• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Ikeda Tagusari
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Tani, Go (Presidente)
Bastos, Flavio Henrique
Gomes, Fábio Rodrigo Ferreira
Perotti Junior, Alaercio
Título em português
Efeito da meta de aprendizagem na aquisição do golpe de Judô o soto gari
Palavras-chave em português
Aprendizagem motora
Judô
Meta de aprendizagem
Resumo em português
De acordo com a Aprendizagem Motora, os golpes de Judô podem ser classificados como habilidades seriadas - implicam a realização de uma sequência de movimentos (componentes) que resulta no desequilíbrio (kuzushi), encaixe (tsukuri) e finalização (kake) do oponente - e abertas - o oponente se movimenta constantemente durante a luta. Tradicionalmente, as técnicas são ensinadas por meio do uchi komi que se caracteriza pela repetição de golpes sem a sua finalização e praticado com pouca ou nenhuma reação do oponente. Considerando a classificação dos golpes, o ensino por meio do uchi komi apresenta limitações por não levar em consideração o contexto da luta que é de natureza dual e dinâmica. Na área de estudos da Aprendizagem Motora, o problema de contexto tem sido investigado por meio da manipulação de dois tipos de meta: a da tarefa e a de aprendizagem. Aplicando-se esses dois tipos de meta à aprendizagem dos golpes de Judô tem-se que a meta da tarefa corresponde à meta do golpe em si e a meta de aprendizagem adiciona a essa meta a situação em que este golpe será utilizado, por exemplo, de shiai ou randori. Isto posto, o presente estudo investigou o efeito da meta de aprendizagem na aquisição do golpe o soto gari do Judô. Foi delineado um experimento constituído por 7 sessões de prática, divididas em: a) pré-teste, que ocorreu na 1ª sessão e objetivou a formação dos grupos experimentais; b) fase de aquisição, da 2ª à 6ª sessões, de prática do golpe o soto gari; c) teste de transferência imediato (TRi) na 6ª sessão realizado imediatamente após a última sessão de prática; d) teste de transferência atrasado (TRa), realizado 7 dias após a 6ª sessão. Os testes de transferência foram constituídos por uma situação de luta controlada. Os participantes (n=24) foram distribuídos em dois grupos experimentais (n=12): Grupo Meta da Tarefa (GMT) e Grupo Meta de Aprendizagem (GMA). Ambos os grupos receberam antes das sessões de prática instrução sobre a meta da tarefa. O GMA foi adicionalmente instruído que ao final das sessões de prática haveria uma luta na qual deveria projetar o oponente utilizando o golpe o soto gari. Na fase de aquisição, em cada bloco das sessões de prática, os participantes assistiram a 3 formas diferentes de executar o golpe o soto gari. Os praticantes foram livres para escolher dentre as 3 formas do golpe uma que iria praticar durante o bloco todo. As escolhas de cada participante foram registradas. Como medidas de desempenho nos testes de transferência foram consideradas: a) a quantidade de tentativas do golpe realizadas; b) em caso de sucesso na execução do golpe, esta foi avaliada seguindo os critérios estabelecidos pela Federação Internacional de Judô para pontuação. Os resultados mostraram que o GMA, ao receber a meta da aprendizagem, elaborou estratégias na escolha das formas de execução do golpe, apresentou superioridade em relação ao GMT na quantidade de tentativas do golpe e, no quesito pontuação, obteve melhora no TRa em comparação ao TRi
Título em inglês
Effect of the learning goal on the acquisition of the Judo technique o soto gari
Palavras-chave em inglês
Judo
Learning goal
Motor learning
Resumo em inglês
According to Motor Learning, Judo techniques can be classified as serial skills - they imply the execution of a sequence of movements (components), resulting in unbalance (kuzushi), preparation (tsukuri) and finishing (kake) of the opponent - and open - the opponent constantly moves during the fight. Traditionally, those techniques are taught through the uchi komi, which is characterized by movement repetition that neglects the finishing phase of the throw and is practiced with little or no reaction from the opponent. Considering the classification of techniques, teaching through the uchi komi presents limitations by not taking into account the context of the fight which is dual and dynamic in nature. In the field of Motor Learning, the context problem has been investigated through the manipulation of two types of goals: task and learning goals. Applying these two types of goals to the learning of Judo technique, the task goal corresponds to the goal of the technique itself and the learning goal adds to this the situation in which this technique will be used, for example, shiai or randori. Thus, the present study investigated the effect of the learning goal on the acquisition of o soto gari Judo technique. An experiment was designed consisting of 7 sessions, divided into: a) pre-test, occurred in the 1st session aimed at the formation of experimental groups; b) acquisition phase, from the 2nd to the 6th practice sessions of the o soto gari; c) immediate transfer test performed immediately after the 6th practice session; d) late transfer test, 7 days after the 6th session. The transfer tests consisted of a controlled fighting situation. Participants (n = 24) were divided into two experimental groups (n = 12): Task Goal Group (GMT) and Learning Goal Group (GMA). Both groups received before the practice sessions instruction about the goal of the task. GMA was instructed additionally that at the end of practice sessions there would be a fight in which participants should project the opponent using the technique o soto gari. In the acquisition phase, in each block of the practice sessions, the participants watched 3 different ways of executing the technique o soto gari. The participants were free to choose among the 3 forms one that would practice during the whole block. The choices of each participant were recorded. As performance measures in the transfer tests the following were considered: a) the number of attempts of the technique made by participants; b) if successful in the execution of the technique (projection), it was evaluated applying the criteria established by the International Judo Federation for scoring. The results showed that GMA elaborated strategies in the choice of the execution forms of o soto gari, presented superiority in relation to GMT in the number of attempts and in relation to scoring an improvement in the TRa in comparison to the TRi
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.