• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2009.tde-05042010-132002
Documento
Autor
Nome completo
Andrea Mayumi Chin Sendoda
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Motta Junior, Jose Carlos (Presidente)
Donatelli, Reginaldo José
Hofling, Elizabeth
Título em português
Efeito do manejo de fogo sobre comunidades de aves em campos sujos no Parque Nacional das Emas, GO/MS, Cerrado Central
Palavras-chave em português
Aceiro
Avifauna
Campos abertos
Queimada prescrita
Savana brasileira
Resumo em português
Apesar de vários estudos já terem examinado os efeitos de queimadas naturais, respostas das aves, como variação do padrão da comunidade, guilda trófica e das espécies, ao manejo de fogo ainda não foram investigadas em reservas do Cerrado, Este trabalho teve como objetivo comparar a avifauna em trechos de campo sujo manejados (aceiros) e não manejados por fogo no Parque Nacional das Emas, Brasil Central. Este é o primeiro trabalho a avaliar os efeitos do manejo do fogo prescrito sobre comunidades de aves no Cerrado. Foram selecionados 12 locais de estudo. Em cada local, havia um transecto no aceiro e outro em campo sujo não manejado. Uma amostra consistiu em percorrer um transecto de 800m a pé, anotando as aves detectadas visual ou auditivamente a 15m do observador. Frequência de ocorrência e abundância das espécies e das guildas tróficas, riqueza total, abundância total da comunidade de aves e composição de espécies encontradas nos dois ambientes foram comparadas. No total, foram 881 registros e 41 espécies de aves. A riqueza e a abundância total de aves foram significativamente menores em aceiros. Houve diferença na composição de espécies de aves entre campos não manejados por fogo e aceiros. Dentre as guildas tróficas, os onívoros foram mais frequentes em campos não manejados. Granívoros, nectarívoros e onívoros foram mais abundantes em vegetação não manejada. Das 21 espécies analisadas separadamente, a coruja Athene cunicularia foi a única indicadora de aceiros e também mais frequente e abundante em aceiros. Por outro lado, foram identificadas quatro espécies indicadoras de campos sujos não manejados (Melanopareia torquata, Xolmis cinerea, Neothraupis fasciata e Coryphaspiza melanotis). Tais espécies podem ser usadas como indicadores ecológicos do regime e histórico do fogo e podem fornecer informações se os objetivos das ações de manejo do fogo estão sendo atingidos. Sete espécies foram mais frequentes e oito espécies foram mais abundantes em campos não manejados. Três dessas espécies são endêmicas do Cerrado (M. torquata, N. fasciata e Cypsnagra hirundinacea) e quatro estão sob algum grau de ameaça e são altamente sensíveis a distúrbios (Polystictus pectoralis, Alectrurus tricolor, C. melanotis e C. hirundinacea). Assim, cuidado e atenção devem ser redobrados para essas espécies, pois possuem alto valor para conservação e menor frequência ou abundância em aceiros. A menor riqueza e abundância de aves encontrada em aceiros devem estar relacionadas ao menor uso desse habitat, indicando menor disponibilidade de recursos como alimento, reprodução e abrigo, dado que o fogo altera a estrutura e composição da vegetação. Isso demonstra uma diminuição da qualidade do ambiental geral dos aceiros, provocada pela sua atual forma de manejo. Propomos que a queima dos aceiros seja feita em intervalos de 3 anos, em vez de 1 2 anos como tem sido realizada. Dessa forma, seria mantida a função dos aceiros como controle e barreira efetiva de incêndios e também para conservação da biodiversidade.
Título em inglês
Effects of fire management on birds in Emas National Park, Brazil, Central Cerrado
Palavras-chave em inglês
Avian community
Brazilian savanna
Firebreak
Prescribed burning
Shrub land
Resumo em inglês
Several studies have investigated the effects of natural fires on Cerrado birds. However, avian responses to fire management have not been examined. We compared birds found in firebreaks (fire managed areas) and in fire unmanaged grasslands, in Parque Nacional das Emas, Central Brazil. This is the first study to evaluate the effects of prescribed fire on the Cerrado avifauna. We selected 12 study sites. We established one transect in the firebreak and another one in an unmanaged grassland area in each study site. Each bird count sample consisted of walking through an 800m transect recording birds seen or heard 15m from the observer. Species richness, total bird abundance, species composition, feeding guilds abundance and frequencies of occurrence and species abundance found in firebreaks and unmanaged grasslands were compared. In total, 881 individuals and 41 species were recorded. Species richness and total abundance were significantly lower in firebreaks. Species composition was different between firebreaks and unmanaged grasslands. Omnivores were more frequent and more abundant in unmanaged grasslands. Granivores and nectarivores were more abundant in unmanaged grasslands. Twenty-one bird species were analyzed separately, one of which (Athene cunicularia) was indicator of firebreaks and also more frequent and abundant in firebreaks. On the other hand, we identified four indicator species of unmanaged grasslands (Melanopareia torquata, Xolmis cinerea, Neothraupis fasciata and Coryphaspiza melanotis). These species might be used as ecological indicators of fire regime and history, and also give information if fire management goals are being achieved. Seven species were more frequent and eight species were more abundant in unmanaged grasslands. Three of them are endemic of Cerrado (M. torquata, N. fasciata and Cypsnagra hirundinacea) and four of them are highly sensitive to human disturbances and threatened with extinction in some degree (Polystictus pectoralis, Alectrurus tricolor, C. melanotis e C. hirundinacea). Caution must be redoubled to these species, as they are of high conservation priority and less frequent and abundant in firebreaks. The lesser avifauna complexity in firebreaks than in unmanaged areas might be connected to the low use of this habitat, thus indicating lower resource availability, such as food, sites for reproduction and refuge. This is because fire changes vegetation structure and composition. We propose that firebreaks should be burnt every 3 years, instead of 1-2 years. In this way, fire management would keep its function as effective fire barriers and would also keep biodiversity conservation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Sendoda.pdf (2.22 Mbytes)
Data de Publicação
2010-04-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.