodontic treatment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-07-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.