• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
10.11606/T.27.2017.tde-23052017-152507
Document
Auteur
Nom complet
Caiti Hauck da Silva
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2017
Directeur
Jury
Ramos, Marco Antonio da Silva (Président)
Ballestero, Luiz Ricardo Basso
Fernandes, Angelo José
Pinto, Carlos Alberto Figueiredo
Videira Junior, Mario Rodrigues
Titre en portugais
Dicção, expressividade e escolhas do regente em obras corais em alemão: discutindo relações entre escritos e gravações
Mots-clés en portugais
Análise de gravações
Dicção do alemão para o canto
Escolhas de performance
Expressividade na performance musical
F. Schubert
J. Brahms
J. S. Bach
Performance coral
Resumé en portugais
A performance coral requer que o regente faça uma série de escolhas técnicas e interpretativas. Um dos elementos a respeito dos quais o regente faz escolhas é a dicção do texto cantado, visto que a notação musical ocidental não especifica o exato instante de articulação, a duração ou a dinâmica de vogais e consoantes. Manuais de regência coral geralmente discutem a dicção em termos de uniformidade de pronúncia e clareza de enunciação, ou também de sua relação com a homogeneidade do timbre coral e/ou com uma linha legato. Entretanto, são poucos os escritos sobre regência coral que explicitam possíveis durações, dinâmicas e/ou instantes de articulação de vogais e consoantes, e ainda mais raros aqueles que exemplificam como tais escolhas podem contribuir para uma performance expressiva. Nas últimas décadas, houve um aumento de pesquisas sobre a expressividade na performance, contudo poucas mencionam que a maneira como o texto é pronunciado pode colaborar com a expressividade. Ademais, pouco se sabe sobre os efeitos expressivos da dicção em performances especificamente corais. Neste trabalho, estudamos as escolhas interpretativas de regentes quanto à dicção do texto em obras corais cantadas em alemão, visando a observar os efeitos dessas escolhas na expressividade da performance coral. Para isso, utilizamos um conjunto de métodos e técnicas que incluem estudos bibliográficos e estudos de caso, entrevistas, análises de partituras, assim como análises de gravações feitas com o software Sonic Visualiser. A primeira parte apresenta os pontos de partida da pesquisa, que se referem às questões de escolhas e de expressividade na performance. A segunda parte apresenta os estudos bibliográficos, que incluem uma análise de escritos sobre regência coral e também dados coletados nas entrevistas que fizemos com seis regentes. Nessa parte, discutimos a pronúncia do alemão para o canto, as sugestões de regentes quanto à dicção do texto (principalmente em relação à duração, à dinâmica e ao instante de articulação de vogais e consoantes), as relações entre a articulação do texto e a articulação musical, e as possibilidades expressivas da dicção. A terceira parte apresenta os estudos de caso, nos quais analisamos partituras e gravações de obras corais de J. S. Bach, F. Schubert e J. Brahms e descrevemos os efeitos de diferentes escolhas relativas à dicção. A quarta e última parte confronta os dados apresentados nos estudos bibliográficos e nos estudos de caso. Nela, discutimos as relações entre as gravações e a literatura pesquisada em termos das escolhas interpretativas relacionadas à dicção, da influência da articulação do texto sobre articulação musical, e do papel da dicção na expressividade da performance coral. Os resultados sugerem que, em situações específicas, a dicção pode ter um papel central na expressividade da performance, sendo eventualmente tão ou mais significativa que aspectos mais comumente analisados, como variações de andamento, portamento ou vibrato. Por fim, sugerimos dois elementos relacionados à dicção que podem contribuir para compreender a experiência de escuta de uma performance expressiva: um sentido de que os músicos são parte da música e um sentido de estar no momento presente.
Titre en anglais
Diction, Expressivity and Conductor's Choices in Choral Works Sung in German: Discussing Relationships Between Writings and Recordings
Mots-clés en anglais
Choral performance
Expressivity in music performance
F. Schubert
German diction for singing
J. Brahms
J. S. Bach
Performance choices
Recording analysis
Resumé en anglais
Choral performance requires several interpretative and technical choices by the conductor. One of the elements about which the conductor makes choices is the diction of the sung text, since Western musical notation does not specify the precise instant of articulation, the duration or the dynamic of vowels and consonants. Choral conducting handbooks generally discuss diction in terms of uniformity of pronunciation and clearness of enunciation, or also in terms of its relationship with choral blend and/or with a legato line. However, few writings on choral conducting are explicit in relation to possible durations, dynamics and/or instants of articulation of vowels and consonants, and even rarer are those which exemplify how these choices may contribute to an expressive performance. In the last decades, researches on expressivity in music performance have increased, yet few of such researches mention that the way one pronounces a text may play a part in expressivity. Moreover, little is known about the effects of an expressive diction specifically in choral performances. In this research, I investigate conductors' interpretative choices regarding text diction in choral music sung in German, aiming to identify the effects of these choices on the expressivity of choral performance. My research uses mixed methods and techniques, which include bibliographical studies, case studies, interviews, score analyses, as well as recording analyses made with the software Sonic Visualiser. The first part presents the research's starting points, which refer to questions on choices in performance and on expressivity in performance. The second part presents the bibliographical studies, which include an analysis of writings about choral conducting and data collected in the interviews I did with six conductors. In this part I discuss German diction for singing, conductor's suggestions with respect to text diction (especially as regards the duration, the dynamic and the instant of articulation of vowels and consonants), the relationships between text articulation and musical articulation, and the expressive possibilities of diction. The third part presents the case studies, in which I analyse scores and recordings of choral works by J. S. Bach, F. Schubert and J. Brahms, and describe the effects of different choices related to diction. The fourth and last part compares data presented in the bibliographical studies and in the case studies. In this final part, I discuss the relationships between the recordings and the researched literature in terms of the interpretative choices regarding text diction, the influence of text articulation on musical articulation, and the role of diction in the expressivity of choral performance. Results suggest that in particular situations text diction can play a central role in performance expressivity, eventually being as significant as (or perhaps even more than) aspects more commonly analysed in researches, such as variations in tempo, portamento or vibrato. Finally, I suggest two elements concerning text diction that may contribute to an understanding of the experience of listening to an expressive performance: a sense that the musicians are part of the music, as well as a sense of being in the present moment.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
CAITIHAUCKSILVAVC.pdf (4.97 Mbytes)
Date de Publication
2017-05-23
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2019. Tous droits réservés.