• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.39.2008.tde-16102008-102747
Documento
Autor
Nome completo
Renata Nakata Teixeira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Teixeira, Luzimar Raimundo (Presidente)
Carvalho, Celso Ricardo Fernandes de
Tricoli, Valmor Alberto Augusto
Título em português
Broncoespasmo induzido pelo exercício em corredores de longa distância
Palavras-chave em português
Asma
Atletas
Broncoconstrição
Resumo em português
A alta prevalência de broncoespasmo induzido pelo exercício (BIE) tem sido observada em atletas que praticam modalidades de longa duração. Até o presente momento, nenhum estudo foi realizado no Brasil. Por essa razão, o objetivo deste estudo foi verificar a prevalência de BIE em corredores de longa distância. Para isto, 22 atletas do gênero masculino foram submetidos à prova de função pulmonar, teste de esforço ergoespirométrico e teste de broncoprovocação induzida por hiperpnéia (BIH). Os atletas responderam um questionário sobre sintomas de asma e forneceram informações relacionadas aos seus treinamentos. Após realizarem o teste de BIH, os atletas foram classificados de acordo com a variação do volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1) em comparação ao valor basal. Aqueles que apresentaram queda do VEF1 igual ou superior a 10% foram denominados Grupo BIE+; os demais foram designados Grupo BIE-. Os resultados demonstraram a presença de BIE em 25% dos atletas. Não foram evidenciadas diferenças estatisticamente significantes em relação às características antropométricas, aos valores basais de função pulmonar, assim como aos parâmetros analisados durante o teste ergoespirométrico. Um aspecto interessante xi observado foi que, os atletas do Grupo BIE+ percorrem, nos seus treinamentos, uma distância inferior quando comparados aos atletas do Grupo BIE- (p≤0,05). Estes resultados sugerem que a presença de BIE pode limitar o rendimento esportivo
Título em inglês
Exercise-induced bronchospasm in long-distance runners
Palavras-chave em inglês
Asthma
Athletes
Bronchoconstriction
Resumo em inglês
The high prevalence of exercise-induced bronchospasm (EIB) has been observed in endurance athletes. Until today, no such study had been conducted in Brazil. The aim of this study was to look for prevalence of EIB among long-distance runners. Twenty-two male athletes were subjected to pulmonary function tests, maximal exercise tests and hyperpnea-induced broncoprovocation (HIB). The athletes also answered questions about asthma symptoms and provided information about their training programs. After the HIB test, they were ranked by the variation in the FEV1 (Forced Expiratory Volume in the first second). Those with a decrease of 10% or more were labeled EIB+ group; all the others were labeled EIB - group. Results show the presence of exercise-induced bronchospasm in 25% of the athletes. Among them, there were no significant statistical differences related to anthropometric characteristics, basal pulmonary function values or other parameters analyzed during the ergospirometric test. One interesting aspect observed was that, in their training sessions, the EIB+ Group athletes ran a shorter distance when compared to those in the EIB- Group (p≤0.05). These results suggest that EIB presence may be a limitting factor in sports performance
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TESE.pdf (356.22 Kbytes)
TESE_PRE_TEXTO.pdf (96.27 Kbytes)
Data de Publicação
2008-10-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.