• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.25.2015.tde-25112015-112735
Documento
Autor
Nome completo
Bruna Stuchi Centurion Pagin
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2015
Orientador
Banca examinadora
Bullen, Izabel Regina Fischer Rubira de (Presidente)
Carneiro, Christiano de Giacomo
Sarmento, Viviane Almeida
Schiabel, Homero
Yaedú, Renato Yassutaka Faria
Título em português
Estudo de calcificações em tecidos moles em exames de tomografia computadorizada de feixe cônico utilizando diferentes softwares
Palavras-chave em português
Calcificação patológica
Diagnóstico por imagem
Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico
Resumo em português
O uso crescente da Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico (TCFC) na área odontológica tem permitido o aumento dos achados incidentais em exames que são realizados por outros fins. Dentre essas uma, das mais comuns e com impacto na vida dos pacientes é o ateroma calcificado das artérias carótidas (ACAC), e no seu diagnóstico diferencial existem as ossificações das cartilagens da laringe. Para correta identificação dessas calcificações são necessários conhecimentos acerca da localização anatômica, distribuição e sua morfologia, sendo que a TCFC fornece uma localização tridimensional (3D) acurada. Entretanto existem diferentes softwares de pós-processamento de imagens disponíveis no mercado, e não há na literatura estudos sobre a capacidade desses softwares para a visualização dessas estruturas. Esse estudo tem o objetivo de identificar essas calcificações supracitadas, nos softwares de visualização de TCFC, i-Cat Vision® e Invivo5®, nas reconstruções multiplanares e 3D em dois grupos diferentes, sendo um grupo de exames de indivíduos com fissuras labiopalatinas (HRAC) (50 exames de TCFC) e outro sem fissuras labiopalatinas (FOB) (100 exames de TCFC). Foram avaliados 150 exames (112 do gênero feminino e 38 do gênero masculino) de TCFC por dois observadores devidamente treinados e calibrados. Para o grupo sem fissuras labiopalatinas foi encontrada diferença estatística significante entre a idade e a quantidade de calcificações encontradas. Considerando todas as calcificações, foram encontrados 104 indivíduos com alguma calcificação, representando 69,33% da amostra, sendo que o grupo HRAC apresentou 88% e o grupo FOB 59%. Foi possível demonstrar diferença estatística significante ao se comparar a quantidade de calcificações entre os grupos avaliados. Foi assumido nesse trabalho que as reconstruções separadamente do programa Invivo5® seria a padrão- ouro, nesse momento o programa i-Cat Vision® foi considerado mais específico do que sensível. Foram identificados muito falsos positivos no programa i-Cat Vision® e menores resultados para falso-negativos. Esse trabalho não tem o propósito de identificar os ACAC nos exames de TCFC, mas incentivar e demonstrar que é possível visualizar tais calcificações e diferenciá-las umas das outra, lembrando-se da responsabilidade do dentista em prevenir um problema futuro ao paciente que pode levar a quadros de morbidade e mortalidade.
Título em inglês
Palavras-chave em inglês
Calcinosis
Cone Beam Computed Tomography
Diagnostic Imaging
Resumo em inglês
The widespread use of CBCT in Dentistry leads to an increasing of incidental findings regarding exams for different purposes. The most common incidental finding that impacts the patients quality of life is the carotid artery calcifications as well as the ossification of laryngeal cartilage which is the most common differential diagnosis for aterosclerosis. To identify this calcifications/ossification correctly it is necessary to know about its anatomic localization, distribution and morphology once that CBCT images may evidence an accurate 3D location. Therefore many different manipulations imaging software for CBCT technology is available and there is no research in the literature about the capacity of this software to visualize these calcification/ossification structures. This study aimed to identify these calcifications/ossification, in two different visualization softwares: i-Cat Vision® and Invivo5®, both in Multiplanar Reconstruction (MPR) and 3D reconstruction, in two different groups, where one was constituted of cleft lip and palate (50 CBCT exams) patients and the other by patients without cleft lip and palate (100 CBCT exams). Two calibrated and trained observers evaluated 150 CBCT exams (112 were female and 38 male). There was significantly statistical difference when comparing age and calcifications quantity for no cleft lip and palate group. When considering all calcifications in both groups, 104 patients in 150 (total number) showed some calcification/ossification, representing 69,33%. The percentage of calcification/ossification in the cleft lip and palate group were 88% whereas the other one evidenced 59%. And due to this difference, there was significantly statistical difference between these groups. Besides, the Invivo5® software was considered the gold-standard (multiplanar reconstruction and 3D reconstruction) to identify the structures previously mentioned; then i-Cat Vision® software showed more specificity than sensitivity comparing the results with the Invivo5®. Many false positives were identified in i-Cat Vision® and only some false negatives, showing again the characteristics of these softwares. This work was not intended to identify carotid artery calcifications in CBCT exams, but in fact the real purpose was to demonstrate that it is possible to identify calcifications/ossifications and differentiate one of another. It is always important to remember about the dentistry knowledge and responsibility to prevent patient coming disease that may lead to morbidity and mortality situations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.