• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Cristiane Madeira Motta
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Lopes, Elisabeth Silva (Presidente)
Azevedo, Sônia Machado de
Machado, Vinicius Torres
Okamoto, Eduardo
Santos, Maria Thais Lima
Título em português
O corpo que somos na experiência de cantar Tradições.
Palavras-chave em português
Antropologia
Candomblé angolano
cantos de Tradição
Filosofia Bantu
Performance
práticas incorporadas
Resumo em português
A pesquisa tem como eixo de reflexão a produção de performatividades deflagradas a partir das potências dos cantos de Tradição do Candomblé angolano e os impactos deles na corporeidade: percepção, sentimento, espontaneidade e criatividade do ator/performer e a relação destes com o Teatro. Ela parte de um material cultural incorporado, no caso, os cantos de tradição do Candomblé angolano, que é intrinsecamente vivo e dinâmico, que poderão nos ajudar a configurar novas relações entre corpo, corpos, percepção, percepções, conhecimento, conhecimentos com as qualidades / divindades inerentes nos cantos, possibilitando que a experiência do sensível ocorra, abrindo potências de corporeidades que se ampliarão, desdobrarão e expandirão para o ato criativo. Esta investigação relaciona-se com o trabalho dos cantos de Tradição do Vodu da Maud Robart e do Workcenter of Jerzy Grotowski and Thomas Richards, está localizada no contexto da Performance, Antropologia e Filosofia Bantu, e as suas referências mapeiam um panorama de bibliografia brasileira e africana, aludindo à noção de performance, especialmente no que se refere às 'práticas incorporadas' como campo de pesquisa.
Título em inglês
-
Palavras-chave em inglês
Anthropology
Bantu Philosophy, embodied practices
Candomble
chants of Tradition
Performance
Resumo em inglês
The research has as its axis of reflection the production of performativities triggered from the powers of the songs of Tradition of the Angolan Candomblé and their impacts on the corporeity: perception, feeling, spontaneity and creativity of the actor / performer and their relationship with the Theater. It is part of a cultural material incorporated, in this case, the tradition songs of the Angolan Candomble, which is intrinsically alive and dynamic, that can help us to form new relations between body, bodies, perception, perceptions, knowledge, knowledge with the qualities / divinities inherent in the chants, enabling the experience of the sensitive to occur, opening up powers of corporeities that will expand, unfold and expand into the creative act. This research is related to the work of the Maud Robart Voodoo Tradition songs and the Workcenter of Jerzy Grotowski and Thomas Richards. It is located in the context of Performance, Anthropology and Bantu Philosophy, and its references map a panorama of Brazilian bibliography and African, alluding to the notion of performance, especially with regard to 'embodied practices' as a field of research.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.