• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.27.2020.tde-08012020-163020
Documento
Autor
Nome completo
Camila de Moura Venturelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Bastos, Maria Helena Franco de Araujo (Presidente)
Hercoles, Rosa Maria
Laurentiz, Silvia Regina Ferreira de
Título em português
Cartografar o cotidiano: gestos pelo manuseio de tensão.
Palavras-chave em português
Coreografia
Dança
Gesto
Manuseio de Tensão
Tensão
Resumo em português
Essa pesquisa propõe uma cartografia do movimento pelo manuseio de tensão, traçada pelas relações que o corpo estabelece com o ambiente por meio de suas tensões musculares para a operação de processos de criação e composição coreográfica. Partimos do entendimento de que todo movimento que o corpo realiza é gesto e é realizado a partir do acionamento de tensões do corpo. Essa perspectiva implica relações entre gesto, memória e cotidiano, ancoradas em estudos das ciências cognitivas dos autores Francisco Varela, Evan Thompson, Tomas Rosch (1993), Alva Noë (2004), Berthoz (2000) e Damásio (2007; 2013), e se sustenta sobre o pressuposto de que corpo e ambiente estão em codependência, como nos indica a Teoria Corpomídia (Christine Greiner e Helena Katz, 2005). Compreendemos a experiência como produtora de conceitos durante a ação, em um entendimento que não distingue hierarquicamente a experiência de conceituação da experiência corpórea propriamente dita. Nesse sentido, propomos o fazer coreográfico como um fazer artesanal, em que fazer e pensar se dão na mesma escala temporal, a partir das reflexões de O artífice, de Richard Sennett (2015), relacionadas aos enunciados de Corpo sem vontade, de Helena Bastos (2017). Esta dissertação se apresenta, então, como uma pesquisa artístico-coreográfica e acadêmica que organiza conceitos da e pela experiência, por meio de procedimentos coreográficos, aprofundamento bibliográfico e relatos de experiência, os quais compõem o que propomos como Caderno de manuseio coreográfico. Esses procedimentos foram desenvolvidos no Laboratório de Manuseio Coreográfico, plataforma de pesquisa coreográfica proposta pela autora e que se desenvolve como residência artística continuada no Centro de Referência da Dança de São Paulo (CRDSP), junto ao LADCOR - Laboratório de Dramaturgia do Corpo.
Título em inglês
-
Palavras-chave em inglês
Choreography
Dance
Gesture
Tension
Tension Handling
Resumo em inglês
This research proposes a cartography of movement through tension handling, traced by relationships the body establishes with its environment through muscular tensions for operations of choreographic creation and composition processes. The starting point is every movement the body makes is a gesture performed by activating body tension. This perspective implies relations between gesture, memory and daily life, anchored in studies of cognitive sciences such as those of Francisco Varela, Evan Thompson, Tomas Rosch (1993), Alva Noë (2004), Berthoz (2000) and Damásio (2007; 2013). And is grounded on Christine Greiner´s and Helena Katz´s Teoria corpomídia (2005), which establishes codependency between body and its environment. Here, experience is understood as a producer of concepts during the action, in an understanding that does not hierarchically distinguish the experience of conceptualization from the bodily experience itself. In this sense, we propose choreographic doing as an artisanal doing, in which doing and thinking take place on the same temporal scale, based on the reflections of Richard Sennett's O artífice (2015) related to that of Helena Bastos's Corpo sem vontade (2017). Therefore, this dissertation presents an artistic-choreographic and academic research that organizes concepts of and by experience, through choreographic procedures, bibliographic research and experience reports, producing a Choreographic handling notebook. These procedures were developed at the Laboratório de Manuseio Coreográfico, a choreographic, research platform proposed by the author, which develops as a continuing artistic residency at the Centro de Referência da Dança (CRDSP), and with LADCOR - Laboratório de Dramaturgia do Corpo.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.