• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.3.2016.tde-23082016-152027
Documento
Autor
Nome completo
Carolina Yumi Kubo Takagaki
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Lúcia Helena de (Presidente)
Fernandes, Vera Maria Cartana
Graca, Moacyr Eduardo Alves da
Título em português
Regras de verificação e validação de modelos BIM para sistemas prediais hidráulicos e sanitários.
Palavras-chave em português
Building Information Modeling
Instalações prediais hidráulicas e sanitárias
Sistemas prediais
Resumo em português
A complexidade das atuais edificações e, consequentemente, a divisão dos projetos em especialidades e subsistemas evidenciam as dificuldades do coordenador de projetos em gerenciar todo o processo de projeto. Há necessidade de um fluxo contínuo de troca de informações e de comunicação entre os envolvidos. A prática do BIM (Building Information Modeling) e o emprego de suas ferramentas computacionais propiciam aos projetistas a agilidade e precisão no desenvolvimento do projeto, uma vez que possibilita, por exemplo, uma visualização da interação de todos os subsistemas do edifício. No entanto, o cenário atual da tecnologia não provê ferramentas para todos os fluxos de trabalho necessários, e quando fornece, nem sempre o software disponível segue as normas específicas para determinada aplicação em certo país. As normas técnicas estabelecem requisitos e recomendações relativos ao projeto e devem ser observadas por projetistas para a segurança e qualidade das edificações. Neste sentido, o objetivo desta pesquisa é desenvolver regras de verificação e validação de modelos BIM para sistemas prediais com base em normas técnicas brasileiras, tais como a de sistemas prediais de água, de esgoto sanitário e de águas pluviais. O método empregado considera o levantamento das recomendações normativas e suas respectivas transformações em regras que possam ser verificadas automaticamente por meio de programas de computador. O programa adotado foi o software Solibri Model Checker (SMC), que faz uso de modelos em Industry Foundation Classes (IFC). Os resultados mostram que regras simples de comparação e relacionadas a propriedades de cada elemento são possíveis de serem parametrizadas no SMC e têm resultados sólidos de fácil visualização, o que permite uma correção mais rápida e dinâmica por parte dos projetistas e coordenadores de projeto. Para regras mais complexas, necessitou-se da criação de ferramentas paralelas ao SMC. Constata-se que o SMC ainda é incompleto quando se trata da análise de projetos de sistemas prediais hidráulicos e sanitários, porém é possível desenvolvê-las uma vez que o modelo em IFC pode conter todas as informações necessárias às análises. Assim, verifica-se a necessidade de que os projetos BIM contenham as informações e obedeçam a padrões de modelagem para que possam ser utilizados na verificação de regras de modo eficiente. Por fim, os resultados desta pesquisa contribuem para o emprego do BIM no desenvolvimento e análise de projeto de sistemas prediais hidráulicos e sanitários com maior precisão, agilidade e qualidade.
Título em inglês
Rules of verification and validation of BIM models for sanitary hydraulic building installations.
Palavras-chave em inglês
BIM
Building systems
Sanitary hydraulic building installations
Resumo em inglês
The complexity of existing buildings and, consequently, the division of projects and sub-specialties highlight the difficulties the project coordinator to manage the entire design process. There is a need for a continuous flow of information exchange and communication among stakeholders. The practice of BIM (Building Information Modeling) and the use of their computational tools provide designers the speed and accuracy in the development of the project, as it enables, for example, a preview of the interaction of all building subsystems. However, the current technology landscape does not provide tools for all to workflows required, and when it does, they do not always follow standards a specific application in a given country. The technical standards contain requirements and recommendations relating to the project and must be observed by designers for the safety and quality of the buildings. In this sense, the objective of this research is to develop procedures for verification and validation of BIM models for building systems based on Brazilian technical standards, such as building systems for water, sanitary sewer and storm water. The employed method considers the collection of policy recommendations and their changes in rules that can be automatically checked using computer programs. The adopted program was Solibri Model Checker software (SMC), which makes use of models in Industry Foundation Classes (IFC). The results show that simple comparison rules and related properties of each element are able to be parameterized in the SMC and have solid results for easy viewing, allowing faster correction and dynamic on the part of designers and design engineers. For more complex rules the creation of parallel tools to SMC is needed. It appears that the SMC is still incomplete when it comes to the analysis of hydraulic and sanitary building systems projects, but you can develop them as the model in IFC can contain all the necessary information to the analysis. Thus, there is a need that the BIM projects contain the information and comply with standards for modeling which can be used to verify rules efficiently. Finally, the results of this research contribute to the use of BIM in the development and design analysis of hydraulic building systems and toilets with greater accuracy, speed and quality.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-08-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.