• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.3.2016.tde-22092016-102621
Documento
Autor
Nome completo
Débora Oliveira da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Salerno, Mário Sérgio (Presidente)
Antunes Júnior, José Antônio Valle
Nakano, Davi Noboru
Proença, Adriano
Zancul, Eduardo de Senzi
Título em português
Gestão de portfólio de projetos de inovação: análise das práticas adotadas por empresas industriais de grande porte.
Palavras-chave em português
Administração de inovações tecnológicas
Administração de portfólio
Administração de projetos
Gestão da inovação
Portfólio de inovação
Resumo em português
Empresas que se propõem a inovar de modo sistemático, além dos desafios da gestão individual dos projetos, precisam lidar com a gestão agregada dos projetos, ou seja, precisam lidar com a gestão de portfólios de projetos de inovação. O principal desafio da gestão de portfólio é a etapa de seleção de projetos, na qual a empresa precisa decidir, entre uma cesta de possibilidades, quais ideias receberão recursos e serão incluídas no portfólio de projetos da empresa para serem desenvolvidas. Além disso, há necessidade de balanceamento do portfólio, ou seja, qual grupo (ou portfólio) de projetos melhor adere aos interesses da organização. Em um esforço para evidenciar as diferenças entre portfólios de projetos de inovação e portfólios de projetos convencionais diversos autores se dedicaram a caracterizar e desenvolver abordagens gerenciais para estes. Entre as principais diferenças entre projetos convencionais e projetos de inovação está o nível de incerteza inerente aos projetos, o que dificulta a utilização de ferramentas tradicionais de valoração financeira. A presente pesquisa pretende contribuir com a compreensão da especificidade da gestão de portfólio de projetos de inovação, destacando o impacto da incerteza na avaliação e gestão desse portfólio. A literatura aponta questões sobre seleção e balanceamento, mas pouco diz sobre os problemas de considerar projetos de natureza distinta no mesmo portfólio. Nesse sentido, essa pesquisa buscou compreender a segmentação de um portfólio geral em portfólios específicos; captar quais as ferramentas utilizadas para gestão de portfólio de projetos de inovação; bem como analisar as lacunas existentes entre os problemas derivados da incerteza dos projetos previstos pela literatura e os encontrados para a gestão desse processo. A pesquisa foi conduzida por uma abordagem predominantemente indutiva, por meio de três fases distintas, porém complementares: (i) estudo do tipo levantamento, (ii) estudo de casos múltiplos; (iii) estudo de caso profundo. Os resultados sugerem que a separação do portfólio de projetos de inovação segundo o grau de incerteza dos projetos traz benefícios para gestão desse processo, especialmente no tocante a proteção de inovações de maior ruptura. Em relação às ferramentas utilizadas pelas empresas, contrariamente ao que sugere a literatura, as mais utilizadas são as ferramentas financeiras, inclusive para projetos de inovação radical e para as fases de balanceamento do portfólio. Isso sugere desconhecimento dos gestores acerca das práticas mais adequadas para gestão desse processo. Adicionalmente, verificou-se que aspectos que não estão diretamente ligados ao processo de gestão de portfólio de inovação tem grande influência sobre os resultados desse, como o sistema de recompensas das áreas.
Título em inglês
Innovation project portfolio management: analysis of the practices adopted by large industrial companies.
