• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2013.tde-05062013-092922
Documento
Autor
Nome completo
João Paulo Corrêa Barros
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2013
Orientador
Banca examinadora
Sant'Ana, Adriana Campos Passanezi (Presidente)
Greghi, Sebastiao Luiz Aguiar
Sampaio, José Eduardo Cezar
Título em português
Efeitos do condicionamento ácido na descontaminação da superfície radicular e no recobrimento radicular: análise em MEV e estudo clínico randomizado
Palavras-chave em português
Condicionamento ácido
Descontaminação
Hipersensibilidade dentinária
Recobrimento radicular
Superfície radicular
Resumo em português
O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos do condicionamento radicular em diferentes tempos de aplicação na descontaminação das superfícies radiculares in vitro e avaliar seus efeitos no recobrimento radicular em seres humanos. Para o estudo in vitro, 132 fragmentos radiculares foram divididos em 11 grupos (n=12), de acordo com o tratamento: AF180 Raspagem e Alisamento Radicular (RAR) + aplicação de ácido fosfórico (AF) por 180 segundos; AF90 RAR + AF por 90 segundos; EDTA180 RAR + EDTA por 180 segundos; EDTA90 RAR + EDTA por 90 segundos; ACT180 RAR + ácido cítrico associado à tetraciclina (AC+T) por 180 segundos; ACT90 RAR + [AC+T] por 90 segundos; AC180 RAR + ácido cítrico (AC) por 180 segundos; AC90 RAR + AC por 90 segundos; T180 RAR + Tetraciclina ácida (T) por 180 segundos; T90 RAR + T por 90 segundos; Controle RAR. Os fragmentos foram analisados por meio de microscopia eletrônica de varredura para determinar o grau de descontaminação da superfície radicular, de acordo com os índices de rugosidade superficial (IRS), cálculo residual (ICR), perda de substância dentária (IPSD), presença de restos teciduais (IPRT) e remoção da smear layer (IRSL). Os resultados obtidos foram analisados estatisticamente pelo método de Kruskal-Wallis. No estudo clínico randomizado, 27 pacientes com idade variável entre 23 e 60 anos (39,9 ± 13,22 anos), de ambos os sexos, apresentando recessão gengival classes I ou II de Miller, foram aleatoriamente alocados em três diferentes grupos para avaliar os efeitos do condicionamento ácido no recobrimento radicular: G180- aplicação de ácido cítrico associado à tetraciclina (ACT) durante 3 minutos após RAR (n= 20 sítios); G90- aplicação de ACT durante 90 segundos após RAR (n= 20 sítios); G0- RAR (n= 20 sítios). Todos os sítios foram tratados por meio de enxerto de tecido conjuntivo subepitelial. As medidas de profundidade de sondagem (PS), nível de inserção clínica (NIC), altura da recessão (AR), quantidade de gengiva ceratinizada (GC), índice de sangramento à sondagem (ISS) e índice de placa (IPl) foram investigadas nos exames inicial e pós-operatórios de 1, 3, 6 e 12 meses. Os pacientes responderam a questionário para determinar a intensidade da sensibilidade radicular segundo escala de dor variável de 0 (ausente) a 10 (máximo de dor) no exame inicial, aos 7 e 14 dias, 1, 3, 6 e 12 meses pós-operatórios. O grupo controle apresentou os maiores índices de rugosidade superficial (2,0 ± 1,02) e remoção da smear layer (3,83 ± 1,19), enquanto que o grupo EDTA180 apresentou os menores índices de cálculo residual (1,33 ± 0,63), IPSD (1,0 ± 0,0), IPRT (1,08 ± 0,28) e IRSL (1,08 ± 0,28). Não houve diferença estatisticamente significante (p>0.05) entre os grupos EDTA180, EDTA 90, AC90, AC180, ACT90 e ACT180 em todos os índices investigados. No estudo clínico, observou-se ganho significante (p<0.0001) de inserção clínica, redução da altura da recessão e aumento da faixa de gengiva ceratinizada em todos os grupos, sem alteração significante da profundidade de sondagem (p> 0.05). O percentual médio de recobrimento radicular foi maior no G180 (59,58% ± 34,76%), porém sem diferenças significantes (p= 0.31) em relação aos grupos G90 (52,12% ± 30,98%) e G0 (40,87% ± 36,96%). Houve maior redução média da recessão no G90 (1,95 ± 1,27) do que no grupo controle (0,95 ± 1,05), porém sem diferenças significantes (p> 0.05) em relação ao G180 (1,20 ± 0,69). Observou-se maior quantidade de GC nos grupos G90 (3,50 ± 1,90) e G180 (4,05 ± 0,44) após 12 meses, com diferenças estatisticamente significantes (p=0.0018) em relação ao G0 (2,0 ± 1,41). Houve redução significante da sensibilidade radicular em todos os grupos (p< 0.0001), sem diferenças entre os grupos (p> 0.05). Esses achados sugerem que o uso de condicionamento da superfície radicular favorece o aumento da faixa de gengiva ceratinizada e a redução da recessão, com diminuição da sensibilidade radicular. Dentre os diferentes tipos de agentes condicionantes investigados, os melhores resultados foram observados com EDTA a 24%, AC pH 1,0 e ACT, podendo ser empregados pelos períodos de 90 segundos ou 3 minutos.
