• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.3.2016.tde-18082016-083507
Documento
Autor
Nome completo
Alice Frantz Schneider
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Salerno, Mário Sérgio (Presidente)
Costa, Reinaldo Pacheco da
Gomes, Leonardo Augusto de Vasconcelos
Título em inglês
The recycling of electronic waste: regulations and corporate strategies in Brazil and in Europe.
Palavras-chave em inglês
Circular economy
Electronic waste
Green economy
Recycling
Reverse logistics
Strategy
Sustainable development
Uncertainties
Resumo em inglês
With the extreme growth of electronic waste worldwide and in Brazil, there is a huge need for enhancement of recycling processes for this sort of waste. Considering the extremely relevant topic, the main objective of this research is to study about regulations and corporate strategies towards electronic waste recycling in Brazil and to compare it with the European context. The specific objectives are: To analyse the general European scenario concerning sustainability and electronic waste, in order to compare it with the Brazilian scenario; to study the main regulations for the treatment of electronic waste in Europe and in Brazil; to identify the main actors involved in the recycling process of electronics in Brazil; to analyse how some of the main electronics' manufacturers inform on their websites about actions towards recycling of electronics in Brazil and in Europe; and to study about how some of the main electronics' manufacturers in Brazil are dealing with the recycling of electronics from both a strategic and operational point of view. With a qualitative nature, the research has different approaches in terms of methodology. Both the part of the European scenario and the part of institutional and legal aspects in Brazil are based on secondary data. The part of the case studies brings an analysis on the websites in Brazil and in the United Kingdom of some electronics' manufacturers, results from the contact with their customer services in Brazil and a final part of interviews with two of these companies, one of these companies' recycling partner and a recycling association of electronics. Among the main programmes from the European Commission identified towards a sustainable growth, there is The Europe 2020 Strategy and the 7th EAP. While the European Union has the WEEE and RoHS Directive in terms of legislation, Brazil relies on the National Solid Waste Policy (PNRS). Most of the companies analysed do not have a direct link for information about discard on their homepages in Brazil, while some do not have any information on the matter. By contacting the customer service support, some companies have provided divergent information from the websites. It has been possible to observe that many companies do not have proper actions towards the recycling of electronics in Brazil, in addition to not dealing with the residue in a strategic manner. The companies in the United Kingdom have, in general, better actions than the ones in Brazil, with most of the same companies having different actions according to the country. Among the main uncertainties identified in the recycling of electronics, there are: Different recycling technologies; unknown environmental impacts; different product design and composition; unknown reverse logistics costs; variable cost of recycling; rapidly changing nature of electronics; unpredictability about return of items concerning quantity, quality and timing; unknown destination of WEEE; different value of scrap materials; lack of common legislation; complexity of regulations; lack of environmental consciousness and lack of residues' classification and regulations on the PNRS.
Título em português
A reciclagem de resíduo eletrônico: regulamentações e estratégias corporativas no Brasil e na Europa.
Palavras-chave em português
Desenvolvimento sustentável
Economia ambiental
Economia verde
Estratégia organizacional
Logística reversa
Reciclagem de resíduos urbanos
Resíduo eletrônico
Resumo em português
Com o extremo crescimento de resíduos eletrônicos ao redor do mundo e no Brasil, há uma enorme necessidade de aprimoramento dos processos de reciclagem para tal tipo de resíduo. Considerando o tema de extrema relevância, o objetivo geral da presente pesquisa é o de estudar a respeito das regulamentações e estratégias corporativas em relação à reciclagem de resíduos eletrônicos no Brasil e compará-las com o contexto europeu. Os objetivos específicos são: Analisar em termos gerais o cenário europeu a respeito de sustentabilidade e de resíduo eletrônico, a fim de compará-lo com o cenário brasileiro; estudar as principais regulamentações no que tange ao tratamento de resíduos eletrônicos na Europa e no Brasil; identificar os principais atores envolvidos no processo de reciclagem de eletrônicos no Brasil; analisar como alguns dos principais fabricantes de eletrônicos informam em seus websites sobre ações para reciclagem de eletrônicos no Brasil e na Europa; e estudar como alguns dos principais fabricantes de eletrônicos no Brasil lidam com a questão da reciclagem de eletrônicos tanto sob o ponto de vista estratégico como operacional. Com uma natureza qualitativa, a pesquisa tem diferentes abordagens em termos de metodologia. Tanto a parte do cenário europeu como a parte de aspectos institucionais e legais no Brasil são baseadas em dados secundários. A parte dos estudos de caso traz uma análise sobre os websites no Brasil e no Reino Unido de algumas fabricantes de eletrônicos, resultados do contato com o serviço de atendimento ao consumidor de tais empresas no Brasil e uma parte final com entrevistas com duas das empresas, um parceiro de reciclagem de uma das empresas e uma associação de reciclagem de eletrônicos. Entre os principais programas da Comissão Europeia identificados para um crescimento sustentável, há a Estratégia Europa 2020 e o 7° EAP. Enquanto a União Europeia tem as Diretivas WEEE e RoHS em termos de legislação, o Brasil conta com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). A maioria das empresas analisadas não tem um link direto para obter informações sobre o descarte em suas homepages no Brasil, enquanto que outras não têm qualquer informação sobre o assunto. Ao contatar o serviço de apoio ao cliente, algumas empresas forneceram informações divergentes dos websites. Constatou-se que muitas empresas não estão com ações adequadas à reciclagem de eletrônicos no Brasil, além de não estarem lidando com o resíduo de maneira estratégica. As empresas do Reino Unido têm, em geral, ações melhores que as do Brasil, com a maioria das empresas tendo diferentes ações de acordo com o país. Entre as principais incertezas identificadas na reciclagem de eletrônicos, destacam-se: Diferentes tecnologias de reciclagem; impactos ambientais desconhecidos; design e composição de produto variados; custo desconhecido de logística reversa; custo variável de reciclagem; natureza rapidamente mutável dos equipamentos eletrônicos; imprevisibilidade de retorno dos itens em relação à quantidade, à qualidade e ao tempo; destino desconhecido dos resíduos; valores distintos de materiais de sucata; falta de legislação comum; complexidade de regulamentações; falta de consciência ambiental; e falta de classificação e regulamentação dos resíduos na PNRS.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-08-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.