• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.41.2008.tde-16042008-102816
Documento
Autor
Nome completo
Helbert Medeiros Prado
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Neves, Walter Alves (Presidente)
Padua, Claudio Benedito Valladares
Pardini, Renata
Título em português
O impacto da caça versus a conservação de primatas numa comunidade indígena Guajá
Palavras-chave em português
Amazônia
Primatas
Sociedade Guajá
Resumo em português
Reservas Indígenas têm tido um papel imprescindível na manutenção de áreas florestais na região neotropical. Existe na Amazônia uma clara associação entre estas reservas e a presença de cobertura florestal. Por outro lado, a simples presença de uma vegetação contínua não é garantia de conservação da biodiversidade, sobretudo em contextos onde a caça é presente. Este estudo analisou a pressão de caça sobre Macacoprego (Cebus apella) e Bugio (Alouatta belzebul), realizada pelos índios Guajá, da comunidade Awá (Maranhão, Brasil). A análise se baseou no conjunto de crânios e mandíbulas de indivíduos consumidos no local no final dos anos 1980. A análise de sustentabilidade se baseou em dois métodos principais, no Modelo de Produção e na análise do padrão intra-específico de abate. A aplicação do modelo de produção indicou uma caça acima dos níveis sustentáveis para as duas espécies, numa área efetiva de caça de 78,5 km2. Mesmo com a incorporação de uma área fonte, que resultou numa área total de 314 km2, o modelo continuou indicando uma caça não sustentável de Bugio. A análise do padrão intra-específico de abate, realizada somente para Bugio, indicou uma proporção de machos e adultos na amostra de Bugios abatidos significativamente maior do que aquela esperada para o gênero Alouatta, o que indica um padrão de caça não aleatório. Conjugando a análise quantitativa com os fatores locais de ordem demográfica e sóciocultural foi possível verificar a presença de fatores positivos e negativos à sustentabilidade no local. A ausência de caça comercial, o fato das duas espécies não serem naturalmente raras, a prática de expedições de caça de longa duração, e evidências de baixa proporção de fêmeas entre os Bugios abatidos se configuram como fatores positivos à sustentabilidade. Já os fatores que comprometem a manutenção das duas espécies na área são: a proximidade com centros urbanos e acesso a armas de fogo, o crescimento da população indígena, a baixa taxa intrínseca de crescimento natural dos primatas e a alta susceptibilidade de Bugio à caça. As previsões geradas neste estudo parecem estar corretas uma vez que é consenso entre os Guajá da comunidade Awá que há um processo de diminuição na disponibilidade de primatas, entre outras espécies de mamíferos de médio e grande porte, nos arredores do assentamento. O declínio de presas nas proximidades do assentamento tem aumentado a freqüência de retiros de caça de longa duração. Atualmente na comunidade Awá, estes retiros parecem reproduzir uma maior mobilidade existente antes do contato e conseqüente fixação. Essa dinâmica demonstra a importância do estabelecimento de Reservas Indígenas de tamanho adequado, oferecendo condições para que as comunidades assentadas possam se ajustar às flutuações locais de presas antes que o impacto local na fauna seja irreversível.
Título em inglês
Impact of hunting versus conservation of primates in a indigenous Guajá community
Palavras-chave em inglês
Amazonia
Guajá Society
Primates
Resumo em inglês
Indigenous lands have a crucial role in the preservation of Neotropical forests. In the Amazon there is clear association between indigenous land and forest cover. However, the simple presence of continuous vegetation doesn't guarantee the conservation of biodiversity, especially in the context where hunting is practiced. The present study analyzed hunting pressure on capuchin (Cebus apella) and howler monkeys (Alouatta belzebul) caused by Guajá indigenous people from Awá community (Maranhão sate, Brazil). The analysis was based on a set of skulls and mandibles from individual monkeys consumed at the Guajá settlement in the late 80's. Sustainability analyses were based on two models, the Production Model, and the Intraspecific Prey Choice. The development of the production model predicted hunting above sustainable levels for the two species, within an effective hunting area of 78,5 km2. Even with the incorporation of a source-area, which resulted in a total area of 314 km2, the model predicted unsustainable hunting for howler monkey. The Intraspecific Prey Choice analysis, done only for howler monkey, resulted in statistically significant higher proportion of males and adults in the sample than the one expected for the genus Alouatta if howler monkeys were hunted randomly. When quantitative analysis and local demographic and social-cultural factors were taken into consideration, it was possible to observe positive and negative aspects to local sustainability. The lack of marketable hunting, the fact that both species are not naturally rare, the practice of long-distance hunting, and the evidence of low proportion of howler monkey females killed, are all positive factors for sustainability. On the other hand, the proximity to urban centers, easy access to shot-guns, demographic growth of indigenous population, the low intrinsic reproductive level of howler monkeys, the high susceptibility of howler monkey to hunting, and the high proportion of adults killed, are all negative factors for sustainability. The predictions the present study generated seem to be corrected, for it is a consensus among the Guajá from Awá community that there is a current process of decreasing primate availability, among other large- and medium-sized mammals within the surrounding areas. One of the consequences of game-decrease in the proximity of the Awá settlement has been the increase in the frequency of long-distance hunting. Presently, this mobility pattern among Awá community seems to mimic pre-contact high mobility pattern. This dynamic demonstrates the importance of creating indigenous lands of adequate size that offers conditions for sustainable traditional subsistence patterns.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Helbert_Prado_rev.pdf (8.67 Mbytes)
Data de Publicação
2008-06-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.