• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.41.2020.tde-16102019-111031
Documento
Autor
Nome completo
María Carmen Escalante Rojas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Whitton, Renata Guimarães Moreira (Presidente)
Correia, Tiago Gabriel
Gomes, Fernando Ribeiro
Smith, Welber Senteio
Título em português
Fisiologia endócrina de peixes com diferentes estratégias reprodutivas em reservatórios poluí­dos
Palavras-chave em português
Biologia reprodutiva
Biomarcadores
Desreguladores endócrinos
Impacto antrópico
Reservatórios
Resumo em português
Os reservatórios estão permanentemente submetidos a inúmeras pressões ambientais, intensificação das atividades antrópicas e alterações biológicas que ocorrem devido à presença de poluentes, que podem atuar como desreguladores endócrinos (EDCs), alterando a fisiologia reprodutiva de peixes. Nos reservatórios da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) têm sido reportados processos de eutrofização e a presença de poluentes, produtos da antropização, dentre os quais se encontram diferentes tipos de substâncias que podem afetar a via esteroidogênica, atuando como EDCs, alterando a fisiologia reprodutiva de peixes. O objetivo do presente estudo foi utilizar diferentes biomarcadores para avaliar a fisiologia endócrina em machos de duas espécies de teleósteos, Astyanax fasciatus e Hoplias malabaricus, que apresentam diferentes estratégias reprodutivas, em reservatórios impactados da RMSP, em diferentes estações do ano. Estas espécies foram amostradas em três reservatórios da RMSP (Billings, Bil; Guarapiranga, Gua e Ponte Nova, PN) no inverno (2017) e no verão (2017 e 2018), e as seguintes análises foram realizadas: nutrientes na água, índices biológicos, como índice hepatossomático (IHS) e índice gonadossomático (IGS), histomorfologia gonadal e biomarcadores fisiológicos, como níveis plasmáticos de testosterona (T), 11-cetotestosterona (11-KT) e estradiol (E2), bem como a expressão gênica da vitelogenina hepática (vtg-A) e da subunidade β do hormônio folículo estimulante (fshβ). A expressão gênica da vtg-A é um biomarcador de exposição a contaminantes estrogênicos, motivo pelo qual foram utilizados animais do sexo masculino, e as demais variáveis foram consideradas como biomarcadores de efeito biológico. Os reservatórios foram classificados em um gradiente de eutrofização partindo de mesotrófico (PN), eutrófico, supereutrófico e hipereutrófico (Bil e Gua). No reservatório de PN, considerado como referência, os biomarcadores analisados não diferiram entre as duas estações do ano. O padrão de alteração foi homogêneo nos biomarcadores de efeitos biológicos para ambas as espécies, no entanto, para o biomarcador de exposição (vtg-A) os resultados foram mais pronunciados em H. malabaricus, e no verão houve maior alteração dos andrógenos. Sugere-se que os EDCs influenciaram na expressão gênica de fshβ, principalmente no verão, e nos ambientes mais eutrofizados, aumentando a síntese de andrógenos nos machos de ambas as espécies, esteroides que também foram mais elevados no verão em alguns pontos da Bil e da Gua. De forma geral, as condições da água da Bil e Gua, impactadas pelas ações antrópicas interferiram com os biomarcadores de efeito biológico, como E2, e também alteraram o biomarcador de exposição, vtg-A, sendo os animais da Bil mais afetados
Título em inglês
Endocrine physiology in fish with different reproductive strategies in polluted reservoirs
Palavras-chave em inglês
Anthropic impact
Biomarkers
Endocrine disruptors
Reproductive biology
Reservoirs
Resumo em inglês
The reservoirs are permanently subjected to numerous environmental pressures, intensification of anthropic activities and biological changes that occur due to the presence of pollutants, which can act as endocrine disruptors (EDCs), altering the reproductive physiology of fish. In the reservoirs of the Metropolitan Region of São Paulo (RMSP) eutrophication processes have been reported and the presence of pollutants, anthropogenic products, among which are different types of substances that can affect the steroidogenic route, acting as endocrine disrupters (EDCs), altering the reproductive physiology of fish. The objective of the present study was to use different biomarkers to evaluate endocrine physiology in males of two species of teleosts, Astyanax fasciatus and Hoplias malabaricus, which present different reproductive strategies, in different seasons of the year, in impacted reservoirs of RMSP. These species were sampled in three reservoirs of the RMSP (Billings, Bil, Guarapiranga, Gua and Ponte Nova, PN) in winter (2017) and summer (2017 and 2018), and the following analyses were carried out: nutrients in water, biological indexes, as hepatosomatic index (HSI) and gonadosomatic index (GSI), gonadal histomorphology and physiological biomarkers, such as testosterone (T), 11-ketotestosterone (11-KT) and estradiol (E2) plasma levels, as well as the gene expression of hepatic vitellogenin (vtgA) and the β subunit of follicle stimulating hormone (fshβ). The gene expression of vtgA is a biomarker of exposure to estrogenic contaminants, the reason why we anlayzed males, and the other variables were considered biomarkers of biological effects. The reservoirs were classified in a eutrophication gradient, as mesotrophic (PN), eutrophic, supereutrophic and hypereutrophic (Bil and Gua). In the PN reservoir, considered as a reference, the biomarkers analyzed did not differ between the two seasons. However, for the biomarker of exposure (vtgA) the results were more pronounced in H. malabaricus, and in the summer there was a greater alteration of androgen levels. It is suggested that EDCs influenced the gene expression of fshβ, mainly in the summer and in most eutrophic environments, increasing the androgen synthesis in males of both species, steroids that were also higher in summer in some points of Bil and Gua. In general, water conditions in Bil and Gua, impacted by anthropogenic actions, interfered with biomarkers of biological effects, as E2, but also altered the exposure biomarker, vtgA, and animals from Bil were the most affected
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.