• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.42.2014.tde-12082014-201637
Documento
Autor
Nome completo
Katia Maria Sampaio Gomes
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Julio Cesar Batista (Presidente)
Miyabara, Elen Haruka
Oliveira, Edilamar Menezes de
Título em português
Participação da enzima aldeído desidrogenase 2 na insuficiência cardíaca induzida por infarto do miocárdio.
Palavras-chave em português
4HNE
Alda-1
ALDH2
Estresse oxidativo
Insuficiência cardíaca
Resumo em português
A formação de aldeídos decorrente do estresse oxidativo é cardiotóxica e contribui para o aparecimento das doenças cardiovasculares. O aldeído 4-hidroxi-2-nonenal (4HNE) apresenta grande poder nocivo cardíaco. A enzima mitocondrial aldeído desidrogenase 2 (ALDH2) é a principal responsável pela remoção do 4HNE, sendo que a ativação farmacológica da ALDH2 previne danos cardíacos oriundos do processo de isquemia/reperfusão. Com o intuito de compreender o papel desta enzima na insuficiência cardíaca (IC) tivemos como objetivos: caracterizar o curso temporal de ativação da ALDH2 pós-infarto do miocárdio em ratos e estudar o efeito da ativação farmacológica sustentada da ALDH2 na IC. Nossos resultados apontam que na 1ª, 2ª e 4ª semanas pós-infarto a atividade da ALDH2 apresenta-se reduzida. Essa redução está associada à disfunção mitocondrial e cardíaca. Contudo, o tratamento com Alda-1 proporciona uma melhora dessas funções. Assim, concluímos que a ativação seletiva da ALDH2 reduz danos cardíacos, podendo ser considerada um novo alvo terapêutico no tratamento da IC.
Título em inglês
Role of aldehyde dehydrogenase 2 in myocardial infarction-induced heart failure.
Palavras-chave em inglês
4HNE
Alda-1
ALDH2
Heart failure
Oxidative stress
Resumo em inglês
Here we determined the benefits of chronic activation of ALDH2 on the progression of heart failure after the onset of symptoms using a post-myocardial infarction model. We showed that a six-week treatment of myocardial infarction-induced heart failure rats with Alda-1, a selective ALDH2 activator, enhanced contractile function, improved left ventricular compliance and increased diastolic dysfunction under basal conditions and after sudden pressure-overload stress. Moreover, sustained Alda-1 treatment showed no toxicity and promoted a cardiac anti-remodeling effect by suppressing myocardial hypertrophy and fibrosis. Moreover, ALDH2 activation-mediated cardioprotection was associated with improved mitochondrial function. Further Alda-1 treatment preserved mitochondrial function in vitro upon 4-HNE addition. Therefore, selective activation of mitochondrial ALDH2 reduces aldehydic load, preserves mitochondrial function and improves heart failure outcome, suggesting that ALDH2 activators have a potential therapeutic value for treating heart failure patients.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-08-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.