• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.27.2016.tde-22092016-153733
Documento
Autor
Nome completo
Patrícia Mourão de Andrade
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Xavier, Ismail Norberto (Presidente)
Brasil, André Guimarães
Cabanãs, Kaira Marie
Goldberg, Sonia Salzstein
Silva, Mateus Araújo
Título em português
A invenção de uma tradição: caminhos da autobiografia no cinema experimental
Palavras-chave em português
(nostalgia)
autobiografia
Cinema experimental norte-americano
filme-diário
Hollis Frampton
Jonas Mekas
Lost Lost Lost
Sincerity & Duplicity
Stan Brakhage
Walden
Resumo em português
No final da década de 1960 e início da seguinte, dentro do contexto que se convencionou chamar de cinema experimental ou de vanguarda norte-americano, um número sem precendetes de cineastas dedicou-se à elaboração de filmes-diário ou autobiografias filmadas. Esse movimento é acompanhado, no caso de alguns dos realizadores, por um interesse por outras formas (literárias ou pictóricas) de autorre- presentação e escrita de vida e por um esforço reflexivo sobre as possibilidades, usos e potências dessas formas no cinema. Partindo do entendimento que a autobiografia transforma-se em um campo de interesses para cineastas, críticos e público apenas a partir deste momento, esta tese pretende abordar como ela é formulada e inventada por cineastas como uma forma possível para o cinema. A partir da análise de textos e filmes de três cineastas centrais para essa elaboração, notadamente Stan Brakhage, Jonas Mekas e Hollis Frampton, demonstramos o papel do gênero na transformação de um panorama artístico e criativo. De um lado, como se verá, a autobiografia afirma-se e inventa-se como uma tentativa de dialogar e responder a uma história artística que incluí o próprio cineasta, de outro, ela propõe-se como um lugar de singularização e transformação dessa história.
Título em inglês
-
Palavras-chave em inglês
(nostalgia)
autobiography
diary film
Hollis Frampton
Jonas Mekas
Lost Lost Lost
North-American experimental film
Sincerity & Duplicity
Stan Brakhage
Walden
Resumo em inglês
On the threshold of the seventies, the autobiographical genre emerged as one of the main tendencies of the north-american avant-garde film. This event was followed by a growing interest in other forms of self representation and life narratives in painting and literature and by an intellectual effort to reflect on the uses, qualities, possibilities and predecessors of the new form in film. Understanding that autobiography becomes a field of interest for filmmakers, critics and public alike only at this moment in time, this dissertation intends to broach how autobiography is fashioned by filmmakers into a form viable for cinema. Relying on a vast documentation of writings by Jonas Mekas, Stan Brakhage and Hollis Frampton, three filmmakers whom we consider to be central to the understanding of the genre as such, and on close readings of their autobiographical films we demonstrate the role played by the genre in the transformation of a creative and artistic environment. As will be seen, the emergence of the genre responds to a historical and aesthetic transformation in experimental films and offers itself as a peronal narrative for this changing history.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PATRICIAMOURAO.pdf (24.77 Mbytes)
Data de Publicação
2016-09-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.