• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.39.2010.tde-22042010-093413
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Gualano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Lancha Junior, Antonio Herbert (Presidente)
Bonfa, Eloisa Silva Dutra de Oliveira
Seguro, Antonio Carlos
Silva, Maria Elizabeth Rossi da
Tinucci, Tais
Título em português
Eficácia e segurança da suplementação de creatina acompanhada de treinamento físico em diabéticos tipo 2: estudo clínico, randomizado, duplo-cego, controlado por placebo
Palavras-chave em português
Efeitos adversos
Efeitos terapêuticos
Resistência à insulina
Suplementos nutricionais
Resumo em português
Estudos sugerem que a suplementação de creatina pode atenuar a resistência à insulina, embora sejam escassas evidências que atestem a segurança desse suplemento. Diante disso, esse estudo teve como objetivo investigar a eficácia e segurança da suplementação de creatina em diabéticos do tipo 2. Foi conduzido um estudo clínico, randomizado, duplo-cego, controlado por placebo. Ao longo de três meses, os pacientes foram submetidos a treinamento físico e suplementação de creatina (CR) ou placebo (PL). No período basal e após a intervenção, os indivíduos realizaram avaliações de controle glicêmico, perfil lipídico, capacidade física, composição corporal e efeitos adversos. Além disso, os voluntários foram submetidos à biópsias musculares, para análises da expressão proteica e translocação de GLUT-4, e espectrometria de fósforo para determinação dos conteúdos intramusculares de fosforilcreatina. Após a intervenção, as concentrações intramusculares de fosforilcreatina foram maiores no grupo CR (diferença estimada entre as médias: 23,6 mmol/Kg músculo úmido; p = 0,03). Esse grupo também apresentou menores concentrações de hemoglobina glicada quando comparado ao grupo PL (diferença estimada entre as médias: -1,1%; p = 0,004). Os testes de tolerância oral à refeição demonstraram menores valores de glicemia de jejum e pós-prandial (momentos 30 e 60 minutos) no grupo CR versus PL. A expressão proteica de GLUT-4 não foi diferente entre os grupos, porém o aumento na translocação dessa proteína foi significantemente superior no grupo CR (p = 0,03). Não houve diferenças significantes entre os grupos para a insulinemia, perfil lipídico, concentrações séricas de peptídeo C, composição corporal, condicionamento aeróbio, força e função musculares. A suplementação de creatina não provocou deterioração nas funções renal e hepática. Os demais efeitos adversos relatados também não foram diferentes entres os grupos. Desta forma, concluímos que a suplementação de creatina aliada ao treinamento físico é uma estratégia terapêutica segura e efetiva em melhorar o controle glicêmico em diabéticos do tipo 2. Número de registro no domínio Clinicaltrials.com: NCT00992043
Título em inglês
Efficacy and safety of creatine supplementation combined with exercise training in type II diabetic patients: a randomized, double-blind, placebo-controlled, clinical trial
Palavras-chave em inglês
Adverse effects
Insulin resistance
Nutritional supplements
Therapeutics effects
Resumo em inglês
Some studies have suggested that creatine supplementation may attenuate insulin resistance, but whether this supplement is safe remains uncertain. In light of this, the aim of this trial was to investigate the efficacy and safety of creatine supplementation combined with exercise training in patients with type II diabetes. A randomized, double-blind, placebo-controlled, clinical trial was conducted. The patients were submitted to exercise training and received either creatine (CR) or placebo (PL) for 12 weeks. At baseline and after the intervention, glycemic control, lipid profile, physical capacity, body composition, and adverse effects were assessed. Moreover, muscular biopsies were performed to determine the muscle GLUT-4 content and the GLUT-4 translocation, and muscle phosphorylcreatine was assessed by using magnetic resonance spectroscopy. After the intervention, muscle phosphorylcreatine content was higher in the CR group (estimated difference of means: 23.6 mmol/Kg wet muscle; p = 0.03). The CR group also presented decreased glycosylated hemoglobin when compared to the PL group (estimated difference of means: -1.1%; p = 0.004). The oral meal tolerance tests revealed reduced fasting and postprandial glycemia (30 and 60 minutes) in the CR versus the PL group. The muscle GLUT-4 content was similar between groups, but the increase in GLUT-4 translocation was significantly superior in the CR group when compared to the PL group (p = 0.03). In addition, No significant differences between groups were observed for insulinemia, lipid profile, serum peptide C concentration, body composition, aerobic conditioning, strength, and muscle function. Cr supplementation provokes no deleterious effects on kidney and liver functions. The reported adverse effects were similar between groups. Thus, we concluded that creatine supplementation is safe and capable of improving glycemic control in type 2 diabetic patients. ClinicalTrials.gov registration number: NCT00992043
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AGRADECIMENTOS.pdf (13.04 Kbytes)
CAPA_TESE.pdf (8.28 Kbytes)
tese_doutorado.pdf (1.60 Mbytes)
Data de Publicação
2010-04-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.