• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.25.2016.tde-26022016-110557
Documento
Autor
Nombre completo
Gustavo Henrique Barbosa de Andrade
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Bauru, 2015
Director
Tribunal
Valle, Accacio Lins do (Presidente)
Francisconi, Paulo Afonso Silveira
Lopes, José Fernando Scarelli
Título en portugués
Tratamento de superfície e adesão em materiais vitrocerâmicos experimentais para aplicação odontológica
Palabras clave en portugués
Cerâmicas odontológicas
Microtração
Resistência de união
Resumen en portugués
Materiais cerâmicos têm sido utilizados rotineiramente na clínica restauradora. A capacidade de adesão à sistemas adesivos de cimentação é um dos fatores críticos para o sucesso clínico. O objetivo do presente estudo foi avaliar as propriedades de adesão à um sistema de cimentação adesiva de dois materiais vitrocerâmicos experimentais, sendo um reforçado por dissilicato de lítio (D) e outro por metassilicato de lítio (M) para aplicação odontológica. Para tal, objetivou-se determinar a influência de diferentes tratamentos de superfície na resistência de união a um sistema de cimentação adesiva através de ensaios de microtração e caracterizar as alterações morfológicas decorrentes dos diferentes tratamentos de superfície testados. Três tratamentos de superfícies para cada material experimental foram selecionados: 1- jateamento com partículas de Al2O3 (J), 2- ataque ácido com ácido hidrofluorídrico a 10% por 20 segundos (20) e 3- ataque ácido com ácido hidrofluorídrico a 10% por 60 segundos (60). Um grupo do material comercial IPS e.max CAD (Ivoclar-Vivadent) foi utilizado como controle, seguindo as instruções do fabricante para o tratamento de superfície. As alterações morfológicas na superfície das cerâmicas foram analisadas por microscopia eletrônica de varredura (MEV) e demonstraram que os materiais experimentais são ácido sensíveis e sofreram modificações topográficas com o jateamento. Para os ensaios de microtração, os blocos das cerâmicas experimental e comercial tiveram suas superfícies condicionadas e silanizadas com o Agente Silano Relyx Ceramic Primer (3M ESPE), e posteriormente foram cimentados a blocos de resina composta Filtek Z100 (3M ESPE) com o cimento resinoso RelyX ARC (3M ESPE). Tais conjuntos foram seccionados, originando espécimes em forma de palito, com 1mm2 de área de secção transversal e submetidos ao ensaio de microtração. A análise estatística dos dados foi realizada por meio do teste de O teste utilizado foi o de Análise de Variância a um critério (One-Way ANOVA), adotando nível de significância de α=5%, O teste de Bonferroni foi utilizado para comparações múltiplas, demonstrando que os grupos D20 e M60 apresentaram melhores resultados de resistência de união. D20 não apresentou diferença estatística em relação ao grupo controle e M60 demonstrou resistência de união significantemente maior que o material comercial do grupo controle; levando, portanto, à conclusão de que os materiais experimentais testados apresentam características adequadas de adesão ao sistema de cimentação adesiva utilizado.
Título en inglés
Surface treatment and bonding in experimental glass-ceramic materials for dental application
Palabras clave en inglés
Bond strength
Dental ceramics
Microtensile
Resumen en inglés
Ceramic materials have been routinely used in restorative clinic. The adhesion capacity to adhesive cementation systems is a critical factor for clinical success. The main objective of the present study was to evaluate the adhesion properties to an adhesive cementation system of two experimental vitroceramic materials, a reinforced by lithium dissilicate (D) and another by lithium metasilicate (M) for dental application. For this purpose, the objective was to determine the influence of different surface treatments on bond strength to an adhesive cementation system through microtensile tests and characterize morphological changes resulting from the different surface treatments tested. Three surface treatments for each experimental material were selected: 1- blasting with Al2O3 particles (J), 2- etching with hydrofluoric acid 10% by 20 seconds (20) and 3- etching with hydrofluoric acid 10% for 60 seconds (60). A group of the commercial material, IPS e.max CAD (Ivoclar-Vivadent) was used as control, following the manufacturer's instructions for surface treatment. Morphological changes on the surface of the ceramics were analyzed by scanning electron microscopy (SEM) and demonstrated that experimental materials are acid sensitive and suffered topographical changes with the blasting. For the microtensile tests, the blocks of experimental and commercial ceramics had their surfaces conditioned and silanized with Silane agent Relyx Ceramic Primer (3M ESPE), and then they were cemented to resin composite blocks (Z100 Filtek blocks - 3M ESPE) with the resin cement, RelyX ARC (3 m ESPE). These sets were sectioned, resulting in stick-shaped specimens, with 1 mm2 cross sectional area and submitted to the microtensile tests. The test used was the analysis of variance to a criterion (One-Way ANOVA), adopting a significance level of α = 5%, the Bonferroni test was used for multiple comparisons, demonstrating that the D20 and M60 showed best results of bond strength. D20 showed no statistical difference in relation to the control group and M60 demonstrated significantly bond streght better than the commercial material of the control group; leading to the conclusion that the experimental material tested has appropriate characteristics of adhesion to the cementation system used.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-02-29
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.