• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2013.tde-22112013-105046
Documento
Autor
Nome completo
Adelina da Conceição Mendes
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2013
Orientador
Banca examinadora
Sant'Ana, Adriana Campos Passanezi (Presidente)
Orrico, Silvana Regina Perez
Rezende, Maria Lucia Rubo de
Título em português
Prevalência de doenças periodontais em amostra populacional da província de Maputo, Moçambique
Palavras-chave em português
África
Doença periodontal
Epidemiologia
Fatores de risco
Resumo em português
O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência e severidade da doença periodontal em amostra populacional da província de Maputo, Moçambique. Foram avaliados 120 voluntários de 15 a 72 anos quanto às medidas de profundidade de sondagem, recessão ou hiperplasia, nível de inserção, índice de sangramento gengival e índice de placa. Os indivíduos foram divididos em quatro grupos de acordo com a faixa etária: Grupo 1- indivíduos de 15 a 24 anos (n=30); Grupo 2- indivíduos de 25 a 34 anos (n= 30); Grupo 3- indivíduos de 35 a 44 anos (n= 30); Grupo 4- indivíduos com idade ≥45 anos (n=30). Os hábitos de higiene, cuidados de saúde bucal e condições de saúde sistêmica foram investigados por meio da aplicação de questionário de saúde. A maioria dos indivíduos apresentava baixa frequência diária de escovação e não usava fio dental. A profundidade de sondagem média foi de 2,5 ± 0,51mm, sem diferenças significativas entre os grupos (p> 0.05; ANOVA pós-teste Tukey). O nível de inserção clínica foi de 1,21 ± 0,87 mm, sendo maior na faixa etária mais velha (p<0.0001; ANOVA pós-teste Tukey). O índice de sangramento gengival foi de 0,17 ± 0,14, sem diferenças entre os grupos (p= 0.68; Kruskal-Wallis) e o índice de placa foi de 0,27 ± 0,26, também sem diferenças entre os grupos (p= 0.78; Kruskal-Wallis). Houve 100% de prevalência de doença periodontal, considerando-se a presença desangramento à sondagem em pelo menos 1 sítio da cavidade bucal. A prevalência de periodontite, definida pela presença de pelo menos dois sítios com perda de inserção ≥3 mm e 2 sítios com profundidade de sondagem ≥4 mm em dentes diferentes, foi de 83,33%, influenciada significativamente pelo nível de instrução (p=0.049; ANOVA a dois critérios/Tukey) e renda familiar mensal (p< 0.0001; ANOVA a dois critérios/Tukey). Do total avaliado, 58 (48,33%) indivíduos apresentaram perda de inserção ≥3 mm em mais de 5% dos sítios proximais presentes. Esses achados sugerem que a prevalência e extensão da doença periodontal são altas na amostra populacional de Moçambique, levando à necessidade de adoção de estratégias preventivas eficazes.
Título em inglês
Prevalenceof periodontal diseaseat Maputo Province, Mozambique
Palavras-chave em inglês
Africa
Epidemiology
Periodontal disease
Riskfactors
Resumo em inglês
The aim of this study was to investigate the prevalence and severity of periodontal disease in a sample population of Maputo Province, Mozambique.A total of 120 individuals aged 15-72 years were examined according to pocket probing depth, gingival recession or hyperplasia, clinical attachment level, gingival bleeding index and plaque index.Volunteers were divided into four groups according to age range: Group 1- 15 to 24 years (n=30); Group 2- 25 to 34 years (n= 30); Group 3- 35 to 44 years (n= 30); Group 4- ≥45 years (n=30).Hygiene measures, oral health care and systemic conditions were investigated by the application of a health questionnaire.Most individuals showed a low frequency of oral hygiene and did not report flossing. Mean probing depth was 2.5 ± 0.51mm, with no significant differences between groups (p> 0.05; ANOVA post-testTukey). Clinical attachment level was 1.21 ± 0.87 mm, being greater at Group 4 (p< 0.0001; ANOVA post-testTukey). Gingival bleeding index was 0.17 ± 0.14, with no significant differences between groups (p= 0.68; Kruskal-Wallis) and plaque index was 0.27 ± 0.26, also with no differences between groups (p= 0.78; Kruskal-Wallis). There was a 100% prevalence of periodontal disease, considering the presence of bleeding on probing in at least one site. The prevalence of periodontitis, defined by at least 2 sites showing attachment level ≥3 mm and 2 sites showingprobing depth ≥4 mm in different teeth, was 83.33%, significantly influenced byeducational level (p= 0.049; ANOVA two way criteria/Tukey) and monthly family income (p< 0.0001; ANOVA two way criteria/Tukey). From the total, 58 (48.33%) individuals showed attachment loss ≥3 mm in more than 5% proximal sites. Thesefindings suggest a high prevalence and extension of periodontal disease in a population sample of Mozambique, leading to the need of adopting effective preventive measures.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-11-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.