• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.27.2002.tde-10102006-170247
Documento
Autor
Nome completo
Rosana Aparecida Martins Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2002
Orientador
Banca examinadora
Caldas, Waldenyr (Presidente)
Pierucci, Antonio Flavio de Oliveira
Sousa, Mauro Wilton de
Título em português
"O estilo que ninguém segura - Mano é mano! Boy é boy! Boy é mano? Mano é mano?"
Palavras-chave em português
Comunicação de massa
Globalização
Identidade plural
Mundialização da cultura
Pós-modernidade
Sociedade de consumo
Resumo em português
Em tempos atuais o processo de globalização vem fornecendo novas configurações identitárias levando como modelo de análise na interpretação das relações entre o global/local. Partindo deste pressuposto, o objetivo desse projeto situa-se em abordar a construção do rap produzido no Brasil enquanto projeto artístico de resistência ao sistema hierárquico de poder e prestígio, como componente musical integrado no fluxo global de produtos, idéias, estilos, ou seja, enquanto linguagem cultural e consumível. Trata-se precisamente de estudar a disseminação do Rap Nacional (seu impacto social, no papel da política lírica de um discurso politizado em torno da interação social e da organização do cotidiano) enquanto meio de produção cultural, objeto de consumo imerso no contexto da cultura hip-hop. Diante disso, fica proposto para a presente pesquisa reconstruir o sistema de significações simbólicas que a mensagem produz, caracterizando pela capacidade de reflexão crítica à ordem social, articulada pelos jovens consumidores desse gênero artístico musical, na cidade de São Paulo, que são denominados por “manos” e por “boys”, tentando apanhar a singularidade que há por trás desse processo. O presente trabalho ajuda a estabelecer pontos de apoio para a renovação tanto das questões sociais numa reavaliação da visão conformista e atomizada, idéias correntes quando o assunto é juventude brasileira.
Título em italino
Lo stile che nessuno tiene: mano è mano! Boy è boy! Boy è mano? Mano è mano? Reflessione critica sui processi di sociabilità tra il popoli giovane nella città di São Paolo nell identificazione con la musicalità del rap nazionale
Palavras-chave em italino
globalizzazione
identità purale
mondializzazione della cultura
Resumo em italino
The globalization process has been providing new arrangements to identity issues on its role as a model to interpret the relations between the global and the local in current times. From this prospect, this project’s purpose approaches the construction of the rap made in Brazil as an artistic project of resistance to an hierarchical power and prestige system as well as a musical component integrated to the global flux of products, ideas and styles, therefore, as a cultural and marketable language. The project’s challenge is to study the dissemination of Brazilian National Rap in its variety of meanings: its social impact as lyrical politics about social interaction and day by day relations as a means of cultural context as a merchandise. This project’s goal is an effort to rebuild the symbolic system of meanings which is passed on by this message to the specific public, young consumers of this artistic and musical type, in São Paulo city, who are denomined and use to call themselves ‘manos’ and ‘boys’, trying to highlight the uniqueness behind this process. This project helps to set up supporting ideas towards a renovation of social issues as well as a reevaluation of current ideas on Brazilian youth.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-11-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.