• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.27.2015.tde-26112015-125631
Documento
Autor
Nome completo
Vinícius Mizumoto Mega
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Barreto Filho, Eneus Trindade (Presidente)
André, Carminda Mendes
Oliveira, Dennis de
Título em português
Lei Rouanet: a visibilidade do produto cultural como critério de patrocínio à produção artística
Palavras-chave em português
artes cênicas
censura
censura de mercado
espetáculos experimentais
Lei Rouanet
política cultural
visibilidade midiática
Resumo em português
O objetivo geral da pesquisa é estudar os critérios utilizados pelas empresas para a escolha dos projetos de artes cênicas patrocinados via isenção fiscal da Lei Rouanet. O objetivo específico é mostrar como os parâmetros de visibilidade midiática, relação custo-benefício, endomarketing, marketing de relacionamento e de negócios e oportunidades de comunicação com públicos de interesse (funcionários, clientes, consumidores, comunidade de entorno) valorizam atores e diretores consagrados pela mídia em detrimento de autores e diretores e atores desconhecidos da mídia, o que dificulta o acesso das produções teatrais experimentais e de pesquisa aos recursos de renúncia fiscal da Lei Rouanet. A Lei Rouanet foi instituída em um contexto neoliberal do Brasil no qual o Estado transferiu à iniciativa privada a viabilização da produção artística que passa a ser avaliada segundo sua potencialidade de se transformar em mercadoria e conquistar novos consumidores com o objetivo de gerar lucro para as empresas. Entrevistamos representantes de empresas privadas e públicas, diretores de projetos patrocinados e inviabilizados por meio da Lei Rouanet e fizemos um levantamento das peças de teatro patrocinadas no ano de 2011 por meio da renúncia fiscal e concluímos que existe uma concentração de recursos de isenção fiscal em produções da Broadway e em atores e diretores consagrados pela mídia em detrimento de autores e diretores e atores desconhecidos da imprensa. Dessa forma, as grandes empresas beneficiam espetáculos que dão retorno financeiro e de marketing institucional, a cultura do entretenimento que busca divertir e agradar ao "grande público". Pesquisa do Ministério da Cultura afirmou que existe uma concentração de 50% dos recursos em apenas 3% dos proponentes. Dessa forma, identificamos o conceito de censura de mercado que age em duas vertentes processuais de censura: na primeira, a restrição à produção artística com assuntos polêmicos impede que significados, valores e sentimentos divergentes da convenção social sejam levados ao público, na segunda, exclui as produções teatrais experimentais e de pesquisa do acesso aos recursos públicos da Lei Rouanet, pois essas expressões artísticas possuem imprevisibilidade de bilheteria, de crítica, público e rendimento.
Título em inglês
-
Palavras-chave em inglês
censorship
cultural politics
experimental shows
Law Rouanet
market censorship
media visibility
performing arts
Resumo em inglês
The overall objective of the research is to study the criteria used by companies to the choice of performing arts projects sponsored via tax exemption of Rouanet Law. The specific objective is to show how the media visibility of parameters, cost-effective, internal marketing, relationship marketing and business opportunities and communication with stakeholders (employees, customers, consumers, surrounding community) value embodied by actors and directors media at the expense of authors and directors and media unknowns, which hinders the access of experimental theater productions and research to fiscal waiver resources Rouanet Law. The Rouanet Law was instituted in a neoliberal context of Brazil in which the State transferred to the private sector the viability of artistic production which happens to be evaluated according to their potential to transform into merchandise and win new customers in order to generate profit for companies. We interviewed representatives of private and public companies, sponsored project managers and made impossible through the Rouanet Law and made a survey of theater plays sponsored in 2011 through tax breaks and concluded that there is a concentration of tax exemption resources in production Broadway actors and directors and consecrated by the media to the detriment of authors and directors and unknown actors of the press. Thus, large companies benefit performances that give financial and institutional marketing return, the entertainment culture that seeks to entertain and please the "general public". Research the Ministry of Culture affirmed that there is a concentration of 50% of the resources in only 3% of the proposers. Thus, we identified the concept of market censorship acting on two procedural aspects of censorship: first, the restriction of artistic production with controversial issues prevents meanings, values and divergent feelings of social convention are brought to the public. In the second excludes experimental theater productions and research theater access to public resources of the Rouanet Law, for these artistic expressions have unpredictable box office, critical, audience and revenue.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.