• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.41.2020.tde-07112019-154126
Documento
Autor
Nome completo
Luís Carlos Saito
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Ursi, Suzana (Presidente)
Ferreira, Luciana Bastos
Leal, Sergio Henrique Bezerra de Sousa
Silva, João Rodrigo Santos da
Título em português
Conhecimento pedagógico do conteúdo de biodiversidade vegetal em licenciandos e professores experientes
Palavras-chave em português
Biodiversidade Vegetal
Formação docente
Licenciandos
PCK
Professores Experientes
Resumo em português
O Brasil apresenta uma das maiores Biodiversidades Vegetal do mundo, porém tal Biodiversidade está ameaçada pela ação humana. Um passo inicial para sua proteção é a formação de cidadãos conscientes. Nessa perspectiva, o Ensino de Botânica assume um papel importante, embora seja considerado problemático. A formação dos professores está ligada a esse cenário, não como simples causa, mas como parte integral de sua solução. Visamos compreender como o Conhecimento Pedagógico do Conteúdo (PCK) de Biodiversidade Vegetal foi mobilizado por professores de Biologia em dois diferentes momentos de formação docente, tendo como referencial teórico o modelo de PCK proposto por Magnusson et al. (1999). Os objetivos específicos desta pesquisa foram: (i) Identificar os indícios do PCK de licenciandos participantes de uma disciplina sobre Ensino de Botânica e envolvidos na elaboração e aplicação de uma aula simulada sobre Biodiversidade Vegetal; (ii) Identificar os indícios do PCK de professores experientes que atuam na mesma escola durante sua prática docente ao abordar a temática Biodiversidade Vegetal no Ensino Médio; (iii) Reconhecer possíveis particularidades no PCK desses dois grupos de professores, buscando estabelecer relações com seus respectivos momentos de formação docente. Para atingir tais objetivos, realizamos o uso de questionários, gravações de aula e entrevistas em um estudo de casos múltiplos com dois grupos: 3 licenciandos e 2 professores experientes. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo com categorias a priori baseadas no modelo de Magnusson et al. (1999). Como resultados, verificamos algumas semelhanças entre licenciandos e professores experientes na abordagem do conteúdo de Biodiversidade, como o enfoque no estudo das características dos grupos vegetais e suas relações, com uma forte perspectiva evolutiva, ancorada na filogenética. Os objetivos dos licenciandos foram pautados por este conteúdo, associado a outros mais abrangentes (como educar para a preservação). Observamos que eles apresentaram estratégias que colocam o aluno como protagonista do processo de ensino-aprendizagem, porém apresentaram, em geral, poucos indícios sobre componentes do PCK relacionados à realidade dos alunos e suas dificuldades específicas para aprender Biologia Vegetal. Já os professores experientes tiveram como objetivo, além daqueles relacionados à aprendizagem sobre caracterização e relação evolutiva entre grupos vegetais, promover a formação cidadã, porém, a pressão de preparar os alunos para o vestibular modulou sua prática docente, limitando a abordagem desse último objetivo. Esses professores utilizaram pouca variedade de estratégias com predominância de exposições dialogadas em sala de aula e atividades práticas em laboratório. Contudo, as aulas teóricas e práticas foram conduzidas de forma distintas pelos mesmos. Um deles apresentou uma dinâmica que colocava o aluno como protagonista e, no caso do outro, o protagonismo é centralizado no professor. Outro aspecto detectado foi a incorporação do conhecimento de referência, complementando o conteúdo básico escolhido a partir das demandas do vestibular. O PCK dos licenciandos se mostrou menos consolidado que o dos professores experientes, e o PCK dos professores experientes foi fortemente influenciado pelo contexto escolar nacional e da própria instituição na qual eles estão inseridos. As Orientações para o Ensino de Ciências dos licenciandos apresentaram maior variação entre os momentos de coleta de dados. Dois deles apresentaram orientações flutuantes entre Processos e Atividade Dirigida. Já a outra foi posicionada em Indagações Guiadas. Quantos aos professores experientes, um apresentou a orientação Mudança Conceitual e outro uma intermediária entre Rigor Acadêmico e Didática. Finalmente, destacamos que mudanças positivas no processo de formação de professores, que auxiliem o desenvolvimento do PCK de Biodiversidade Vegetal, são essenciais para a melhoria do ensino de tal temática. No entanto, serão efetivas apenas se forem acompanhadas por mudanças profundas nas diretrizes que norteiam a educação no Brasil
