• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.39.2015.tde-17112015-150138
Documento
Autor
Nombre completo
Valéria Leme Gonçalves Panissa
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2015
Director
Tribunal
Franchini, Emerson (Presidente)
Artioli, Guilherme Giannini
Dâmaso, Ana Raimunda
Gualano, Bruno
Lira, Fábio Santos de
Título en portugués
Efeito agudo do exercício realizado em diferentes intensidades sobre a fome, hormônios relacionados ao apetite e ingestão alimentar em homens e mulheres
Palabras clave en portugués
Alta intensidade; Cortisol; Grelina acilada; Insulina; Peptídeo YY; Sexo
Resumen en portugués
A manutenção da saúde, depende, dentre outros aspectos, do controle da massa corporal, uma vez que a obesidade está associada ao desenvolvimento de doenças crônicas. Sendo assim, o exercício pode ser considerado uma ferramenta eficaz nesse controle. Contudo, está evidenciado que o exercício realizado em alta intensidade pode ocasionar maior redução da gordura corporal. Dentre as hipóteses sugeridas para explicar tal fenômeno, a supressão do apetite pós-exercício foi levantada, no entanto, o efeito da intensidade sobre o apetite ainda é incipiente. Além disso, mulheres podem ter maior resposta compensatória que homens. Portanto, o objetivo do estudo foi comparar o efeito da intensidade no controle agudo do apetite, energia ingerida absoluta e relativa (energia ingerida menos o gasto calórico do exercício), percepção de fome e das concentrações sanguíneas de grelina acilada, peptídeo YY3-36, insulina, cortisol, glicose, ácidos graxos, colesterol e triacilglicerol em homens e mulheres. Para isso, 11 homens e 9 mulheres eutróficos, foram submetidos a 6 sessões, sendo a primeira destinada à determinação da potência aeróbia máxima (PAM) em cicloergômetro, e a segunda para realização do exercício intermitente de alta intensidade realizado na máxima intensidade (all out), composto por 60 x 8s:12s (EIAI-A), para determinação do trabalho total, o qual foi utilizado para equalização das demais sessões: a) EIAI-A; b) exercício intermitente de alta intensidade (EIAI) - 60s:60s a 100% da PAM; c) exercício contínuo de intensidade moderada (ECMI) a 60% da PAM; d) sessão controle (sem exercício). Cada visita teve duração de 4h, sendo que os participantes chegaram em jejum e receberam um café da manhã padrão. O exercício foi realizado 1,5h pós-café da manhã, e uma alimentação ad libitum foi servida 4h pós-café da manhã. Coletas de sangue e da percepção de fome (escala analógica visual) foram realizadas em jejum e em 2, 2,5, 3,25 e 4h de experimento e calculada a área sob a curva (ASC) para cada uma dessas variáveis. A comparação das variáveis sanguíneas e da percepção de fome foi feita através de análise de variância a três fatores (condição, sexo e momento), e das variáveis envolvendo a ASC e a energia ingerida foi conduzida através de análise a dois fatores (condição e sexo), seguida do pós-teste de Bonferroni se observada diferença significativa (P<0,05). Não houve diferença para a energia ingerida absoluta, porém, a energia ingerida relativa foi maior no controle quando comparada ao EIAI-A, EIAI, e ao ECMI, sem diferenças entre os tipos de exercício e sexos. A ASC da percepção de fome foi menor somente nos exercícios realizados em alta intensidade comparado com o controle, independentemente do sexo. O PYY3-36 foi inferior nas mulheres em relação aos homens ao passo que o cortisol foi inferior nos homens comparado com as mulheres. Houve interação entre situação e momento de coleta para o cortisol e insulina sendo os valores mais elevados no EIAI-A que no controle às 2,5 horas de experimento para o cortisol e às 3,25h para insulina. Portanto, embora não tenha havido diferença na energia ingerida relativa entre os tipos de exercícios, àqueles realizados em maior intensidade foram capazes de promover efeitos mais pronunciados na supressão do apetite, independentemente do sexo
Título en inglés
Acute effect of exercise intensity on hunger, hormones related appetite and food intake in men and women
Palabras clave en inglés
Acylated ghrelin; Cortisol; High-intensity; Insulin; Peptide YY
Resumen en inglés
Maintaining one's health depends, among other things, on controlling body weight, since obesity is associated with the development of chronic diseases. Accordingly, exercise is an effective tool in this control. It has been demonstrated that exercise performed at a high intensity can cause greater reduction in body fat. Among the hypotheses put forward of this phenomenon is the suppression of appetite. However, the understanding of the effect of the intensity on appetite is still incipient. In addition, women may have a greater compensatory response than men. Therefore, the aim of the study was to compare the effect of intensity on absolute and relative (energy intake less caloric expenditure of the exercise) energy intake, hunger and blood concentrations of acylated ghrelin, PYY3-36, insulin, cortisol, glucose, fatty acids, cholesterol and triacylglycerol in men and women. Accordingly, 11 men and 9 women, all eutrophic, underwent six sessions. The first was designed to determine their maximum aerobic power (MAP) on a cycle ergometer, and the second involved performing high-intensity intermittent exercise at maximum intensity (all out) for 60 x 8s: 12s (HIIE-A) in order to determine the total work, which was used for the equalization of the other sessions: a) HIIE-A; b) high intensity intermittent exercise (HIIE) - 60s: 60s at 100% of MAP; c) steady-state exercise (SSE) at 60% of the MAP; d) a control session. Each session lasted a total of 4 hours. The participants arrived in fasting and received a standard breakfast upon arrival. The exercise session was performed 1.5 h after breakfast, and an ad libitum meal was served 4 hours post-breakfast. Blood sample collection and perception of hunger were collected when fasting and at 2, 2.5, 3.25 and 4 hours into the experiment and the area under the curve (AUC) for each of these variables was calculated. A comparison of the blood sample variables and rating of hunger was performed by analyzing the variance of three factors (condition, sex, and time) and the analysis of the variables involving the AUC and energy intake was conducted through examination of two factors (sex and condition) followed by a Bonferroni post-test if significant differences (P<0.05) were observed. There was no difference for the absolute energy intake, however, relative energy intake was higher in the control compared to HIIE-A, HIIE, and SSE, with no differences between the types of exercise and sex. The AUC of hunger was lower in exercises performed at high intensity when compared to the control, regardless of sex. There was interaction between condition and time for cortisol and insulin, with higher levels in the HIIE-A than in the control at 2.5 hours for cortisol and 3.25 hours for insulin. Therefore, although there were no differences in energy intake relative to the types of exercises, those performed at a higher intensity promoted more pronounced effects on appetite suppression, regardless of sex
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2015-11-19
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.