• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.3.2011.tde-10052012-121144
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Oliveira Telles
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Garcia, Renato de Castro (Presidente)
Furtado, João Eduardo de Morais Pinto
Pacheco, Carlos Américo
Salles Filho, Sérgio Luiz Monteiro
Yu, Abraham Sin Oih
Título em português
O papel dos institutos públicos de pesquisa no desenvolvimento tecnológico e na cooperação universidade-empresa.
Palavras-chave em português
Cooperação Universidade-Empresa
Desenvolvimento tecnológico
Institutos Públicos de Pesquisa
Resumo em português
Este trabalho investiga os projetos cooperativos de pesquisa coordenados por institutos públicos de pesquisa tecnológica (IPPs), com a participação de universidades, empresas e outros agentes do sistema de inovação. Considera-se que estas iniciativas possam ser um mecanismo para promover e acelerar a produção de inovações tecnológicas avançadas, tanto por permitir a reunião de diferentes e complementares capacitações, como por possibilitar a alavancagem de recursos financeiros. Nestes projetos, os IPPs têm aproveitado sua experiência em atividades nas fases intermediárias do processo de inovação para assumir o desafio de reunir os conhecimentos das ciências básicas e aplicadas, produzidos nas universidades, às suas capacitações tecnológicas, e aos conhecimentos das firmas sobre a produção e os seus negócios, com o objetivo de oferecer novas tecnologias para o mercado. Este trabalho também realiza um levantamento sobre as características dos IPPs e as formas como estas instituições têm se relacionado com as universidades e empresas. Para uma análise mais aprofundada destas experiências, foram selecionados três casos para a pesquisa de campo: o Fraunhofer Innovation Clusters, programa coordenado pelos Institutos Fraunhofer, na Alemanha, que apoia o desenvolvimento de projetos cooperativos entre agentes pertencentes a uma mesma região; o National Flagship Program, coordenado pela Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation (CSIRO), na Austrália; e por fim, os projetos Mobile Harbour e Online Electric Vehicle (OLEV), coordenados pelo Korea Advanced Institute of Science and Technology (KAIST), na Coreia do Sul. A decisão de apresentar a experiência do KAIST, apesar da instituição ser uma universidade, deve-se ao fato de esta ser enriquecedora para os propósitos deste trabalho. Os casos estudados indicaram o elevado investimento público destas iniciativas. As equipes destas instituições também mostraram que a qualidade das pesquisas é o ponto de partida para que as empresas queiram cooperar com os IPPs. Em seguida, os pesquisadores apontaram a relevância da capacidade de gestão dos projetos pelas equipes dos IPPs. Os casos apresentados tornaram evidente que gerar inovação pressupõe a capacidade de administrar os diversos assuntos que poderão afetar a adoção das tecnologias e que as empresas podem contribuir nestes processos. As experiências indicaram também que as universidades têm participado nos projetos, solucionando problemas científicos que impedem o desenvolvimento das tecnologias. Os resultados mostram que estas iniciativas têm contribuído para a produção de inovação para seus países.
Título em inglês
The role of public research institutes in technology development and in university-industry cooperation.
Palavras-chave em inglês
Public Research Institute
Technology Development
University-Industry Cooperation
Resumo em inglês
This thesis investigates cooperative research coordinated by public research institutes (PRIs), with participation of universities, companies and other agents of the innovation system. It is considered that these initiatives may be a mechanism to promote and accelerate the development of advanced technological innovations, both by allowing the gathering of different and complementary capabilities, such as by allowing the leveraging of financial resources. In order to develop these projects, PRIs are assuming the challenge of joining the university basic and applied knowledge with their technological capabilities and the firms product development knowledge to propose high market value technologies. It is also identified some PRI characteristics and the ways these institutions have been working with universities and companies. For a more detailed analysis of their experiences, three cases were selected for field research: the Fraunhofer Innovation Clusters, a program coordinated by the Fraunhofer Institutes in Germany, which supports the development of cooperative projects between agents belonging to the same regions; the National Flagship Program, coordinated by the Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation (CSIRO), in Australia; and finally, the Mobile Harbour and Online Electric Vehicle (OLEV) projects, coordinated by the Korea Advanced Institute of Science and Technology (KAIST), in South Korea. The intention of presenting the KAIST experience is due to the fact that this may contribute to the purposes of this study, although it is a university. Cases studied indicated the high level of public investment in these initiatives. These institutions have also pointed the research quality as the starting point for cooperation with industry. Then, it was emphasised the ability of PRI members in project management. Experiences clarified that producing innovation requires the ability of managing various issues that may affect the adoption of technologies. It was also pointed that companies can contribute to these processes. These cases also showed that universities are participating by solving scientific problems that hinder the technology development. Conclusions are that these PRI initiatives are managing to contribute to produce relevant innovation to their countries.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-05-14
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • TELLES, L. O., e GARCIA, Renato de Castro. Joint research programs led by Public Research Institutes of Technology: lessons for developing countries. In The 10th Globelics International Conference, Hangzhou, 2012. Proceedings., 2012.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.