• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.27.2008.tde-28042009-101615
Documento
Autor
Nombre completo
Claudio Horacio Vitale
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2008
Director
Tribunal
Miranda, Ronaldo Coutinho de (Presidente)
Caznok, Yara Borges
Costa, Rogério Luiz Moraes
Título en portugués
Dez peças para quinteto de sopros de György Ligeti: a gradação como uma ferramenta para a construção do discurso musical
Palabras clave en portugués
Dez Peças Para Quinteto de Sopros
Gradação
György Ligeti
Transformações Progressivas
Variações Mínimas
Resumen en portugués
O objetivo desta dissertação é descrever os processos graduais utilizados por György Ligeti na composição de sua obra Dez peças para quinteto de sopros (1968). Através dessa descrição, pretende-se pôr em evidência a gradação como uma ferramenta importante na construção da linguagem utilizada na obra. A análise das Dez peças é abordada em relação a diferentes parâmetros ou aspectos do discurso musical: movimento das vozes, harmonia, timbre, densidade, estrutura rítmica. São observadas as transformações mínimas dos materiais, os movimentos das alturas por proximidade ou contigüidade, bem como os processos de adição presentes no tratamento dos diferentes elementos. Este estudo demonstra que o procedimento das transformações progressivas não é utilizado por Ligeti de maneira linear. A idéia de gradação deve ser entendida com certa flexibilidade e não de um modo literal. Os movimentos por passos literalmente graduais existem, porém, geralmente são parte de um processo que procura dissimular essa linearidade.
Título en inglés
Dez peças para quinteto de sopros de György Ligeti: a gradação como uma ferramenta para a construção do discurso musical
Palabras clave en inglés
Gradual Process
György Ligeti
Minimal Variations
Progressive Transformations
Ten Pieces For Wind Quintet
Resumen en inglés
The main goal of this dissertation is to describe the gradual processes used by György Ligeti in its work Ten pieces for wind quintet (1968). Through this description we try to put in evidence the gradual processes as an important tool in the construction of the Ten pieces language. The analysis of the Ten pieces considers different parameters or aspects of the composition: melodic motion, harmony, timbre, density, rhythmic structure. We also observe minimal transformations of materials, movements of pitches by proximity or contiguity and treatment of different elements by addition. This study demonstrates that the procedure of progressive transformations is not used by Ligeti in a linear form. The gradual processes must be understood in a flexible way. The motion generated by literal gradual steps exist, but generally they are part of a process that attempts to dissimulate this linearity.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
5737067.pdf (909.19 Kbytes)
Fecha de Publicación
2009-05-04
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.