Título em inglês
Pedagogical content knowledge of plants biodiversity in undergraduated and experienced teachers
Palavras-chave em inglês
Experienced Teacher
PCK
Plant Biodiversity
Preservice Teacher
Teacher Training
Resumo em inglês
Brazil presents one of the largest Plant Biodiversity in the world, however this Biodiversity is threatened by human action. A first step for its protection is the formation of conscious citizen. In this perspective, the Teaching of Botany takes an important role, although it is considered problematic. The teacher training is connected to this scenario, not just as a simple cause, but also as a part of the solution. We Aim to understand how the Pedagogical Content Knowledge (PCK) of Plant Biodiversity was mobilized by Biology teacher in two different moments of teacher training, assuming, as a theoretical reference for PCK, the model proposed by Magnusson et al. (1999). The specific objectives of this research were: (i) Identify evidence of PCK of pre-service teachers participating in a course on Teaching Botany and involved in the elaboration and application of a simulated class on Plant Biodiversity; (ii To identify the evidence of the PCK of experienced teachers who work in the same school during their teaching practice when addressing the theme Plant Biodiversity in High School; (iii) To recognize possible particularities in the PCK of these two groups of teachers, seeking to establish relationships with their respective moments of teacher training. To achieve these objectives, we used questionnaires, class recordings and interviews in a multiple case study with two groups: 3 undergraduates and 2 experienced teachers. The data were submitted to content analysis with a priori categories based on the model of Magnusson et al. (1999). As results, we observed some similarities between undergraduates and experienced teachers in the approach of Biodiversity content, such as the focus on the study of the characteristics of the plant groups and their kinship relations, with a strong evolutionary perspective, anchored in phylogenetics. The objectives of Preservice teachers were guided by this content, associated with more broadly ones (such as educating for preservation). We observed that they presented strategies that place the student as protagonist of the teaching-learning process, However presented little evidence in general about PCK components related to students' reality and their specific difficulties in learning Plant Biology. On the other hand, the experienced teachers had, besides those related to learning about characterization and evolutionary relationship between vegetable groups, to promote the formation of citizens, but the pressure to prepare students for the university entrance exam modulated their teaching practice, limiting the approach to this last objective. These teachers used a small variety of strategies with predominance of classroom dialogues and practical activities in the laboratory. Although, the theoretical and practical classes were conducted differently by them. One of them presented a dynamic that placed the student as protagonist and, in the case of the other, the protagonism is centralized in the teacher. Another aspect detected was the incorporation of reference knowledge, complementing the basic content chosen from the external exam demands. The PCK of the graduates proved to be less consolidated than that of the experienced teachers, and the PCK of the experienced teachers was strongly influenced by the national school context and the institution context in which they were inserted. The Orientations for the Teaching of Sciences of the Preservice teachers presented greater variation between the moments of data collection. Two of them presented fluctuating orientations between Processes and Activity-Driven. Already the other was placed in Guided Inquiry. As for the experienced teachers, one presented the Orientation Conceptual Change and another one an intermediary between Academic Rigor and Didactic. Finally, we highlight that positive changes in the teacher training process, which help the development of the Plant Biodiversity's PCK, are essential for improving the teaching of this theme. However, they will only be effective if they are accompanied by profound changes in the guidelines that guide education in Brazil
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2021-11-06
Data de Publicação
2020-01-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.