• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.25.2016.tde-16082016-100041
Documento
Autor
Nome completo
Giovana Maria Weckwerth
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2016
Orientador
Banca examinadora
Santos, Carlos Ferreira dos (Presidente)
Capelozza, Ana Lucia Alvares
Nary Filho, Hugo
Suedam, Ivy Kiemle Trindade
Título em português
Comparação da eficácia clínica do naproxeno, associado ou não ao esomeprazol, no controle da dor, edema e trismo em exodontias deterceiros molares inferiores
Palavras-chave em português
Antiinflamatórios não-esteroidais
Dor
Edema
Naproxeno
Terceiro molar inferior
Trismo
Resumo em português
Anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs) são frequentemente utilizados para controlar a dor pós-operatória e inflamação em pacientes após a cirurgia oral e maxilofacial, mas eles são muitas vezes associados a problemas gastrointestinais. Recentemente, o AINE naproxeno foi introduzido no mercado em combinação com esomeprazol, um inibidor da bomba de prótons que reduz a formação de ácido do estômago, com o intuito de amenizar esses efeitos colaterais. Usando um design duplo-cego randomizado e cruzado, este estudo teve como objetivo avaliar, pela primeira vez, o controle da dor aguda pós-operatória em 46 pacientes que consumiram um comprimido de NE (naproxeno 500 mg + esomeprazol 20 mg) ou de naproxeno puro (500 mg) a cada 12 horas por 4 dias após a cirurgia dos dois terceiros molares inferiores em posições semelhantes, em dois momentos distintos. As pacientes do sexo feminino relataram significativamente mais dor em 1, 1,5, 2, 3 e 4 horas após a cirurgia e também consumiram sua primeira medicação de socorro (paracetamol) em um tempo significativamente menor quando consumiram NE em comparação com naproxeno puro (3,7 horas e 6,7 horas, respectivamente). Não foram encontradas diferenças significativas nos pacientes do sexo masculino entre cada grupo de pesquisa. Em conclusão, o naproxeno melhorou o manejo da dor aguda pós-operatória quando comparado ao NE em mulheres, embora, ao longo de todo o estudo, a dor foi considerada leve após o uso de ambos os medicamentos em homens e mulheres com escores de dor em média bem abaixo de 40 mm na EAV.
Título em inglês
Comparison of the clinical efficacy of naproxen, associated or not with esomeprazole, in the control of pain, swelling and trismus in lower third molar removal
Palavras-chave em inglês
Esomeprazole
Naproxen
NSAIDs
Oral surgery
Pain
Third molar
Resumo em inglês
Nonsteroidal anti-inflammatory drugs (NSAIDs) are frequently used to manage postoperative pain and inflammation in patients after oral and maxillofacial surgery, yet they are often associated with gastrointestinal problems. Recently the NSAID naproxen was introduced in combination with esomeprazole, a proton pump inhibitor that reduces stomach acid formation, in an effort to assuage these side effects. Using a double-blinded randomized crossover design, this study aimed to evaluate, for the first time, acute postoperative pain management in 46 volunteers who consumed a tablet of either naproxen (500 mg) with esomeprazole (20 mg) (NE) or only naproxen (500 mg) every 12 hours for 4 days after extractions of the two lower third molars, in two different appointments. Female volunteers reported significantly more pain at 1, 1.5, 2, 3 and 4 hours after surgery and also consumed their first rescue medication (acetaminophen) at a time significantly earlier when consuming NE when compared to naproxen (3.7 hours and 6.7 hours, respectively). No significant differences were found in the males between each research group. In conclusion, naproxen improved acute postoperative pain management when compared to NE in women although, throughout the entire study, pain was mild after the use of both drugs in both men and women with pain scores on average well below 40 mm on the VAS.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-08-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.