• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.41.2014.tde-27082014-091120
Documento
Autor
Nombre completo
Bianca Mayumi Silva Kida
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2014
Director
Tribunal
Whitton, Renata Guimarães Moreira (Presidente)
Borella, Maria Ines
Zanotto, Flavia Pinheiro
Título en portugués
Influência do pH ácido, alumínio e manganês na fisiologia reprodutiva em machos de Astyanax bimaculatus (Characiformes: Characidae)
Palabras clave en portugués
Desreguladores endócrinos
Hormônios esteroides
Peixes
Resumen en portugués
Os metais podem causar efeitos adversos de grande amplitude na função reprodutiva de animais, principalmente em organismos aquáticos. Eles podem alterar o sistema endócrino, atuando na esteroidogênese, afetando o processo reprodutivo dos peixes. Nosso objetivo foi investigar os efeitos dos metais alumínio (Al) e manganês (Mn) em pH ácido sobre a esteroidogênese de machos de Astyanax bimaculatus, sexualmente maduros, após uma exposição aguda de 96 horas e avaliar se os animais foram capazes de recuperar dos possíveis efeitos destes metais em água livre de metais. Esses animais foram expostos a uma concentração nominal de 0,5 mg.L-1 de Al e Mn (isolados ou combinados), e os grupos experimentais foram mantidos em pH ácido (5,5) para manter os metais biodisponíveis. Foi realizada uma exposição aguda de 96 horas, com amostragens em 24h e 96h, e depois também um período de 96h em água livre de metais, com amostragens em 120h e 192h, a partir do o início do experimento. Foram determinadas as concentrações plasmáticas de testosterona (T), 11-cetotestosterona (11-KT), 17β-estradiol (E2) e cortisol (C) por ELISA. Além disso, foram realizadas análises histológicas dos testículos e avaliação da concentração espermática. Os metais estudados, além do pH ácido, foram capazes de aumentar as concentrações plasmáticas dos androgénos T e 11-KT. Também foi observado um aumento transitório de E2 em 24h, mas apenas em animais expostos ao Mn e depois uma diminuição em 96h. A exposição ao pH ácido e metais, sozinhos ou combinados não provocou alterações nos níveis de C. Sendo assim, Al e Mn , assim como a acidez da água podem atuar como desregulador endócrino em machos de A. bimaculatus, principalmente por estimulação da síntese de androgénos, causando alterações no sistema fisiológico. No entanto, 96 horas não foram suficientes para que os animais se recuperassem. Os testículos encontravam-se em estágio avançado de maturação, enquanto que a concentração espermática não apresentou alterações significativas que indicassem a atuação dos metais em conjunto ao pH ácido. Táticas reprodutivas podem ter sido utilizadas pela espécie para desencadear alterações na esteroidogênese testicular, principalmente acelerando o processo de espermatogênese e espermiogênese, o que pode interferir com a dinâmica reprodutiva
Título en inglés
Influence of acidic pH, aluminum and manganese on reproductive physiology of Astyanax bimaculatus males (Characiformes: Characidae)
Palabras clave en inglés
Endocrine disruptors
Fish
Steroids hormones
Resumen en inglés
Metals can cause adverse wide range effects on reproductive function of animals, mostly in aquatic organisms. They can alter the endocrine system, acting on gonadal steroidogenesis, affecting the reproductive process of fish. We aimed to investigate the effects of the metals aluminum (Al) and manganese (Mn) in acidic pH on the steroidogenesis of Astyanax bimaculatus males, sexually mature, after an acute exposure of 96 hours and evaluate if the animals were able to recover of the possible effects of these metals in the water free of metals. Mature males were exposed to a concentration of 0.5 mg.l-1 of Al and Mn (isolated or combined) and the experimental groups were maintained at acidic pH (5.5) to keep the metals bioavailable. We performed an acute exposure of 96 hours, with samplings at 24h and 96h, and then also a period of 96h in water free of metals, with samplings at 120h and 192h from the beginning of the experiment. We measured the plasma levels of testosterone (T), 11-ketotestosterone (11-KT), 17?-estradiol (E2) and cortisol (C) by elisaimmunoassay. Furthermore, histological analysis of testes and evaluation of the sperm concentration were performed. The metals studied, in addition to acidic pH, were able to alter the plasma concentration of the androgens T and 11KT. A transitory increase (24h) of E2 levels was also observed, but only in animals exposed to Mn and then a decrease in 96h occurred. Exposure to acidic pH and metals, alone or combined did not trigger changes in C plasma levels. Generally, Al and Mn as well as the acidity of water can act as endocrine disruptor in A. Bimaculatus males, mainly by stimulating the androgens synthesis, causing changes on physiological system. However, 96 hours in water free of metals were not enough for the animals to recover from the effects of the metals. The testes were in the advanced stage of maturation, while sperm concentration was not significantly changed to suggest any influence of metals together with acidic pH in altering this variable. Reproductive tactic could be used by the species to trigger changes in testicular steroidogenesis, mainly accelerating the process of spermatogenesis and spermiogenesis, what may interfere with the reproductive dynamics
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2014-09-03
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.