• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.39.2010.tde-02082011-161848
Documento
Autor
Nome completo
Lívia Oliveira Cruz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Rubio, Katia (Presidente)
Sanches, Simone Meyer
Saura, Soraia Chung
Título em português
Eu faço por saúde": interconexões possíveis entre escolhas por atividades físicas e a história corporal de mulheres maduras
Palavras-chave em português
Corpo
Gênero
História de vida
Mulher
Resumo em português
Historicamente o corpo da mulher sempre foi controlado e educado para ser mãe, esposa e dona de casa. Características construídas socialmente e encaradas como biológicas ditaram a submissão da mulher e solidificaram preconceitos e estereótipos. Esses estereótipos também estão presentes nas práticas esportivas e de atividades físicas. Validado pelo discurso médico, a atividade física regular se transformou em um dos principais fatores de obtenção de saúde e qualidade de vida, e incentivada pela publicidade e pela indústria da beleza, em fator indispensável para se obter saúde, beleza e juventude. O culto ao corpo normatiza os padrões corporais das mulheres e os molda a partir daquilo que a sociedade valida como adequado ao corpo feminino. Neste sentido, esta pesquisa se propõe a pensar as possíveis relações entre as escolhas por atividades e a história corporal de três mulheres entre 45 e 55 anos, sendo uma freqüentadora de uma grande rede de academias, uma que faz exercícios com acompanhamento de um personal trainer, e uma freqüentadora de uma academia exclusiva para o público feminino. O objetivo é investigar como as relações sociais de gênero desenvolvidas ao longo da vida dessas mulheres podem influenciar suas práticas e suas escolhas em atividades físicas e corporais. Considerando a natureza qualitativa da pesquisa, o método empregado foi a coleta de história de vida apresentado por Poirier et.all. (1999). A fundamentação teórica baseou-se nas análises em relação ao corpo, especiamente o corpo da mulher, aos movimentos feministas e à categoria de gênero. Estas temáticas foram relacionadas priorizando a compreensão de como foram se construindo e reconstruindo ao longo da história. Perante à análise das entrevistas é possível afirmar, e, em um dos casos, inferir, que essas mulheres possuem um discurso sobre saúde e qualidade de vida que mascara objetivos relacionados à estética. Percebe-se que a história de vida de cada um delas foi fundamental para fazerem hoje as escolhas em diferentes maneiras de se exercitar
Título em inglês
"I do it for health": possible interconnections between physical activity choices and the body history of mature women
Palavras-chave em inglês
Body
Gender
Life history
Physical activity
Woman
Resumo em inglês
Historically, the womans body has always been controlled and educated to be a mother, wife and housewife. Socially-built characteristics seen as biological have dictated womens submission and solidified prejudices and stereotypes. These stereotypes are also present in sports and physical activities. Validated by medical discourse, regular physical activity has become a major factor for pursuit health and quality of life, and encouraged by advertising and "beauty industry" in an indispensable factor to achieve health, beauty and youth. The body worship regulates womens body standards and shapes them from what society validates as adequate to the female body. Therefore, this study proposes to consider the possible relations between activities choices and body history of three women between 45 and 55 years of age, one of them being a frequenter at a large chain of gym, another who exercises with the help of a personal trainer, and the third who trains at a gym exclusive to the female public. The goal is to investigate how social gender relations developed during their lifes might influence their practices and choices in physical activity and body. Considering the qualitative nature of this research, the method used was the compilation of life history told by Poirier et al. (1999). The theoretic fundamentation was based in analises related to the body, specially the womans body, to feminist movements and to the gender category. Such theme were related by priorizing the understanding of how they built and rebuit themselves throughout history. As for the interview analysis it is possible to say, and, in one of the cases, infer, that these women have a speech about health and quality of life which hides objectives related to aesthetics. It can be noticed that the life history of each of them was fundamental for them to choose their current different execise methods
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Capa_LiviaCruz.pdf (220.38 Kbytes)
Data de Publicação
2011-08-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.