Palavras-chave em inglês
Innovation management
Innovation portfolio
Portfolio management
Resumo em inglês
Companies that intend to innovate in a systematic way, in addition to the challenges of individual management of projects, have to deal with the aggregate project management, that is have to deal with the management of portfolios of innovation projects. The main challenge of portfolio management is the project selection stage, in which the company needs to decide between a basket of possibilities, ideas that will receive resources and will be included in the company projects portfolio to be develop. Furthermore, there is a need for balancing the portfolio; it is which projects group (or portfolio) better adheres to the organization's interests. In an effort to highlight the differences between portfolios of innovation projects and portfolios of conventional projects, several authors have dedicated themselves to characterize and develop management approaches to these. Among the main differences between conventional projects and innovation projects is the level of uncertainty inherent in the project, making it difficult to use traditional tools of financial valuation. This research aims to contribute to the understanding of the specificity of the portfolio management of innovation projects, highlighting the impact of uncertainty in the evaluation and management of this portfolio. The literature suggests questions about selection and balancing, but says little about the issues of considering different nature of projects in the same portfolio. In this sense, this research sought to understand the segmentation of a general portfolio in specific portfolios; to capture which are the tools used for portfolio management of innovation projects; as well as to analyze the gaps between the problems arising from the uncertainty of the projects provided by the literature and found to manage this process. The research was conducted by a predominantly inductive approach through three distinct phases, but complementary: (i) survey study, (ii) multiple case study; (Iii) in-depth case study. The results suggest that the separation of the portfolio of innovation projects according to the degree of uncertainty of the project brings benefits to managing this process, especially regarding the protection of higher disruptive innovations. In relation to the tools used by companies, contrary to what the literature suggests, the most used are the financial tools, including radical innovation projects and for portfolio balancing phases. This suggests lack of managers' knowledge about the best practices to manage this process. In addition, it was found that aspects that are not directly linked to the innovation portfolio management process have great influence on the results of it, as the reward system of areas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-09-23
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • SILVA, Debora O., BAGNO, Raoni B., e SALERNO, Mario S. Modelos para a gestão da inovação: revisão e análise da literatura [doi:10.1590/S0103-65132013005000059]. Produção (São Paulo. Impresso) [online], 2013.
  • BAGNO, Raoni B., et al. Innovation and Technological Competence Building in Brazilian Automotive Subsidiaries from the Perspective of Inter-Organizational Networks. In XX Gerpisa International Colloquium, Cracóvia, Polônia, 2012. Structuring New Automotive Industries, Restructuring Old Automotive Industries and the New Geopolitics of the Global Automotive Sector.Paris : Gerpisa, 2012. Available from: http://www.gerpisa.org.
  • SALERNO, Mario S., et al. Innovation Models in Automotive Industry: Different Contingencies, Different Processes. In Structuring New Automotive Industries, Restructuring Old Automotive Industries and the New Geopolitics of the Global Automotive Sector, Cracóvia, Polônia, 2012. Structuring New Automotive Industries, Restructuring Old Automotive Industries and the New Geopolitics of the Global Automotive Sector.Paris : Gerpisa, 2012. Available from: http://www.gerpisa.org.
  • SALERNO, Mario S., et al. Innovation processes: which one for which project?. In 4th World Conference Production & Operations Management, Amsterdam, 2012. Serving the world.Amsterdam : Euroma / Jomsa / POMS, 2012. Available from: http://www.poms2012.org.
  • BAGNO, Raoni B., et al. Elementos de programas corporativos de inovação: uma análise a partir da prática de empresas inovadoras no Brasil. In XXXII Encontro Nacional de Engenharia de Produção, Bento Gonçalves, RS, 2012. XXXII ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUCAO Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social: As Contribuições da Engenharia de Produção. : Abepro, 2012. Dispon?vel em: http://www.aberpro.org.br.
  • SILVA, Debora O., VACCARO, Guilherme L. R., e SALERNO, Mario S. ANÁLISE DAS CONTINGÊNCIAS DE PROJETOS DE INOVAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO NO SETOR DE SERVIÇOS HOSPITALARES. In XXXI ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUCAO, Belo Horizonte, 2011. Inovação Tecnológica e Propriedade Intelectual: Desafios da Engenharia de Produção na Consolidação do Brasil no Cenário Econômico Mundial.Rio de Janeiro : Associação Brasileira de Engenharia de Produção, 2011. Dispon?vel em: http://www.abepro.org.br.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.