• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.42.2009.tde-18112009-115338
Documento
Autor
Nome completo
Wilton Darleans dos Santos Cunha
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Seelaender, Marilia Cerqueira Leite (Presidente)
Colquhoun, Alison
Oyama, Lila Missae
Savino, Wilson
Vaisberg, Mauro Walter
Título em português
Influência do exercício sobre a resposta imunológica de ratos desnutridos.
Palavras-chave em português
Desnutrição
Exercício de intensidade moderada
Histologia
IL2
Sistema imune
Timo (Sistema sanguíneo e imune)
Resumo em português
A desnutrição é capaz de induzir diversas alterações metabólicas afetando marcadamente a composição corporal e o sistema imunológico. O exercício físico, por sua vez, produz alterações no organismo para uma melhor capacidade de adaptação a situações de estresse. O desvio da situação de homeostase produzida pelo exercício físico induz uma reorganização de seus mecanismos funcionais, principalmente dos mecanismos endócrinos e imunológicos. Ainda é pouco conhecida a influência do exercício sobre a desnutrição e também as conseqüências sobre o sistema imunológico quando as duas variáveis são combinadas. Assim, esse trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos do exercício físico de endurance sobre ratos submetidos a um protocolo de desnutrição crônica. Avaliamos ratos Wistar machos, desnutridos por 16 semanas, divididos em 4 grupos: eutrófico sedentário (ES), eutrófico treinado (ET), desnutrido sedentário (DS), desnutrido treinado (DT). O treinamento físico foi realizado em esteira, por 10 semanas, 5 vezes por semana, com intensidade aproximada de 60- 65% do consumo máximo de oxigênio. Avaliou-se a composição corporal, através da aferição do peso corporal, peso dos tecidos muscular esquelético e adiposo, do fígado, do conteúdo de gordura e proteína na carcaça, e a concentração de leptina, ACTH, glicose, insulina, e glutamina no plasma. Avaliamos também, através de citometria de fluxo, os marcadores de superfície celular CD3 e CD4, bem como a celularidade no timo. O consumo máximo de oxigênio e o desempenho através de um teste até a exaustão também foram analisados. A análise estatística utilizada foi o teste de variância ANOVA two-way com pós teste de Bonferroni e, nível de significância adotado de p<0,05. Os resultados encontrados demonstraram que o treinamento de endurance em ratos submetidos à desnutrição crônica promoveu uma acentuada redução do peso e da adiposidade corporal; um aumento da massa muscular relativa ao peso corporal; um restabelecimento da glicemia aos valores normais; uma melhor relação da concentração insulina/glicose, sugerindo uma sensibilidade à insulina aumentada; um aumento dos estoques de glicogênio muscular; um maior consumo máximo de oxigênio; e uma recuperação na morfologia e fisiologia tímica, uma maior resposta proliferativa do baço e linfonodos estimulados com IL2. Concluímos desta forma que o exercício foi capaz de recuperar a morfologia, como também a maturação timócitos CD3 e CD4 e sua celuraridade em ratos desnutridos. A resposta proliferativa à estimulação da IL2 também foi recuperada.
Título em inglês
Influence on the physical exercise on the immunological response of undenourished rats.
Palavras-chave em inglês
Histology
IL2
Immune system
Malnutrition
Moderate intensyphysical trainning
Thymus (Blood and immune system)
Resumo em inglês
Malnutrition is capable of inducing diverse metabolic alterations, markedly affecting body composition and the immune system. Physical exercise, on the other hand, induces a renders the organism more capable of adaptation to stress. Still, little is known about the influence of exercise training upon malnutrition-related alterations and its consequences on the immune system. Our aim was to evaluate the effect of moderate intensity exercise training in rats submitted to a protocol (16wk) of chronic malnutrition. Male Wistar rats were divided in to 4 groups: sedentary, fed ad libitum (SF); trained fed ad libitum (TF); sedentary energy restricted (RES); and trained energy restricted (TER). Training was carried out on a treadmill for 10 weeks, 5 time wk, under an intensity of 60-65% of the maximal oxygen consumption. We evaluated the Corporal composition, the variation of body weight, and the weight of the skeletal muscle, adipose tissues, and liver; as well as fat and protein content in the carcass; and also plasma leptin, ACTH, glucose, insulin and glutamine concentration. We also examined through flow cytometry CD3 and CD4, as well as the celularity in the thymus. The maximum consumption of oxygen and the performance were also assessed. The results demonstrate that endurance training in rats submitted to the chronic malnutrition protocol promoted reduction of body weight and of corporal adiposity; an increase in the relative contribution of muscle to body weight; the reestablishment of glicemia; improval of insulin/glucose reason, suggesting increased sensitivy to insulin; an increase of muscle glycogen content; enhanced oxygen consumption; are recovery of the morphology and physiology of the thymus, together with a proliferative response of the spleen and lymph nodes stimulated with IL2. We conclude in such a way that moderate intensity training restored thymus morphology and the capacity of maturation of CD3 and CD4 and also timocyte number and the of proliferative response to IL2 stimulation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-02-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.