• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.27.2012.tde-16052013-160340
Documento
Autor
Nome completo
Juliano de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Souza, Rodolfo Nogueira Coelho de (Presidente)
Carrasco, Claudiney Rodrigues
Mendes, Eduardo Simões dos Santos
Título em português
O desenvolvimento da poética eletroacústica na trilha sonora de filmes de ficção científica norte-americanos
Palavras-chave em português
Ficção científica
Instrumentos eletrônicos
Música eletroacústica
Sound design
Trilha sonora
Resumo em português
Nesta dissertação, buscou-se realizar um estudo histórico e analítico acerca do desenvolvimento da poética e dos processos da música eletroacústica na trilha sonora - principalmente na trilha musical - do cinema de ficção científica norte-americano. A música eletroacústica, a começar por suas primeiras manifestações através dos instrumentos eletrônicos e de técnicas de manipulação de tape magnético, esteve associada, desde o início do cinema sonoro, à ficção científica e ao terror. Na década de 1950, com o início da era de exploração espacial no cinema norte-americano, os sons eletrônicos se associaram ao universo alienígena e às narrativas de futuro. Nos anos seguintes, os gestos e funções indiciais desses primeiros instrumentos foram adaptados aos sintetizadores e às novas gerações de dispositivos eletrônicos. Assim, lentamente se consolidou uma tradição que relacionaria, durante os anos subsequentes, a música eletroacústica às narrativas de suspense, terror e ficção científica. Para entender como se deu a utilização de sons eletrônicos no cinema de ficção científica ao longo do século XX, partimos da exposição de alguns pressupostos metodológicos de análise audiovisual e de música eletroacústica. Estes, por sua vez, serviram como norteadores para as análises realizadas no final da dissertação. Posteriormente, seguimos por dois caminhos: um, cujo objetivo é descrever o desenvolvimento dos processos formadores da poética da música eletroacústica e seu uso no cinema; e outro, onde tentamos delinear o desenvolvimento da trilha sonora de filmes de ficção científica que se apropriaram de elementos advindos da música eletroacústica. No último capítulo, realizamos a análise de quatro filmes de diferentes períodos. Cada filme selecionado pode ser considerado representativo no uso de processos e técnicas da música eletroacústica de sua época; são eles: O planeta proibido (1956), THX 1138 (1971), Tron: uma odisseia eletrônica (1982) e A última profecia (2002).
Título em inglês
The development of electroacoustic's poetic on north-american science fiction movies' soundtracks
Palavras-chave em inglês
Electroacoustic music
Electronic instruments
Science fiction
Sound design
Soundtrack
Resumo em inglês
The electroacoustic music, starting with its first manifestations such as electronic instruments and magnetic tape manipulation techniques, have been associated, since the beginning of movies with sound, to science fiction and horror. In the 50's, with the beginning of an era of space exploration in north-american motion pictures, the electroacoustic sounds were definitely associated with the alien's universe and futuristic narratives. In the following years, the gestures and functions of those first instruments were adapted to the synthesizers and to the new electronic device generation. Thus, it slowly consolidated a tradition that would relate the electroacoustic music to suspense, horror and science fiction narratives for the subsequent years. In order to understand how the use of electronic sounds in science fiction movie pictures happened during the twentieth century, we will start with the exposure of some methodological assumptions of audio-visual and electroacoustic music analysis. These will, on the other hand, work as guides for the final analysis in the end of this dissertation. Afterwords, we followed through two paths: one of them aimed to describe the developmental processes of electroacoustic music's poetic since its origin and its use in the cinema; and for the other path we tried to outline the soundtrack's development of science fiction motion pictures that made use of elements coming from electroacoustic music. Each selected movie may be considered representative of its own time in this use of electroacoustic music's processes; which are: Forbidden Planet (1956), THX 1138 (1971), Tron (1982) and The Mothman Prophecies (2002).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
JULIANOOLIVEIRA.pdf (9.66 Mbytes)
Data de Publicação
2013-05-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.