• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.41.2011.tde-21092011-094809
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Napolitano e Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Pivello, Vania Regina (Presidente)
Martins, Marcio Roberto Costa
Ramos Neto, Mario Barroso
Sawaya, Ricardo Jannini
Morsello, Carla
Título em português
Planejamento sistemático das unidades de conservação no Estado do Tocantins
Palavras-chave em português
Efetividade de gestão
Planejamento sistemático da conservação
Unidades de conservação
Resumo em português
O crescimento dos sistemas de áreas protegidas nas últimas décadas é considerado um dos maiores esforços da humanidade para conter a atual crise da biodiversidade. No entanto, a cobertura da superfície global por áreas protegidas é um indicador simplificado, sendo necessário ir mais além e avaliar se os sistemas de áreas protegidas representam os diferentes componentes da biodiversidade e processos ecológicos e se estão sendo geridos de forma efetiva para garantir a manutenção da biodiversidade no longo prazo. O objetivo geral do presente estudo foi realizar uma análise da efetividade de gestão e representatividade biológica do sistema de unidades de conservação (UCs) no Estado do Tocantins, avaliando como os diferentes níveis de gestão de áreas protegidas podem interferir nos processos de planejamento sistemático da conservação. Os resultados indicaram a existência de lacunas significativas na implementação das áreas protegidas existentes, apesar do desempenho relativamente bom em alguns elementos. As quatro ameaças mais importantes para o sistema de UCs avaliado foram: infraestrutura, queimadas descontroladas, caça e pecuária. A análise da distribuição de 109 espécies de vertebrados e plantas indicou a presença de padrões biogeográficos claros na biota do Tocantins, que coincidem com padrões relatados por outros autores para alguns grupos taxônomicos. No entanto, lacunas significativas foram observadas tanto na proteção das espécies, quanto na representação dos elementos bióticos identificados. Para testar os impactos dos baixos valores de efetividade e altos valores de ameaças das UCs no planejamento do sistema, reduzimos o estado de conservação das áreas protegidas em 25% e 50%. Isso resultou em acréscimos de 250.000 ha e 590.000 ha, respectivamente, no sistema de áreas protegidas, necessário ao cumprimento das metas de conservação. A representatividade dos sistemas de áreas protegidas depende da persistência da biodiversidade dentro dessas áreas, que é reconhecidamente comprometida por níveis elevados de ameaça associados à efetividade de gestão incipiente. Portanto, sugerimos que o estado de conservação da biodiversidade dentro das áreas protegidas seja incorporado a exercícios de planejamento sistemático de conservação. A definição de prioridades para a criação de novas áreas protegidas deve fazer parte de um planejamento integrado, que aborde também a consolidação de áreas protegidas existentes e estratégias mais amplas para mitigar os efeitos dos fatores principais da perda de biodiversidade fora das reservas.
Título em inglês
Systematic planning of protected areas in Tocantins State
Palavras-chave em inglês
Management effectiveness
Protected areas
Systematic conservation planning
Resumo em inglês
The growth of protected areas (PAs) in the last decades is considered one of the humanity's best efforts to refrain the current crisis of biodiversity. However, the global PA coverage is a simplified indicator; it is necessary to go further and assess whether PA systems represent the different components of biodiversity and ecological processes and are being managed effectively to ensure the maintenance of their values in the long term. The main goal of this study was to analyze the management effectiveness and representation of PA system in Tocantins State, assessing how the different levels of PA management may impact the systematic conservation planning process. Results indicated the existence of significant gaps in the implementation of Tocantins PAs, despite the relatively good performance found in some elements. The four most important threats to the PAs evaluated were: infrastructure, uncontrolled fires, hunting and cattle ranching. Analysis of the distribution of 109 vertebrates and plants indicated that selected species represent biogeographical patterns of Tocantins biota and that there are significant gaps in the protection of the species and biotic elements in the current PA system. In order to test for the effects of detected low management effectiveness and high levels of threat, we reduced the conservation status of protected areas by 25% and 50%. This resulted in an increase in the conservation area network needed to achieve targets of around 250,000 ha and 590,000 ha, respectively. Our results strongly indicate that the representation of PA systems depends on the persistency of biodiversity inside PAs, which are known to be impacted by high levels of threat associated to poor management effectiveness. Therefore, we advocate that biodiversity status within PAs should be incorporated in systematic conservation planning exercises. The definition of priority areas for the establishment of new reserves should be part of an integrated planning process that addresses both the consolidation of existing protected areas and broader strategies to mitigate the effects of major drivers of biodiversity loss outside reserves.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Mariana_Ferreira.pdf (12.49 Mbytes)
Data de Publicação
2011-09-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.