Título em inglês
Effects of acid conditioning in root surface decontamination and in root coverage: analysis by SEM and randomized clinical trial
Palavras-chave em inglês
Acid conditioning
Decontamination
Hypersensitivity
Root coverage
Root surface
Resumo em inglês
The aim of this study was to investigate the effects of root conditioning in different periods of time in decontamination of root surfaces in vitro and to evaluate the effects in root coverage in humans. For the in vitro study, 132 root fragments were separated in 11 groups, according to treatment: PA180 scaling and root planing (SRP) + phosphoric acid (PA) application for 180 seconds; PA90 SRP + PA application for 90 seconds; EDTA180 SRP + EDTA application for 180 seconds; EDTA90 SRP + EDTA application for 90 seconds; ACT180 SRP + citric acid associated to tetracycline (ACT) for 180 seconds; ACT90 SRP + ACT for 90 seconds; AC180 SRP + citric acid (CA) for 180 seconds; AC90 SRP + CA for 90 seconds; T180 SRP + acid tetracycline (T) for 180 seconds, T90 SRP + T for 90 seconds; Control SRP. Fragments were analysed by scanning electron microscopy to determine the degree of root surface decontamination, according to surface rugosity index (SRI), residual calculus index (RCI), loss of tooth substance index (LTSI), presence of tissue remnants index (PTRI) and removal of smear layer index (RSLI). The results obtained were statistically analysed according to Kruskal Wallis method. At the randomized clinical trial, 27 patients aged 23-60 years (39,9 ± 13,22 years), both genders, presenting Millers class I or II recessions, were randomly allocated into one of the following groups to investigate the effects of acid conditioning in root coverage: G180- application of citric acid associated to tetracycline (ACT) for 3 minutes after SRP(n= 20 sites); G90- application of ACT for 90 seconds after SRP (n= 20 sites); G0- RAR (n= 20 sites).All sites were treated by subepithelial connective tissue graft. Probing depth (PD), clinical attachment level (CAL), recession heigth (RH), width of keratinized gingiva (KGW), sulcular bleeding index and plaque index were investigated at baseline and at 1, 3, 6 and 12 months postoperative. Patients have answered a questionnaire to determine the intensity of hypersensitivity according to a pain scale varying from 0 (absent) to 10 (highest pain) at baseline and 7 and 14 days, 1, 3, 6 and 12 months postoperative. Control group showed the highest RSI (2.0 ± 1.02) and RSLI (3.83 ± 1.19), while EDTA180 showed the lowest RCI (1.33 ± 0.63), LTSI (1.0 ± 0.0), PTRI (1.08 ± 0.28) and RSLI (1.08 ± 0.28). No significant differences (p> 0.05) were observed among EDTA180, EDTA90, AC90, AC180, ACT90 and ACT180 at all investigated indexes. At randomized clinical trial, a significant (p< 0.0001) gain of attachment level, reduction of recession height and increase in keratinized gingiva width in all groups, along with no significant alteration in PD (p> 0.05).The mean percentage of root coverage was greater at G180 (59.58% ± 34.76%), but with no significant differences (p= 0.31) when compared to G90 (52.12% ± 30.98%) and G0 (40.87% ± 36.96%). A higher mean reduction of recession height was observed at G90 (1.95 ± 1.27) than at control group (0.95 ± 1.05), but with no significant differences (p> 0.05) when compared to G180 (1.20 ± 0.69). A wider keratinized gingiva was observed at G90 (3.50 ± 1.90) and G180 (4.05 ± 0.44) after 12 months, with significant differences (p=0.0018) when compared to G0 (2.0 ± 1.41). A significant reduction of hypersensitivity was observed at all groups (p< 0.0001), with no differences among groups (p> 0.05). These findings suggest that root conditioning favors an increase in keratinized gingiva width and reduction of recession height, along with reduction of hypersensitivity. Among the different types of conditioning agents, the best results were observed with 24% EDTA, CA pH 1.0 and ACT applied for 90 seconds or 3 minutes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-06-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.