• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.27.2018.tde-27122018-111724
Documento
Autor
Nome completo
Mariela Lamberti de Abreu
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Martins, Ferdinando Crepalde (Presidente)
Fischer, Stela Regina
Pereira, Elvina Maria Caetano
Título em português
A intuição feminista em Hysteria: um olhar sobre os possíveis feminismos na cena contemporânea
Palavras-chave em português
cena contemporânea
feminismo
mulher
Resumo em português
A presente dissertação investiga as possíveis irrupções do feminismo na cena contemporânea, com a finalidade de identificar no espetáculo Hysteria, do Grupo XIX de Teatro, procedimentos e propostas que coincidam com os modelos de teatros feministas. Ainda que a obra em questão não se intitule como tal, existe na criação da peça uma intuição feminista por parte do grupo? O que uma peça necessita apresentar para ser considerada feminista? "Feminista" é uma categoria suficientemente consistente para ser aplicada à arte? Visando responder a tais questões, o trabalho pretende se aproximar da teoria crítica feminista, estudos de gênero e sexualidade, e teorias teatrais. A dissertação está dividia em três capítulos: o primeiro, com recorte histórico, contextualiza brevemente o movimento feminista e sua relação com a arte; o segundo relaciona o espetáculo com alguns procedimentos e teorias teatrais aderentes à obra; e por fim, o terceiro capítulo traz questões relacionadas à sexualidade e questões feministas para culminar com análise do espetáculo e suas relações com o feminismo.
Título em inglês
Feminist intuition in Hysteria: a look at possible feminisms in the contemporary scene
Palavras-chave em inglês
contemporary scene
feminism
woman
Resumo em inglês
The present dissertation investigates the possible eruptions of feminism in the contemporary scene, with the purpose of identifying in the spectacle "Hysteria", from Grupo XIX de Teatro, procedures and proposals that coincide with the models of feminist theaters. Although the work in question is not titled as such, is there a feminist intuition on the part of the group in the creation of the play? What does a play need to present to be considered feminist? "Feminist" is a sufficiently consistent category to be applied to art? Aiming to answer such questions, the paper approaches feminist critical theory, gender and sexuality studies, and theatrical theories. The dissertation is divided into three chapters: the first one counts with a historical cut - it contextualizes briefly the feminist movement and its relation with art; the second makes a relation with the play and some theatrical procedures and theories; and finally, the third chapter brings issues related to sexuality and feminist questions to culminate with analysis of the play and its relations with feminism.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-12-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.