• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.3.2018.tde-28082018-135246
Documento
Autor
Nombre completo
Bruno Tavares Baroni
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2018
Director
Tribunal
Oliveira, Lúcia Helena de (Presidente)
Graca, Moacyr Eduardo Alves da
Reis, Ricardo Prado Abreu
Título en portugués
Redução dos diâmetros de ramais e coletores nos sistemas prediais de esgotos sanitários.
Palabras clave en portugués
Bacia sanitária
Consumo doméstico de água
Esgotos sanitários
Instalações prediais hidráulicas e sanitárias
Resumen en portugués
O aumento da demanda por água potável em função do crescimento populacional, vem sendo objeto de estudo de diversos pesquisadores que buscam meios de otimizar o uso desse recurso. Desse modo, ao longo dos anos os equipamentos sanitários foram sendo aperfeiçoados para tornarem-se mais eficientes. Uma preocupação é o impacto nos ramais e coletores de sistemas prediais de esgotos sanitários, uma vez que os componentes economizadores ao demandarem menos água em sua operação, retornam vazões menores para a rede predial de esgoto sanitário e, consequentemente, geram ondas menores que impactam negativamente na autolimpeza dos condutos horizontais. Nesse sentido, o objetivo da pesquisa foi investigar, em laboratório, as vazões e profundidades da lâmina d´água do escoamento em ramais e coletores do sistema de esgotos sanitários de edifícios residenciais unifamiliares, tendo em vista a redução de diâmetros de 100 mm para 75 mm. A pesquisa foi realizada em laboratório vertical, onde foi montada uma configuração típica de um banheiro residencial, localizada no pavimento superior. Foram utilizadas bacias sanitárias com volume nominal de descarga de 6 L e 4,8 L, um chuveiro com vazão constante de 0,20 L/s e um lavatório com vazão constante de 0,15 L/s. As bacias sanitárias foram ensaiadas para calibração, segundo a NBR 15097 (ABNT, 2011) e ambas obtiveram resultados satisfatórios em todos os requisitos dessa norma. Foram variados os diâmetros dos ramais e coletores prediais de 100 mm para 75 mm, com e sem a contribuição da vazão em regime permanente de 0,35 L/s proveniente de um chuveiro e um lavatório e as declividades variadas em 0%, 1% e 2% nos ramais e 1%, 2% e 3% nos coletores de esgoto. Avaliou-se a influência dos parâmetros declividade, volume de descarga, presença ou não de vazão em regime permanente e diâmetro da tubulação, sobre a velocidade de escoamento da água. Concluiu-se que a redução dos diâmetros dos ramais e coletores de esgoto e a redução do volume de descarga de 6 L para 4,8 L contribuíram para o aumento da velocidade da onda sob as condições de estudo em todo o trecho ensaiado, ou seja, no trecho compreendido entre a bacia sanitária e o tubo de queda e ao longo de todo comprimento de 3 m do coletor de esgoto predial. Não foi estudada a influência da variação dos parâmetros sobre a velocidade de onda em trechos além do coletor de esgoto predial. Sob as condições de estudo, observou-se que a declividade não influencia, de maneira geral, no desempenho do sistema nos trechos ensaiados. A presença de uma vazão em regime permanente contribui para amortizar a energia da onda de descarga da bacia sanitária no ramal de descarga e consequentemente, reduz a velocidade de escoamento da água, o que pode contribuir para a piora do requisito de autolimpeza neste trecho da tubulação. No coletor de esgoto, não foi possível concluir que a presença de vazão em regime permanente tem impacto sobre a velocidade de escoamento da água. Por fim, conclui-se ser possível a redução dos diâmetros dos ramais e coletores do sistema predial de esgoto sanitário.
Título en inglés
Diameter reduction on drains and main drains of building dranaige system.
Palabras clave en inglés
Drain
Main drain
Water conservation
Resumen en inglés
The increase in the demand for drinking water due to the population growth has been the object of study of several researchers who seek ways to optimize the use of this resource. In this way, over the years sanitary equipment has been improved to become more efficient. One concern is the impact on drains and main drains of building drainage system, since the economizing components, while using less water in their operation, return smaller flows to the sanitary sewage network and consequently lead to the formation of smaller waves that contribute to the self-cleaning of pipes. In this sense, the objective of the research was to investigate, in the laboratory, the flows and the depths of the flow in drains and main drains of residential building drainage system, in order to reduce diameters from 100 mm to 75 mm. The research was carried out in a vertical laboratory, where a typical configuration of a residential bathroom located on the second floor of a two story building was set up. A toilet with a nominal discharge volume of 6 L and 4,8L, a shower with a constant flow rate of 0.20 L/s and a lavatory with a constant flow rate of 0.15 L/s were used. The toilets were tested according to NBR15097 (ABNT, 2011) for calibration and both obtained satisfactory results in all the requirements of this standard. The diameters of the drains and main drains were varied from 100 mm to 75 mm with and without the contribution of the continuous flow rate of 0.35 L/s from a shower and lavatory and the slopes varying in 0%, 1% and 2% in the drains and 1%, 2% and 3% in the main drain. The influence of the parameters like slope, discharge volume, presence or not of continuous flow rate and pipe diameter, on the water flow velocity were evaluated. It was concluded that the reduction of the diameters of the drains and main drains and the reduction of the volume of discharge from 6 L to 4.8 L contribute to the increase of the velocity of the wave in the whole parts of the drain and main drain. It was not studied the influence of the variation of the parameters on the wave velocity on parts beyond the main drain. It was observed that the slope variation does not influence in general performance of the system. The presence of a continuous flow rate contributes to amortize the discharge wave energy from the toilet at the drains and consequently reduces the flow velocity of the water, which may contribute on deterioration of the self-cleaning requirements in this section of the pipeline. In the main drain, it was not possible to conclude that the presence of permanent flow has an impact on the flow velocity of the water.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2018-08-31
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.