• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Brena Rodrigues Manzano
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2019
Orientador
Banca examinadora
Rubira, Cassia Maria Fischer (Presidente)
Bastos, Roosevelt da Silva
Júnior, Celso Augusto Lemos
Minicucci, Eliana Maria
Título em português
Avaliação da condição de saúde bucal e o impacto na qualidade de vida de indivíduos com artrite reumatoide e lúpus eritematoso sistêmico
Palavras-chave em português
Artrite reumatoide
Lúpus eritematosos sistêmico
Qualidade de vida
Saúde bucal
Xerostomia
Resumo em português
O objetivo desta pesquisa foi avaliar o impacto da saúde bucal e as alterações bucais na qualidade de vida de indivíduos com Artrite Reumatoide e Lúpus Eritematoso Sistêmico. Material e método: Foi realizado um estudo caso-controle em 32 indivíduos com Artrite Reumatoide (AR), 28 com Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) e 29 indivíduos saudáveis do grupo controle (GC). Foi avaliado o impacto da saúde bucal na qualidade de vida (OHIP-14) (QV bucal), impacto da saúde geral na qualidade de vida (SF-36) (QV geral) e inventário de xerostomia. O exame físico incluiu avaliação odontológica de dentes cariados, perdidos e obturados (CPOD), periograma, índice placa (IP), índice de gengival (IG), avaliação do edentulismo, sialometria em repouso (SR) e mecanicamente estimulada (SME). Os dados foram analizados através dos testes t de Student, Qui-quadrado, Kruskall-Wallis, Freidman e Correlação de Pearson e Spermam. Resultados: O grupo com AR apresentou maior CPOD (P=0,004) e IP (0,017). No grupo com LES os dados de SR (p=0,016), SME (0,004) foi mais baixa e a xerostomia foi mais grave comparado ao CG (p=0,002). A gravidade da xerostomia em AR e LES pioraram significativamente várias dimensões da QV bucal. A saburra lingual foi a manifestação mais prevalente e não houve associação com nenhum grupo, mas a Candidíase esteve associada ao grupo AR (p=0,003). No GC, o Ressecamento labial piorou significativamente, o desconforto psicológico, na incapacidade social, deficiência e QV bucal total. Os grupos AR e LES apresentaram pior QV geral comparado ao GC. Não houve diferença no impacto da saúde bucal na QV entre os grupos (p>0,05) mas, houve correlação significativa em várias dimensões da QV bucal na QV geral principalmente, na saúde mental da QV geral do grupo LES. Conclusão: Alterações clínicas e sintomas bucais são comumente encontradas em indivíduos com AR e LES, os quais geram impacto negativo na qualidade de vida relacionada a saúde geral.
Título em inglês
Assessment of oral health status and impact on quality of life with rheumatoid arthritis and systemic lupus erythematosus
Palavras-chave em inglês
Arthritis rheumatoid
Oral health
Quality of life
Systemic lupus erythematosus
Resumo em inglês
The purpose this study to evaluate the impact of oral health status and oral manifestations in the quality of life of individuals with Rheumatoid Arthritis and Systemic Lupus Erythematosus. Material and method: A case-control study was performed in 32 individuals with Rheumatoid Arthritis (RA), 28 with systemic lupus erythematosus (SLE) and 29 healthy control subjects (CG). The impact of oral health on quality of life (OHIP-14) (oral QV), general health impact on quality of life (SF-36) (general QOL) and xerostomia inventory were evaluated. Physical examination included dental evaluation of decayed, missing and filled teeth (DMFT), periodontal examination, plaque index (PI), gingival index (GI), edentulism evaluation, sialometry at rest (SR) and mechanically stimulated (MES). Data were analyzed using the Student, Qui-square, Kruskall-Wallis, Freidman and Pearson and Spermam Correlations. Results: The RA group presented higher DMFT (P = 0.004) and PI (0.017). In the group with SLE, SR (p = 0.016), SME (0.004) was lower and xerostomia was more severe compared to CG (p = 0.002). The severity of xerostomia in RA and SLE significantly worsened several dimensions of oral QoL. The lingual flap was the most prevalent manifestation and there was no association with any group, but Candidiasis was associated with the RA group (p = 0.003). In GC, lip dryness worsened significantly, psychological discomfort, social incapacity, disability and total oral QoL. The AR and SLE groups presented worse overall QoL compared to the CG. There was no difference in the impact of oral health on QoL between groups (p> 0.05), but there was a significant correlation in several dimensions of oral QoL in overall QoL, mainly in the mental health of the general QoL of the SLE group. Conclusion: Clinical changes and oral symptoms are commonly found in individuals with RA and SLE, which have a negative impact on overall health-related quality of life.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.