• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.3.2012.tde-18072013-150832
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Lobo Marchioni
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Pileggi, Rafael Giuliano (Presidente)
Angulo, Sérgio Cirelli
Armelin, Hugo Sogayar
Título em português
Desenvolvimento de técnicas para caracterização de concreto seco utilizado na fabricação de peças de concreto para pavimentação intertravada.
Palavras-chave em português
Concreto seco
Concreto sem abatimento
Pavimento intertravado
Peças de concreto
Reologia compressiva
Resumo em português
O concreto seco, também chamado de concreto sem abatimento (no-slump) é utilizado na produção de artefatos de cimento, como por exemplo em peças de concreto para pavimentação, blocos para alvenaria e tubos de concreto e ainda como camada de subbase de pavimentos com a técnica de concreto compactado a rolo. A técnica de conformar concretos com reduzido teor de umidade através de equipamentos que aplicam simultaneamente compressão e vibração é amplamente utilizada na produção de artefatos de concreto, como as peças de concreto para pavimentação intertravada. Para as peças de concreto o desafio é ainda maior, pois as especificações de resistência característica à compressão podem chegar a 50 MPa. A principal característica do concreto seco é o baixo teor de água e elevada coesão, necessitando de energia de compactação e vibração para a eliminação de vazios e o concreto assumir a forma desejada. Esta técnica permite a desfôrma imediata, que garante elevada produtividade e consequente diminuição dos custos de produção. Já a compactação permite obter componentes de concreto com menor consumo de cimento se comparados ao concreto plástico. Diferentemente de toda literatura e metodologias de dosagem encontradas para o concreto plástico, o concreto seco encontra barreiras técnicas para a aplicação de metodologias que otimizem sua dosagem, em formulações empíricas que não levam em conta de forma adequada as características dos agregados, características estas diretamente ligadas à compacidade das peças, que por sua vez tem grande influência nas características do produto final. Além disto, há poucos estudos do comportamento reológico do concreto seco, que influenciam a fluidez e coesão da do concreto e que irão determinar a produtividade e qualidade da produção. Dessa forma, neste trabalho é apresentado uma metodologia para caracterização do concreto seco nos estados fresco e endurecido que permite o desenvolvimento sistemático de formulações com maior facilidade de compactação e que também resulte na melhoria do desempenho das peças e diminuindo a necessidade de testes em escala real. O método se baseia em produzir em laboratório um corpo de prova que reproduz as condições de moldagem de uma vibroprensa, eliminando-se a variável da vibração e padronizando as condições de compressão. Nos corpos-de-prova são avaliadas características nos estados fresco e endurecido, além de aspectos do comportamento reológico do concreto, através de técnicas de reologia compressiva. Para aferir a metodologia foram utilizadas amostras de referência produzidas em uma fábrica de peças de concreto. Com a metodologia proposta, foi possível atingir 90% da resistência mecânica das peças produzidas em uma vibroprensa de alta compactação. Sendo assim esta metodologia poderá ser utilizada em estudos de dosagem de concreto seco, portanto o trabalho desenvolvido é indicado na utilização de dosagens de concreto seco, obtendo-se maior ecoeficiência, a medida que otimiza o consumo de cimento da mistura e facilita o estudo de dosagem de materiais alternativos em substituição aos agregados convencionais.
Título em inglês
Development of techniques to characterize dry concrete used on the precast paving blocks for interlocking pavement.
Palavras-chave em inglês
Dry concrete
Interlocking concrete pavement
No-slump concrete
Paving blocks
Resumo em inglês
The dry concrete, also known as earth moist concrete or no-slump concrete, is most used to manufacture precast concrete products, as paving blocks, masonry blocks and concrete tubes, and also in rolled compacted concrete pavement. Its most important property is the low water content, and it requires mechanical equipment for its compactation. Paving blocks are normally manufactured using vibrocompression equipment, which at the same time applies both compaction and vibration resulting in paving blocks with high durability and mechanical resistance. Even though this technique is highly used it still lacks studies on some important steps of the manufacturing process. The mix design techniques are mostly empirical and dont deeply consider the aggregate characteristics, that are connected with its compacity and, by that, the characteristics of the paving block. Also, there are only a few studies of the rheology characteristics of dry concrete, which relates with de manufacturing process and the easiness that the mix is compacted. So, the object of this study is to develop a dry concrete characterization methodology that allows the systematic development of mix designs that are easily compacted and also improves the performance of the paving blocks.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-07-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.