• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2011.tde-18012012-103838
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Fernandes Takano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Bueno, Sergio Luiz de Siqueira (Presidente)
Mantelatto, Fernando Luis Medina
Rosso, Sergio
Título em português
Estrutura populacional, crescimento somático e alométrico, biologia reprodutiva e estimativa do tamanho populacional de Aegla perobae Hebling & Rodrigues, 1977 do município de São Pedro, estado de São Paulo
Palavras-chave em português
Aegla perobae
Aeglidae
Crescimento relativo
Estrutura populacional
Maturidade sexual
Polimorfismo
Risco de extinção
Resumo em português
Os eglídeos são endêmicos da região Neotropical da América do Sul. São animais exclusivos de água doce, ocorrendo principalmente sob rochas, no folhiço ou mesmo enterrados na areia (Burns, 1972; Rodrigues & Hebling, 1978; Swiech-Ayoub & Masunari, 2001a) em lagos, rios de correnteza, arroios e até mesmo rios de caverna. Os eglídeos são considerados importantes elos na cadeia alimentar de ambientes límnicos agindo como predadores de larvas aquáticas (Magni & Py-Daniel, 1989) e como presas de peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos (Arenas, 1976; Melo, 1990; Pardini, 1998). Os objetivos dessa dissertação foram realizar um amplo estudo sobre a biologia de Aegla perobae com ênfase na estrutura e dinâmica populacional, crescimento alométrico, biologia reprodutiva e, finalmente, avaliação do grau do risco de extinção com base em estimativas do tamanho populacional e locais de ocorrência. No capítulo 1 são caracterizados aspectos populacionais relacionados a variáveis ambientais e determinadas curvas de crescimento somático de machos e fêmeas. No capítulo 2 foram realizadas análises de regressão linear para determinação do estado de alometria e maturidade morfométrica de machos e fêmeas. Foram identificados quatro morfotipos após a muda da puberdade dos machos adultos e ficou evidente que apenas dois desses morfotipos participam ativamente da reprodução. No capítulo 3 são avaliadas características reprodutivas das fêmeas de A. perobae com base no período reprodutivo, fecundidade e relação com fatores abióticos. No capítulo 4 é estimado o tamanho populacional e examinados os locais de ocorrência de eglídeos próximos à região da cuesta de São Pedro para determinação do grau do risco de extinção. Segundo avaliação baseada em critérios da IUCN (2001) somada a dados biológicos analisados nessa dissertação, conclui-se que a população de A. perobae do município de São Pedro e região encontra-se na categoria de criticamente em perigo de extinção e necessita de especial atenção para sua preservação.
Título em inglês
Population structure, somatic and allometric growth, reproductive biology and population size estimation of Aegla perobae Hebling & Rodrigues, 1977 in São Pedro, São Paulo state
Palavras-chave em inglês
Aegla perobae
Aeglidae
Polymorphism
Population structure
Relative growth
Sex
Resumo em inglês
Aeglids are endemic to the neotropical South America. They are restricted to freshwaters, mainly occurring under rocks and fragmented leaves or buried in the sand (Burns, 1972; Rodrigues & Hebling, 1978; Swiech-Ayoub & Masunari 2001a) in lakes, rivers, streams and even rivers running into caves. The aeglids are important links in the food chain of freshwater environments acting as predators of aquatic larvae (Magni & Py-Daniel, 1989) and as prey by fish, amphibians, reptiles, birds and mammals (Arenas, 1976; Melo, 1990; Pardini, 1998). The aim of this study was to investigate the biology of Aegla perobae with emphasis on structure and population dynamics, allometric growth and reproductive biology to finally classify the risk of extinction this specie based on estimative of population size and your occurrence locations. In chapter 1 we discuss aspects related to population and environmental variables, and it is determined the somatic growth of males and females. In chapter 2 were performed linear regression analysis to determine the state of allometry and morphometric maturity of male and female. We identified four morphotypes after the puberty molt in adults males and it was evident that only two of these morphotypes participate actively of reproduction. In Chapter 3 we evaluated the reproductive traits of A. perobae females based on the reproductive period, fecundity and the relationship of reproductive females abundance with environmental factors. In chapter 4 the population size is estimated and the sites of occurrence of aeglids near the region of São Pedro are examined to determine the degree of risk of extinction of A. perobae. According to evaluation based on IUCN criteria (2001), added to biological data analyzed in this study, we concluded that the population of A. perobae of the county of São Pedro is critically endangered and requires special attention for its preservation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Bruno_Takano.pdf (16.66 Mbytes)
Data de Publicação
2012-01-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.