• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2012.tde-23012013-141038
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Henrique Martins Fonseca
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Lohmann, Lucia Garcez (Presidente)
Simões, André Olmos
Vicentini, Alberto
Título em português
Filogenia molecular do gênero Dolichandra s.l. (Bignonieae, Bignoniaceae)
Palavras-chave em português
7.PepC
8.rpl32-trnL
Biologia comparada
Diversificação
Especiação
Lianas
ndhF
Neotrópicos
Resumo em português
Dolichandra s.l. é um gênero de lianas com distribuição neotropical pertencente a família Bignoniaceae, tribo Bignonieae. A atual circunscrição do gênero foi estabelecida com base em uma filogenia molecular da tribo, a qual foi interpretada a luz de caracteres morfológicos. Atualmente são reconhecidas 10 espécies, duas delas propostas nesta dissertação. Espécies de Dolichandra s.l. apresentam grande variação em sua distribuição geográfica e habitats ocupados, bem como em caracteres morfológicos relacionados aos sistemas de polinização e dispersão. O presente estudo teve como objetivos: (1) reconstruir a filogenia de Dolichandra s.l. utilizando os marcadores moleculares plastidiais ndhF e rps32-trnL e o marcador nuclear PepC, e (2) utilizar a filogenia como base para inferir os processos que atuaram na especiação do gênero. Amostras de quatro grupos externos e 20 indivíduos de Dolichandra s.l. foram obtidas, totalizando nove de Dolichandra s.l. Filogenias bem resolvidas para os três marcadores amostrados revelaram que tanto o gênero, como as espécies com mais de um indvíduo amostrados são monofiléticas. Dolichandra unguiculata é a primeira linhagem à divergir dentro da família, sendo grupo-irmão das demais espécies do gênero em todas as topologias. Dolichandra acuminata e D. quadrivalvis formam um clado bem sustentado em todas as topologias. Esse clado emergiu para todos os marcadores e critérios de reconstrução como irmão do clado formado por D. dentata, D. hispida, D. uncata e D. unguis-cati. Nesse último clado, D. uncata sempre aparece como irmã das espécies restantes em todas as topologias. Por outro lado, o posicionamento de D. chodatii, D. cynanchoides, D. dentata e D. híspida não está bem sustentado na árvore combinada, refletindo diferenças na topologia entre os marcadores plastidiais e o marcador nuclear. Todos os nós da filogenia apresentam algum grau de simpatria entre suas linhagens, indicando a importância da diferenciação de nichos para a diversificação do gênero e a prevalência de especiação simpátrica no grupo.
Título em inglês
Molecular phylogeny of the genus Dolichandra s.l. (Bignonieae, Bignoniaceae)
Palavras-chave em inglês
1.Comparative biology
2.Neotropics
3.Speciation
4.Lianas
5.Diversification
6.ndhF
7.PepC
8.rpl32-trnL
Resumo em inglês
Dolichandra s.l. is a genus of lianas found in the Neotropics. It belongs to the family Bignoniaceae, tribe Bignonieae. The actual circumscription of the genus was based on a molecular phylogeny of the tribe and morphological synanpomorphies. Currently the genus comprises ten species, two of than proposed in this dissertation. Species of Dolichandra s.l. have great variation in geographic distribution, habitats occupied, as well as, morphological characters related to pollination and dispersal events. The goals of this study are: (1) Reconstruct the phylogeny of Dolichandra s.l. using the plastid markers ndhF e rps32-trnL and the nuclear marker PepC, and (2) use the phylogeny as base to infer process that acted in genus diversification. A sample from four outgroups and 20 individuals were obtained, accounting nine species of Dolichandra s.l. Well resolved phylogenies for the three markers revealed that the genus, and the multiple sampled species are monophyletic. Dolichandra unguiculata is the first species to diverge, being sister of a clade with the rest of the genus in all topologies. Dolichandra acuminate as sister of D. quadrivalvis is a well supported clade in all topologies. This clade emerged for all markers and criteria as sister of clade with D. dentata, D. hispida, D. uncata, and D. unguis-cati. In the latter clade, D. uncata emerged as sister of the other species in all topologies. On the other hand, the phylognetic position of D. chodatii, D. cynanchoides, D. dentate and D. hispida is not well supported in the combined analysis, revealing differences in topology between plastid and nuclear markers. All the nodes of the phylogeny have some degree of sympatry between lineages, indicating the importance of niche differences for the genus diversification and the prevalence of sympatric speciation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-04-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.